Arte e cultura em Barcelona: dicas de museus

shutterstock 734963035 1

Parc Güell - Barcelona - Espanha | Crédito: Shutterstock

Glamorosa e colorida, Barcelona é um dos destinos mais populares do mundo. Terra da arte e cultura catalãs, a capital da Catalunha cativa ao mais exigente dos turistas pelas exuberâncias escondidas em cada detalhe. Bora conhecer o que essa espanhola tem a oferecer quando o assunto é arte, cultura e arquitetura? Pois a gente fez a lição de casa e separou muitas dicas para você. Confira a seguir!

Clínicas de futebol do Real Madrid vão rolar em Salvador (BA); entenda

PELAS OBRAS DE GAUDÍ EM BARCELONA

Sagrada Família - Barcelona - Espanha | Crédito editorial: TTstudio / Shutterstock.com 1

Sagrada Família – Barcelona – Espanha | Crédito editorial: TTstudio / Shutterstock.com 1

Ir para Barcelona e não pensar em visitar as obras de Gaudí é impossível, certo? Certo! Figurando entre os mais famosos símbolos da cidade, os points assinados pelo artista são sempre cenários de inúmeras fotografias. Um baita exemplo disso é a Sagrada Família, considerada por muitos sua obra-prima – inclusive, ainda hoje não teve sua construção finalizada.

shutterstock 734963035 1

Parc Güell – Barcelona – Espanha | Crédito: Shutterstock

Ainda por lá, diversos outros lugares chamam a atenção devido à sua beleza majestosa e à arte impecável de Gaudí. O Parc Güell, por exemplo, é o principal de Barcelona, fascinando com suas cores e colunas, enquanto a Casa Batlló, Patrimônio da Humanidade pela Unesco, tem seu exterior inspirado na vida marinha. La Pedrera ou Casa Milà, por sua vez, é uma construção residencial bem conhecida: constituída por dois edifícios, sua fachada é marcada pela presença de pedras ondulantes e varandas metálicas, ao passo que a cobertura é repleta de chaminés, claraboias e exaustores. Ou seja: se você adora atrações diferentes, então essa é pra você!

Guia de turismo x guia turístico: você sabe a diferença?

shutterstock Crédito editorial peresanz Shutterstock.com 1

Casa Batlló – Barcelona – Espanha | Crédito editorial: peresanz / Shutterstock.com

Acha que acabou? A resposta para essa pergunta é uma só: não. A Casa Vicens traz uma frente cheia de pedras, tijolos vermelhos e azulejos cerâmicos coloridos com xadrez e florais, apresentando elementos da arquitetura moura. Em contrapartida, o Palau Güell tem uma aparência um tanto sombria. Contudo, seu interior exibe um hall central com um domo para entrada da luz do sol, o que causa um efeito que lembra um planetário.

Para fechar com chave de ouro, que tal conhecer a fonte Cascada Monumental? Situada no Parc de la Ciutadella, foi projetada pelo arquiteto Josep Fontserè, que teve Gaudí como assistente enquanto ele ainda era estudante.

OUTROS POINTS ARTÍSTICOS IMPERDÍVEIS

Barcelona promove um mergulho e tanto no universo da arte. Primeiramente, o Museu Picasso ostenta uma coleção com mais de 3.500 obras do renomado artista e é composto por cinco grandes palácios com arquitetura gótica catalã. Espia só algumas das peças em exibição por ali: “Homem com boina”, “Retrato de tia Pepa”, “Ciência e Caridade”, “O divã” e “O abraço.

Museu Marítimo - Barcelona - Espanha | Crédito editorial: Iakov Filimonov/Shutterstock.com

Museu Marítimo – Barcelona – Espanha | Crédito editorial: Iakov Filimonov/Shutterstock.com

Já o Museu Marítimo divulga a cultura marítima catalã de forma inovadora. Instalado nos antigos estaleiros reais da cidade, seu acervo guarda importantes peças da Escola Náutica de Barcelona, enquetes, cartas náuticas e bibliografias sobre navegações e a história naval. Outra dica é reservar um tempinho para explorar o Museu Egípcio. Afinal, são mais de 1.000 peças, divididas em 10 seções temáticas, que contam a história da civilização egípcia.

Como evitar o jet lag: 7 dicas infalíveis

Museu do Design de Barcelona - Barcelona - Espanha | Crédito editorial: Maxim Apryatin / Shutterstock.com

Museu do Design de Barcelona – Barcelona – Espanha | Crédito editorial: Maxim Apryatin / Shutterstock.com

Inclua no roteiro uma passadinha pelo Museu do Design de Barcelona, que nasceu da mistura de uma série de museus já existentes. São eles: Museu de les Arts Decoratives, Museu de Ceràmica, Museu Tèxtil i d’Indumentària e Gabinet de les Arts Gràfiques. Seu acervo soma mais de 70 mil objetos que vão do século 4 à atualidade, contemplando coleções únicas de tecidos medievais e vidro esmaltado catalão do século 16, entre outros.

Salas VIP dos aeroportos: o que são e como ter acesso a elas

Para os(as) amantes de música, o Museu de La Musica é uma dica excelente. Guarda mais de 500 instrumentos, incluindo, por exemplo, uma coleção de guitarras clássicas considerada entre as mais importantes do mundo. Além disso, tem salas interativas, nas quais é permitido tocar vários instrumentos. Legal, né?

Museu Nacional d’Art de Catalunya - Barcelona - Espanha | Crédito editorial: Iakov Filimonov/Shutterstock.com

Museu Nacional d’Art de Catalunya – Barcelona – Espanha | Crédito editorial: Iakov Filimonov/Shutterstock.com

Em linhas gerais, Barcelona é um reduto e tanto de museus, história e arte. Por isso, se possível, visite também os seguintes lugares: Museu Nacional d’Art de Catalunya, Fundació Joan Miró, Museu d’Art Contemporani, Centre de Cultura Contemporània, Fundació Antoni Tàpies, Museu Frederic Marès e CosmoCaixa (Museu de la Ciència).

Por que comprar com um(a) agente de viagens? Confira 13 motivos

Quer ir para Barcelona? Então consulte um agente de viagens

Se você estiver pensando em viajar, consulte, antes, um(a) agente de viagens. Dessa forma você tem acesso aos melhores roteiros, aos melhores hotéis e, de quebra, garante assistência antes, durante e depois do passeio.

Viagens bate-volta pelo Brasil: para onde ir a partir de 10 capitais

Agora, se você já teve a chance de visitar Barcelona, conta pra gente nos comentários! Isso porque, ao compartilhar sua experiência, você acaba ajudando outros viajantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0