Rio de Janeiro ao ar livre: 8 points imperdíveis

Nem só de praias vive a Cidade Maravilhosa. Cheia de atrativos, todo mundo sabe que a capital fluminense tem muito a oferecer aos visitantes. E é claro que é impossível não citar logo de cara o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, né? Mas, além disso, saiba que é muito fácil – e muito prazeroso! – curtir o Rio de Janeiro ao ar livre. Saca só as dicas que a gente separou!

O que fazer no Rio de Janeiro: principais pontos turísticos

1. Arcos da Lapa

Rio de Janeiro ao ar livre - Arcos da Lapa - Rio de Janeiro | Crédito: Leandro Neumann Ciuffo

Arcos da Lapa – Rio de Janeiro | Crédito: Leandro Neumann Ciuffo

Primeiramente, que tal uma foto bem tradicional? Acredite, nenhuma viagem pelo Rio é completa sem conhecer essa região e fotografar os inesquecíveis Arcos da Lapa. Famoso pelo agito da cidade, o bairro é um dos redutos mais clássicos do destino. Ao mesmo tempo, seus 42 arcos em estilo românico são considerados a maior obra arquitetônica do Brasil colonial.

2. Escadaria Selarón

Rio de Janeiro ao ar livre shutterstock 106217651

Escadaria Selarón – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Próxima parada: a colorida Escadaria Selarón. Outro ponto imperdível do Rio de Janeiro ao ar livre, a atração merece, de fato, todos os holofotes. Obra do artista plástico chileno Jorge Selarón, são ladrilhos e azulejos vindos do mundo todo colocados lado a lado, criando um mosaico interminável de cor. Ou seja: prepare-se para muitas selfies e fotos icônicas.

3. Trilha da Pedra Bonita

Rio de Janeiro ao ar livre - Pedra Bonita - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Pedra Bonita – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Perfeita para começar o dia com muito contato com a natureza, a trilha começa pertinho da Barra da Tijuca. O caminho, enfeitado pela flora local, acaba em uma plataforma de rocha que oferece uma vista deslumbrante da Pedra da Gávea, da cidade, das praias e do mar. Ah, e atenção, aventureiros: vocês podem usar a rampa de voo para descer de asa-delta até a areia da Praia do Pepino.

4. Arpoador

shutterstock 286952678

Arpoador – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Que tal uma pausa para conferir o pôr do sol? Cartão-postal do Rio, o Arpoador é o lugar perfeito para isso. Localizado entre o Forte de Copacabana e as ruas São Francisco Otaviano e Vieira Souto, dali é possível apreciar a vista do mar e relaxar juntinho com a natureza. Em outras palavras, é mais um lugar do Rio de Janeiro ao ar livre para adicionar à sua listinha!

5. Jardim Botânico

shutterstock 1562767330

Jardim Botânico – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Já que o tema é ar livre e natureza, não podemos deixar de citar o Jardim Botânico, certo? Afinal, o local guarda quase 7 mil espécies de plantas, entre elas raros exemplares da flora brasileira e alguns originários de outros países. Uma vez por lá, vale fotografar as flores, assim como o chafariz central, o orquidário, o lago com vitórias-régias, o bromeliário e o jardim japonês. Curiosidade: o Jardim Botânico foi construído em 1808 por D. João VI, portanto não deixe de conhecer este marco histórico.

6. Lagoa Rodrigo de Freitas

shutterstock 1386030191

Lagoa Rodrigo de Freitas
– Rio de Janeiro | Crédito editorial: Antonio Salaverry / Shutterstock.com

Muito procurada pelos cariocas, a Lagoa Rodrigo de Freitas é perfeita para a prática de esportes náuticos, como remo e canoagem, por exemplo. Além disso, seus arredores são muito buscados para quem está a fim de fazer piqueniques, caminhadas e passeios de bike. Aproveite também para tomar uma água de coco para se refrescar do calor.

7. Mureta da Urca

Mureta da Urca - Rio de Janeiro | Crédito editorial: Juliano Galvao Gomes / Shutterstock.com

Mureta da Urca – Rio de Janeiro | Crédito editorial: Juliano Galvao Gomes / Shutterstock.com

Outra opção e tanto para apreciar o pôr do sol e a Baía de Guanabara, a Mureta da Urca oferece uma vista memorável aos seus visitantes. Quando chegar ali, não deixe de provar um pastel do Bar da Urca ou se deliciar com algumas de suas bebidas.

8. Pedra da Gávea

Pedra da Gávea - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Pedra da Gávea – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Por fim, bora encarar mais uma trilha? Pois saiba que essa é um desafio e tanto! Englobando diversos bairros – Barra da Tijuca, Joá, Itanhangá e São Conrado –, o percurso todo soma 1,67 km e exige bastante preparo físico. Maior bloco de pedra à beira-mar do mundo, diversas empresas oferecem o serviço de guia, então contrate uma delas para garantir sua segurança do início ao fim. Ao chegar ao topo, prepare-se para perder o fôlego, porque a vista é arrebatadora e contempla a bela orla carioca.

12 cartões-postais mais famosos do Brasil: quantos você conhece?

E você, já teve a chance de curtir o Rio de Janeiro ao ar livre? Tem alguma sugestão para compartilhar? Então conta pra gente nos comentários, uma vez que seu depoimento pode ajudar a esclarecer as dúvidas de outros viajantes.

Os comentários estão encerrados.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0