11 dicas de destinos internacionais para o público LGBT+

Little Venice - Mykonos - Grécia | Crédito: Shutterstock

Little Venice - Mykonos - Grécia | Crédito: Shutterstock

Atenção, viajantes! Caso vocês estejam ansiosos ou ansiosas para arrumar as malas e embarcar rumo a um novo destino, chegou o momento de pesquisar um pouquinho sobre as opções mais buscadas pela galera e reconhecidas por sua diversidade. Aqui no SV já falamos sobre alguns dos points nacionais mais procurados pelo público LGBT+. Agora, porém, chegou o momento de desembarcar em terras estrangeiras. Gostaram da ideia? Então vamos nessa!

1. São Francisco – Estados Unidos

Golden Gate - São Francisco - Estados Unidos | Crédito: Shutterstock

Tá afim de tirar fotos incríveis? Conheça a Golden Gate, em São Francisco, nos Estados Unidos | Crédito: Shutterstock

Cenário do famoso seriado “Três é demais” (em inglês, “Full House”) e do filme “O diário da princesa”, só pra citar alguns exemplos, São Francisco dispõe de paisagens tipicamente californianas e, como bônus, é a casa de um povo alegre e acolhedor. Tá a fim de fazer compras e conhecer restaurantes, museus e galerias de arte? Pois um exemplo onde tudo isso pode ser encontrado é a Union Square.

Rota 66: conheça a estrada mais famosa dos EUA
Viaje com a Avis: roteiro de carro entre São Francisco e Los Angeles

E não acaba por aí não, porque também é em São Francisco onde fica a Golden Gate, a ponte suspensa mais emblemática dos States, assim como os bairros de North Beach e Haight-Ashbury, perfeitos para curtir à noite. Vale dizer que a região também faz parte da famosa Rota 66 e prega que cada um deve ser como quiser, respeitando as diferenças e incentivando a expressão pessoal de todo mundo. Enfim, sejam bem-vindos e bem-vindas a uma das cidades mais apaixonantes do mundo!

2. Cancún – México

LGBT+

Que tal uma paraíso à beira-mar? Então conheça Cancún, no México | Crédito: Shutterstock

Que tal aliar praias paradisíacas e muita badalação? Neste sentido – e em todos os outros, aliás -, Cancún é uma opção bem tentadora. Mas quer mais motivos para escolhê-la como destino de férias? Bom, a musa do verão mexicano é capaz de fazer brilhar os olhos dos(as) apaixonados(as) por ecoturismo, arqueologia, gastronomia, compras e, claro, muita vida noturna.

Cancún: por que vale a pena conhecer o destino
México e República Dominicana: o que fazer e onde ficar

Caso nunca tenha tido a chance de fazer uma viagem pra lá, anote agora mesmo o que não pode deixar de fazer na região. Além de aproveitar os 22 km de praias de areias claras e águas coloridas de azul e verde, vale conhecer os sítios arqueológicos Chichén Itzá e Tulum e curtir os parques Xcaret Experience, Xél-Ha e Xplor. Ao mesmo tempo, a dica é visitar o cenote Dos Ojos e circular pelo km 9 da Boulevard Kukulcan, que não só corresponde à principal avenida da chamada Zona Hoteleira, como ainda concentra as baladas mais procuradas.

A casa noturna mais icônica é a Coco Bongo. No entanto, existem outras boas opções, como La Vaquita, The City, Mandala e Dady’O, por exemplo.

3. Berlim – Alemanha

shutterstock 608443826

Aproveite para visitar o Portão de Brandemburgo, em Berlim, na Alemanha | Crédito: Shutterstock

No melhor estilo “cidade 24 horas”, o que não falta no destino são paisagens de tirar o fôlego e doses generosas de diversão. Exibindo rica cultura e muita história, Berlim manda bem demais no que se refere a atividades ao ar livre. À noite, por outro lado, dispõe de vários endereços para jantares, drinks e baladas. Inclusive, o bairro de Kreuzberg é a casa de conhecidos clubes da cena eletrônica, enquanto em Mitte e Prenzlauer Berg ficam algumas das baladas mais novas da cidade.

Afinal, quais países fazem parte da União Europeia?

Além do famoso Muro de Berlim, a região conta com 180 museus e mais de 440 galerias de arte, espalhados por seus 12 distritos. Não deixe de visitar: o Monumento aos Judeus, o Quarteirão do Governo, o Portão de Brandemburgo e a Catedral Berliner Dom. Para se encantar com sua arquitetura e, de quebra, ter uma chance imperdível de cair nas compras, o Quartier 206 reúne diversas marcas em um só lugar.

4. Tel Aviv – Israel

LGBT+

Desde já coloque Old Jaffa na sua lista de points para visitar em Tel Aviv, Israel | Crédito: Shutterstock

Antiga capital de Israel, Tel Aviv é uma cidade pulsante que oferece atividades para todos os perfis de viajantes. Com 14 km de praias paradisíacas banhadas pelo Mar Mediterrâneo, o destino exibe uma infinidade de museus, casas de arte, restaurantes, bares, cafés e casas de shows. Quer uma dica de ouro? Não deixe de conhecer a parte histórica de Old Jaffa, uma das cidades mais antigas do mundo, com mais de 4 mil anos, bem como HaTachana, antiga estação de trem de Jaffa e o maior polo gastronômico do país.

Israel: 4 motivos para visitar o fascinante país do Oriente Médio

Segunda maior cidade do país, Tel Aviv foge bastante do tradicionalismo religioso que impera em Israel como um todo. Em outras palavras, a região se destaca por ser LGBT+ friendly e pela vida noturna pra lá de agitada.

5. Las Vegas – Estados Unidos

Las Vegas - Estados Unidos | Crédito: randy andy / Shutterstock.com

Um tour por Las Vegas – Estados Unidos | Crédito editorial: randy andy/Shutterstock.com

“Welcome to fabulous Las Vegas” (“Bem-vindos à fabulosa Las Vegas”), diz o letreiro à entrada da cidade que é pura diversão. Pulsante, lúdica, colorida e iluminada, Vegas foi esculpida em meio ao Deserto de Mojave para se tornar um verdadeiro complexo de entretenimento. O resultado? Um sucesso! Por lá, “curtição” é a palavra de ordem.

Diversão em Las Vegas: o que fazer na cidade

Perfeita para casamentos práticos, despedidas de solteiro inesquecíveis, confraternizações cinematográficas e celebrações dos mais variados tipos e estilos, a cidade tem a The Strip como destaque. Trata-se de um trecho da Avenida Las Vegas Boulevard que se estende por 7 km e reúne grande número de atrações por toda a sua extensão, como cassinos, restaurantes, hotéis temáticos, casas de espetáculo e centro de compras.

6. Barcelona – Espanha

lgbt+

Pelas cores de Barcelona – Espanha | Crédito: Shutterstock

Barcelona tem motivos de sobra para ser o endereço da sua próxima aventura. Quer um tour arquitetônico/cultural? Lá tem! Gastronômico? Tem também! Prefere festas ou baladas? Há um monte! Pretende ir às compras? Prepare-se para encher o carrinho, porque na capital da Catalunha é assim: tem de tudo para todos e todas.

Catalunha: 8 atividades imperdíveis em Barcelona
Arte e cultura em Barcelona: dicas de museus

Esbanjando atrações, a cidade oferece momentos inesquecíveis, que incluem a Basílica da Sagrada Família, a Avenida La Rambla e obras-primas idealizadas pelo célebre Antoni Gaudí. Afinal de contas, nenhuma viagem a Barcelona é completa sem uma passada pelo Parque Güell e pelas casas Batlló e Milà, alguns destaques do arquiteto.

7. Mykonos – Grécia

Little Venice - Mykonos - Grécia | Crédito: Shutterstock

Desfrute do pôr do sol em Little Venice – Mykonos – Grécia | Crédito: Shutterstock

Com tons de branco em suas paredes e azul intenso em suas janelas, portas e telhados, Mykonos é famosa pela arquitetura espetacular e, claro, pelo contraste azul do mar, que deixa o lugar ainda mais bonito. Figurando entre as ilhas prediletas do público LGBT+ e entre os destinos mais procurados da Europa devido às festas de segunda a segunda, ela tem muito a oferecer aos seus visitantes.

Pós-pandemia: 12 destinos na Europa que todo mundo precisa visitar
13 destinos para conhecer antes dos 30 anos

Mykonos Town, por exemplo, é a região mais movimentada da cidade e, por isso mesmo, é cheia de bares, restaurantes, museus, lojas e opções de hotéis. Além disso, a Praia Psarou tem águas calmas e cristalinas (assim como a casa noturna Nammos), ao passo que a Praia de Ornos é rodeada por meios de hospedagem e, portanto, bastante procurada. Outro nome bem badalado é a Super Paradise, enquanto Little Venice é excelente para admirar o pôr do sol. Ah, quer mais uma dica? Então guarde bem essa informação: aproveite a viagem para curtir – e muito! – os beach clubs.

8. San Juan – Porto Rico

LGBT+

Sinta a alegria de San Juan – Porto Rico | Crédito: Shutterstock

Diversidade é a palavra-chave de San Juan. Localizada em Porto Rico, essa colorida joia da coroa do Caribe é reconhecida por sua vibrante vida noturna, festivais, saborosa gastronomia e hospedagens divinas. Inclusive, o país tem um dom natural para festejar com orgulho. Em Cabo Rojo, por exemplo, é realizado o Orgullo Boquerón; na capital, a Parada do Orgulho de San Juan.

Compacto, porém gigante em atrações, este destino tem os famosos bairros de Condado, Old San Juan e Santurce. No primeiro deles há uma enorme variedade hoteleira, restaurantes e também uma praia gay – localizada entre a Calle Vendig e a Avenida Condado. Para completar, fica a poucos minutos do centro histórico, onde há inúmeras opções de vida noturna LGBT+. Já Old San Juan traz 500 anos de história em sua bagagem e incrível arquitetura. Santurce, por sua vez, garante a animação e exibe um leque enorme de opções para a noite.

9. Amsterdã – Holanda

Amsterdã - Holanda | Crédito: Shutterstock LGBT+

Pelos canais de Amsterdã – Holanda | Crédito: Shutterstock

Sinônimo de pluralidade, sentir-se bem acolhido(a) na capital da Holanda é fácil, fácil para qualquer tipo de viajante, seja ele ou ela LGBT+ ou não. Superpopular e, também, supercompleta, encontrar por lá um pouco de modernidade, história, gastronomia e cultura pulsante é beeeem tranquilo. Além dos clássicos como a Praça Dam, a Casa de Anne Frank e o Red Light District, a cidade reserva uma série de outros tesouros que merecem uma visita.

24h em Amsterdã: o que fazer na cidade que é a cara da diversidade
#Partiu Amsterdã: um tour pela capital holandesa

Capital LGBT+ da Europa, a Reguliersdwarsstraat é uma rua bastante procurada aos finais de semana. E tem mais! A Rua Amstel conta com vários bares gays, a Rua Kerkstraat vários hotéis e a Warmiesstraat se destaca por concentrar night clubs e lojas.

10. Londres – Inglaterra

shutterstock 499803352

Caminhe na Carnaby Street, no bairro de Soho, em Londres, Inglaterra | Crédito: Ale Argentieri / Shutterstock.com

A Terra da Rainha também é figura carimbada na lista dos hubs preferidos dos viajantes LGBT+ de passagem pela Europa.

O que é parada obrigatória? A roda-gigante London Eye, o parque Hyde Park, o British Museum e o icônico relógio Big Ben – que passa por obras de restauração – reinam absolutos nessa lista imponente. Além desses, vale conferir a tradicional troca da guarda real no Palácio de Buckingham e ir a uma das boates e/ou bares, sobretudo no Soho, bairro cheio de atrativos para a comunidade LGBT+.

Roteiro de 24h em Londres
Reino Unido: conheça os cenários da série Bridgerton

11. Paris – França

LGBT+ shutterstock 1990839065

Por fim, confira o Bairro Marais, em Paris – França | Crédito: Jerome LABOUYRIE / Shutterstock.com

Berço de arquitetura, história, cultura, parques, compras, culinária e – por que não? – da boemia, a Cidade-Luz demonstra um talento nato para entreter. Com toda a certeza, Paris é um destino que todo mundo precisa visitar pelo menos uma vez. Por lá, dê um pulo no bairro Marais, considerado um point LBGT+ friendly, com opções de cafés, bares e lojas descoladas.

Paris: conheça os points que aparecem na série “Emily em Paris”
Paris: 15 pontos turísticos imperdíveis

Embora diversidade seja realmente um ponto forte da região, a capital da França tem a seu favor o fato de colecionar cartões-postais. Isso porque passear por Paris, sobretudo pela primeira vez, significa se ver frente a frente com lugares e monumentos que estampam livros, fotos, filmes e até mesmo o imaginário de muita gente. Os exemplos mais tradicionais de todos são: a Torre Eiffel, a Catedral de Notre-Dame, o Museu do Louvre, o Panteão e, claro, a sofisticada Champs-Élysées.

E aí, o que você achou da nossa listinha de destinos internacionais mais buscados pelo público LGBT+? Já conhece algum deles? Então conta pra nós nos comentários! E lembre-se: caso queira viajar em um futuro próximo, consulte um agente de viagens, viu? Dessa forma você garante um passeio tranquilo do início ao fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0