O que fazer no Rio de Janeiro em 2 ou 3 dias; destino é um dos melhores do mundo para visitar em 2022

Praia de Copacabana Rio de Janeiro shutterstock 1369316819

Antes de qualquer coisa, a Praia de Copacabana é a mais famosa do Rio. Portanto, vale a pena conhecê-la | Crédito: Shutterstock

shutterstock 1033504918

Tentando decidir o que fazer no Rio de Janeiro? Pois a gente te ajuda com um roteiro de dois a três dias na cidade | Crédito: Shutterstock

Fala a verdade: quantas vezes você já pensou em ir ao Rio de Janeiro, um dos mais importantes cartões-postais do Brasil? Afinal, a Cidade Maravilhosa – alcunha mais do que merecida, aliás – é um polo de diversão e agito, coroado por uma beleza única e tão diverso quanto os sotaques encontrados por ali.  Inclusive, o lugar foi eleito um dos melhores destinos a serem visitados em 2022 pela renomada revista britânica Condé Nast Traveller.

12 cartões-postais mais famosos do Brasil: quantos você conhece?
Conheça o bairro de Santa Teresa (RJ): o que fazer e onde se hospedar

Uma das formas mais rápidas de chegar ao Rio é de avião. E o RIOgaleão, principal aeroporto da cidade e o segundo maior do país em movimento internacional, é o local perfeito para desembarcar na região. Mesmo porque ele desfruta de uma localização estratégica, facilitando o acesso pra quem pretende se hospedar na Barra da Tijuca e Recreio, sem deixar de estar perto dos bairros mais queridinhos dos(as) brasileiros(as), como Copacabana e Ipanema. Ao mesmo tempo, o aeroporto está localizado perto das principais vias de acesso à cidade, o que o posiciona a curtas distâncias de outros points fluminenses, como a Região dos Lagos, Região Serrana e Costa Verde.

Ah, e você sabia que, ao contrário de outros aeroportos, o RIOgaleão praticamente nunca fecha? Se você somar o número de horas em que ele não está de portas abertas, vai ver que elas se aproximam de 24h ao longo de um ano inteiro. Ou seja: em 12 meses, o local fica fechado por apenas um dia.

Bom, agora que você já sabe onde descer, nada melhor do que ter bem fresquinho na mente qual vai ser o seu roteiro de viagem, né? Pra te ajudar com isso, nós separamos aqui algumas dicas de o que fazer no Rio de Janeiro em dois ou três dias. Bora lá!

O QUE FAZER NO RIO DE JANEIRO EM DOIS OU TRÊS DIAS 

Dia 1: Centro Histórico e Maracanã 

Maracana Rio de Janeiro Credito editorial ADLC shutterstock 1776783917

Vai pro Rio de Janeiro? Então não deixe de visitar o Maracanã | Crédito editorial: ADLC/Shutterstock.com

Quando a gente está a fim de conhecer de verdade uma cidade a melhor coisa é passear pelas ruas do Centro Histórico. Pois bem, e a parte boa é que, quando estiver por lá, você pode aproveitar pra tomar um delicioso café da manhã na ilustre Confeitaria Colombo. Mas, ó, lembre-se: durante a semana o local abre às 11h e, aos sábados, às 10h, ficando fechada aos domingos, OK? De toda forma, vale ficar de olho nos horários de funcionamento pra não passar nenhum aperto.

O que fazer no Rio de Janeiro com chuva: 7 dicas de lugares para conhecer

Recarregou as energias? Joia! Dali a dica é fazer um passeio a pé por algumas atrações bem famosas. Entre elas, destaque para o Museu do Amanhã, o Museu de Arte do Rio de Janeiro, a Igreja de Nossa Senhora da Candelária, o Teatro Municipal do Rio de Janeiro, os Arcos da Lapa e a Escadaria Selarón. Garanta uma câmera em mãos para registrar tudo isso e, de quebra, os grafites do Kobra, localizados no movimentado Boulevard Olímpico.

 Credito editorial Catarina Belova shutterstock 333551885

O que fazer no Rio de Janeiro: em primeiro lugar, prepare a câmera, porque a Escadaria Selarón rende fotos muito bonitas | Crédito editorial: Catarina Belova/Shutterstock.com

Depois de percorrer o centro da cidade, reserve a tarde para visitar o Maracanã, visto que o acesso é muito fácil. Dessa forma você consegue ver de perto um dos grandes (literalmente!) cartões-postais do Rio. O estádio mais famoso do Brasil oferece um tour superbacana que conta a história do futebol brasileiro e, de quebra, te permite entrar em campo pela escadaria onde já passaram os maiores craques do futebol mundial.

Se você não chegar muito tarde ao Maracanã, pode emendar com um pôr do sol no Arpoador. Junte-se aos cariocas, aplauda o sol e seja grato(a) pelo dia. À noite, por outro lado, aproveite para jantar em Copacabana e curtir a brisa fresca do mar. Escolha entre um dos inúmeros rooftops dos hotéis da orla para aquele jantarzinho com vista ou para tomar um drink e desfrutar a noite. Se tiver a fim de um agito, volte para a Lapa, o bairro mais boêmio do Rio, e aproveite as dezenas de opções de casas de música brasileira.

Dia 2: Cristo Redentor, Jardim Botânico, Lagoa Rodrigo de Freitas e Leblon 

Credito editorial Iurii Dzivinskyi shutterstock 1438875557

Acima de tudo, quem vai ao Rio precisa, necessariamente, visitar o Cristo Redentor. Além de ser um ponto turístico imperdível, tem uma vista impressionante | Crédito editorial: Iurii Dzivinskyi/Shutterstock.com

Cristo Redentor é um daqueles pontos turísticos que dispensam qualquer tipo de apresentação. Até porque quem não conhece a gigantesca estátua de braços abertos para o mundo e para a beleza surreal que a rodeia? Justamente por ser tão popular, o ideal é ir pra lá logo cedo a fim de evitar filas. Além disso, se tiver menos gente à sua volta fica bem mais fácil de conseguir aquela foto especial.

Na sequência, a dica é passear pelo Jardim Botânico. O lugar é um reduto de natureza, uma vez que, como o nome já indica, abriga diversas espécies de plantas, tais como vitórias-régias e palmeiras enormes. Logo, aproveite a good vibe do local para relaxar. Outra dica imperdível é circular pela Lagoa Rodrigo de Freitas. Ela é tão famosa que consta até mesmo em Monopoly, aquele tradicional jogo de tabuleiro que também atende pelo nome de Banco Imobiliário.

Rio de Janeiro ao ar livre: 8 points imperdíveis
Lagoa Rodrigo de Freitas Rio de Janeiro shutterstock 1949402206

Fora sua beleza cênica, a Lagoa Rodrigo de Freitas, na Cidade Maravilhosa, esbanja opções de lazer | Crédito: Shutterstock

E tamanha fama não é à toa! Nos arredores da lagoa dá pra brincar de pedalinho e stand up paddle, assim como curtir restaurantesbares e uma área exclusiva para andar de patins. Ao mesmo tempo, o local contempla uma ciclovia e o Parque Natural Municipal da Catacumba, com opções de trilhas e de atividades para as crianças.

Quer fechar o dia com chave de ouro? Então vá em direção ao Leblon, um dos bairros mais ilustres da cidade. Isso porque lá você encontrará um belo mirante e uma praia magnífica. Se der tempo, estique até a Praia de Ipanema, que fica ao lado. Para completar, delicie-se em um dos bares ou restaurantes que se estendem na Rua Dias Ferreira, no Leblon, bastante agitada principalmente aos fins de semana.

Dia 3: Pão de Açúcar, Copacabana e Barra da Tijuca 

Pao de Acucar Rio de Janeiro Credito editorial Joao Paulo V Tinoco shutterstock 1524785210

Vista parcial do topo do Pão de Açúcar, ícone do Rio de Janeiro | Crédito editorial: Joao Paulo V Tinoco/Shutterstock.com

Guarde o último dia no Rio para visitar uma das atrações mais cobiçadas da cidade: o Bondinho Pão de Açúcar. A partir da Praia Vermelha, prepare-se para pegar o primeiro bondinho, que conduz até o Morro da Urca. De lá, um segundo bondinho leva até o topo do Morro do Pão de Açúcar.

quase 400 metros acima do nível do mar, a vista que se tem dali de cima é daquelas que se pode dizer de tirar o fôlego. A beleza deslumbrante da Cidade Maravilhosa arranca suspiros e aparece de uma vez só, sem nenhum tipo de pudor. Tire quantas fotos quiser; todavia, tenha em mente que nada se compara a admirá-la ao vivo e a cores. E, de lá do alto, pode ter certeza de uma coisa: essa vista vai fazer você querer voltar ao Rio mais uma centena de vezes. O espaço conta com bares e opções de gastronomia para você aproveitar enquanto aprecia a vista indescritível. Tome uma caipirinha, um café ou um açaí para seguir no clima carioca.

Depois de viver grandes emoções no Pão de Açúcar, chegou a hora de sentir a vibe de Copacabana. A Princesinha do Mar já foi cenário de inúmeras novelas e é uma das marcas registradas da Cidade Maravilhosa. Logo, não pode faltar ao seu roteiro de forma alguma, seja esta a sua primeira ou vigésima visita ao destino.

Praias do Rio de Janeiro: um giro pelas estrelas da zona sul
Vem ver quais são os principais pontos turísticos do Rio de Janeiro
Praia de Copacabana Rio de Janeiro shutterstock 1369316819

Antes de qualquer coisa, a Praia de Copacabana é a mais famosa do Rio. Portanto, vale a pena conhecê-la | Crédito: Shutterstock

Turiste à vontade por lá. Em outras palavras, isso significa tirar foto com a famosa estátua de Carlos Drummond de Andrade e caminhar sem pressa de uma ponta a outra da icônica orla. Para uma experiência completa, conheça também o Forte de Copacabana e o museu marítimo que o local abriga.

E, já que a gente tá falando de lugares emblemáticos, não tem como não mencionar a Barra da Tijuca. Se tiver coragem, pule de asa-delta do alto da Pedra Bonita. Contudo, se esse tipo de coisa não for a sua praia, não tem problema: a vista por só já vale a pena – e você também pode se divertir observando os(as) aventureiros(as) de plantão se preparando.

Ainda pela Barra da Tijuca, não deixe de visitar a Cidade das Artes. Trata-se de um complexo cultural de design arrojado e com uma quedinha por grandes espetáculos. Por fim, dê uma passadinha na Praia do Pepê. Afinal, ela costuma ser uma das favoritas dos moradores, é propícia para a prática de esportes e oferece diversas atividades para as crianças.

Bônus: inclua a Região dos Lagos e outras cidades à lista de o que fazer no Rio de Janeiro 

Se você chegou até aqui já deve ter percebido que não é tarefa das mais simples responder à pergunta “o que fazer no Rio de Janeiro”, certo? Isso é verdade. Contudo, e embora seja difícil deixar a Cidade Maravilhosa para trás, é sempre muito válido esticar a trip até outros destinos do estado.

Afinal, o que fazer em Búzios (RJ)? Um tour pelas praias do destino
O que fazer na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro
Praia da Azeda Buzios Rio de Janeiro shutterstock 401011393

Tá a fim de explorar a Região dos Lagos? Pois vale a pena começar por Búzios | Praia da Azeda, Armação dos Búzios (RJ) | Crédito: Shutterstock

Nossa dica é ou começar pelo interior do estado ou deixar para o final da trip, assim você aproveita da curta distância de/para o RIOgaleão, uma mão na roda na logística da sua viagem! Isso porque o aeroporto está a 140 km de distância do balneário de Búzios, por exemplo, na Região dos Lagos. Já ouviu falar nesse nome, né? Pois nem a atriz francesa Brigitte Bardot foi capaz de resistir ao seu charme ainda na década de 1960. Apesar de ainda hoje sua beleza permanecer intacta, sua infraestrutura se transformou bastante – pra melhor, é claro.

Dona de 23 praias de cair o queixo, a cidade como um todo é bem instagramável. E a Rua das Pedras, a principal, só comprova isso. Você vai ver que é uma delícia passear por entre seus restaurantes, bares e lojinhas.

Ilha de Cataguas Angra dos Reis Rio de Janeiro shutterstock 1279350484

Dá só uma olhada no que te espera na Ilha Cataguás, em Angra dos Reis (RJ) | Crédito: Shutterstock

Outra opção é Angra dos Reis, a menos de duas horas de carro do aeroporto. O destino, figurinha carimbada entre as celebridades, tem uma ilha paradisíaca para cada dia do ano. Isso mesmo, são 365 ilhas dos mais variados tamanhos para serem exploradas. Tá a fim de ir pra lá? Então anote aí os lugares por onde você precisa passar: Lagoa AzulPraia do Dentista, Ilha Cataguás e Ilha Botinas. Esses são apenas alguns dos pontos imperdíveis.

O que fazer em Angra dos Reis (RJ): conheça 7 pontos turísticos
Arraial do Cabo (RJ): o que fazer e melhor época para ir

Quer mais? O Rio de Janeiro ainda conta com outros destinos deslumbrantes da Região dos Lagos – destaque para Arraial do Cabo e Cabo Frio, na mesma região de Búzios. Agora, se você for fã mesmo de um friozinho, não perca a chance de visitar a Região Serrana, com cidades como TeresópolisPetrópolis Penedo, entre outras. A serra fluminense é famosa pela produção de cerveja, chocolates e seus deliciosos fondues. Quem não curte a ideia de tomar um vinho à beira de uma lareira debaixo do cobertor?

Curtiu as dicas de o que fazer no Rio de Janeiro? Então programe a sua viagem 

Arpoador Rio de Janeiro shutterstock 1063033478

Anote aí na sua lista de o que fazer no Rio de Janeiro: assistir ao pôr do sol do Arpoador | Crédito: Shutterstock

Além da Cidade Maravilhosa: para onde ir no estado do Rio de Janeiro
8 dicas incríveis de lugares perto do Rio de Janeiro para conhecer

E aí, gostou das nossas muitas dicas de o que fazer no Rio de Janeiro? Agora você já sabe tudo que te espera ao desembarcar no aeroporto RIOgaleão! Sendo assim, que tal entrar em contato com um(a) agente de viagens e programar essa viagem pra lá de especial? Essa é a forma mais segura (e mais tranquila!) de se viajar.

Ah, e depois sinta-se mais do que convidado(a) a voltar aqui e a deixar um comentário contando como foi a sua experiência!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0