Conheça Los Cabos e Puerto Vallarta, no México

O colorido e a beleza única da Praia do Amor, em Cabo San Lucas no México | Crédito: Shutterstock

O colorido e a beleza única da Praia do Amor, em Cabo San Lucas no México | Crédito: Shutterstock

Banhado a leste pelo Oceano Atlântico e, a oeste, pelo Pacífico, o México é um país divisor de águas. Destino onde há superabundância de natureza, história, gastronomia, cultura e boemia de ponta a ponta, tão claro quanto suas praias de areias douradas e mar cristalino só o fato de que observar tamanha coleção de riquezas e peculiaridades já vale a viagem.

Reunindo em sua costa lugares adorados pelos brasileiros, como as icônicas regiões caribenhas de Cancún e Riviera Maya, é partindo em direção ao oriente, do outro lado do mapa mexicano, que se chega a Los Cabos e Puerto Vallarta, duas joias donas de mil e um encantos – nesse caso, ainda pouco explorados pelos viajantes canarinhos.

OPORTUNIDADE EM DOBRO

Queridinhas dos canadenses e norte-americanos, ambas receberam, juntas, mais de dois milhões de estrangeiros somente no primeiro semestre deste ano, de acordo com o governo local, número que as posiciona no terceiro e quarto lugares, respectivamente, no ranking de destinos com o maior volume de desembarques internacionais no país.

E isso não é à toa, não. Com termômetros acima dos 20°C até no inverno, atividades para toda a família, cenários capazes de tirar o fôlego de qualquer um e uma infraestrutura hoteleira luxuosa, marcada sobretudo pelo excelente custo/benefício, verdade seja dita: essa dupla tem todos os requisitos para conquistar de vez o mercado verde e amarelo.

Diante de tudo isso, o Segue Viagem agora convida você a fazer um tour pelas duas regiões e terminar a viagem com muitos argumentos de venda, daqueles que vão deixar os passageiros de queixo caído e em contagem regressiva para as férias.

LOS CABOS: UMA OBRA-PRIMA DE FRENTE PARA O PACÍFICO

El Arco, obra-prima esculpida pelo vento e pela água e um dos símbolos de Cabo San Lucas no México | Crédito: Shutterstock

El Arco, obra-prima esculpida pelo vento e pela água e um dos símbolos de Cabo San Lucas | Crédito: Shutterstock

Conectando uma natureza com pinta de artista, mar imponente e colorido de azul-turquesa, hotéis e resorts sofisticados e uma vibe que inspira paz e tranquilidade sem perder a animação, Los Cabos é, de fato, uma escolha perfeita – e por inúmeros motivos.

Situada no extremo sul da península que abriga o estado de Baja Sur California e a menos de 2h30 de voo da cinematográfica Los Angeles, nesse oásis mexicano que fica na pontinha do mapa, apelidado não por acaso de “El fin de la tierra” (“Fim da terra”, em português), um dos principais cartões-postais emerge justamente das águas.

EL ARCO, UMA ESTRELA CRIADA PELO MAR NO MÉXICO

Contornado pelo caliente Mar de Cortez e pelo agitado Pacífico, é no exato ponto de encontro entre eles que fica El Arco, um conjunto monumental de esculturas rochosas cercadas pelo oceano e esculpidas pela ação do vento e da água. A atração é um dos grandes símbolos de Cabo San Lucas, famosa cidade turística da região.

Parada obrigatória para fotos – especialmente quando leões-marinhos e focas podem ser avistados – e entre os visuais mais aguardados por quem faz passeios de barco ou está em um cruzeiro, uma vez ali a sugestão é estender o percurso até as estonteantes praias do Amor e do Divórcio (acredite!). Só é importante lembrar que, por serem rodeadas de pedras, o acesso é recomendado apenas via transportes aquáticos, OK?

Pertinho, outro point de lazer e entretenimento é a movimentada Playa El Médano, que oferece condições para a prática de esportes e é reconhecida pelos programas regados a muito requinte e badalação. Em seu entorno, bares e restaurantes fazem a alegria dos visitantes.

PARA NÃO ESQUECER: UM TOUR PELA MARINA

Recorte da Marina, um dos atrativos de Cabo San Lucas - México | Crédito: Shutterstock

Recorte da Marina, um dos atrativos de Cabo San Lucas – México | Crédito: Shutterstock

Ainda em Cabo San Lucas, a Marina figura como mais um lugar a ser acrescentado ao itinerário. Ancoradouro para embarcações turísticas, lanchas e iates glamorosos, o lugar é um polo gastronômico e de compras, com lojas duty-free e produtos de grife.

Além da vida noturna pulsante, comandada por festas, boates e uma série de barzinhos, sua localização privilegiada a deixa próxima de campos de golfe, torneios de pesca, spas e centros de bem-estar. Isso significa que dá para passear tranquilamente por ali durante o dia ou à noite.

AGORA O BICHO VAI PEGAR 

Chamado de “Aquário do Mundo”, o Mar de Cortez (popularmente conhecido como Golfo do México) é um legítimo santuário da vida marinha. Habitat para animais como leões-marinhos e focas, conforme já mencionado, outras hóspedes esporádicas são as baleias e orcas que migram para lá no período de reprodução, de dezembro a março, atraídas pelas águas quentinhas. Sabe o que isso quer dizer? Câmeras sempre a postos e dedos cruzados para encontrar um deles no decorrer da viagem.

ENTRE UMA ESTADA E OUTRA NO MÉXICO…

Antes de partir em direção ao norte, nada melhor que uma pausa para recarregar as baterias. E um lugar fantástico para isso faz parte do próprio percurso. Anote aí: Corredor Turístico, trajeto com mais de 30 km de extensão, tomado por diversos empreendimentos hoteleiros e paisagens singulares, que interliga Cabo San Lucas à cidade de San José del Cabo, nosso próximo destino.

AUTENTICIDADE: A GENTE VÊ POR AQUI

Dividindo os holofotes de Los Cabos com sua vizinha do sul – e tão impressionante quanto ela, é muito válido destacar –, San José del Cabo também é craque em fascinar o viajante. Mas, ali, isso acontece de um jeito diferente.

Um pouco menos “americanizada” que San Lucas e de ares bem mais pacatos, apesar de ambas reunirem atrativos semelhantes – como praias lindíssimas, campos de golfe, spas e até uma Marina que concentra estabelecimentos comerciais –, em San José del Cabo o diferencial vai para o seu perfil artístico-cultural, de fortes influências nativas.

ESPETÁCULO A CÉU ABERTO

Povoada há milhares de anos pela tribo indígena Pericúes, alvo das tentativas de colonização pelos europeus em meados do século 16 e local de instauração da missão jesuítica de San José del Cabo Añuití no século 18, uma rápida voltinha pelo destino permite contemplar o passado, que ainda se faz presente por ali.

Tendo a Praça Mijares, a Igreja de San José (construída em 1940 na área de fundação da missão jesuíta) e o Palácio Municipal entre os monumentos do chamado “Distrito de Arte”, após admirá-los em um tour realizado a pé mesmo, a dica é continuar caminhando pelas ruazinhas do centro histórico, supergraciosas e cheias de boutiques, galerias de arte, shows musicais e recintos para experimentar a culinária local.

UMA SALVA DE PALMAS PARA A NATUREZA

shutterstock 623527151

Parque Nacional Cabo Pulmo, San José Del Cabo – México | Crédito: Shutterstock

Reduto de praias deslumbrantes, muitas delas ideais para a prática de esportes como o surfe, por exemplo, para se deslumbrar ainda mais com a beleza da região a sugestão é fazer um bate-volta ao Parque Nacional Cabo Pulmo. Tombado como Patrimônio Mundial pela Unesco e a aproximadamente duas horas de carro de San José, o destaque do local fica por conta dos mergulhos para observação de sua rica biodiversidade, constituída por recifes de corais milenares e por várias espécies de animais aquáticos.

PUERTO VALLARTA: ONDE A DIVERSIDADE VIVE À BEIRA-MAR

"Puerto

Destinada aos fãs do verão que buscam por um pacote completo, conduzido por praias, serra, atividades ecoturísticas, patrimônios históricos, gastronomia renomada e visual arrebatador, em Puerto Vallarta só não há espaço para baixo-astral e preocupações. Do mais, essa cidade mexicana de semblante sereno, múltiplas cores e sorrisos garantidos está permanentemente preparada para receber o mundo todo de braços abertos, proporcionado a cada viajante uma experiência sob medida.

Pertencente ao estado de Jalisco e posicionada entre as montanhas de Sierra Madre Occidental e as águas do município Bahía de Banderas, o segredo para a estada ali entrar para a história envolve colocar o pé no freio e ficar atento aos pormenores que lhe conferem um charme único – seu design arquitetônico, por sinal, é uma bela prova disso.

MAS QUE VISTA, HEIN!

"Puerto

Exibindo um cenário apaixonante, que alia natureza e urbanidade, qualquer cantinho de Puerto Vallarta é digno de acelerar o coração. Sob uma perspectiva panorâmica, por exemplo, a paisagem remete a um quadro bucólico, no qual o verde das montanhas reluz em meio a construções de fachadas brancas e telhados vermelhos, voltadas em direção ao azul do oceano.

Já mudando do plano geral para os detalhes, comecemos então pelo centro histórico, cujas ruelas de pedra são ocupadas por lojas, bares e restaurantes e ficam em uma área que representa um conjunto emblemático de monumentos turísticos. São eles: a Plaza de Armas, a Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, o prédio da Presidência Municipal, o Mercado Municipal Rio Cuale e, nossa próxima parada, o badalado Malecón.

Convite inegável para uma voltinha descompromissada, o Malecón de Puerto Vallarta é um calçadão à beira-mar com programas para todas as idades. Adornado por palmeiras, bancos de madeira e dezenas de esculturas – como o ilustre “Caballito de Mar”, que simboliza uma criança montada em um cavalo-marinho –, além de saborear a culinária regional e encher as sacolas de compras, não dá para não prestigiar o show dos “Voladores de Papantla”. Divertido e cultural, consiste em uma cerimônia secular de música, dança e malabares (tombada como Patrimônio Imaterial pela Unesco), no qual homens vestidos com trajes típicos participam de um ritual, do alto de um mastro, em devoção aos deuses e à fertilidade da terra provida pela natureza.

ESCOLHA QUAL É SUA PRAIA

"Puerto

Diante de uma extensa faixa litorânea, quem procura por sombra e água fresca prosseguindo pelo Malecón encontra duas alternativas para ninguém botar defeito: as praias Olas Altas e Los Muertos, ambas ao sul do Rio Cuale e dispondo de completa infraestrutura.

Seguindo pela região, outras pérolas que merecem uma visita são as praias Mismaloya e Boca de Tomatlan, sendo a primeira o set utilizado para o filme “A Noite da Iguana” e, a segunda, um oásis de beleza sem fim.

Ah, o que você precisa é de um point imperdível para mergulho? Aqui vai uma dica que não tem erro: o Parque Marino Los Arcos, um paraíso natural perfeito para a contemplação do rico ecossistema marinho.

MÉXICO: UM ARRASO SÓ

"Parque

Sinônimo de alegria e pluralidade, não é à toa que Puerto Vallarta também seja referência absoluta para o público LGBTQ+.

Tida como um dos principais destinos gay friendly do mundo, várias das programações que carregam a bandeira do arco-íris estão concentradas, sobretudo, no entorno da Zona Romântica. Bem próxima ao centro histórico e reduto da boemia local, essa região abrange uma infinidade de bares, cafés, restaurantes, festas, casas noturnas, lojas e galerias de arte.

TÁ BOM OU QUER MAIS?

Empenhada na missão de entreter 24 horas por dia, a lista de coisas a se fazer nesse incrível destino litorâneo é praticamente interminável. Dá só uma olhada nas opções: curtir o pôr do sol no Cais de Los Muertos; viver a sofisticação do comércio que ronda a Marina Vallarta; admirar os tesouros naturais da reserva ecológica “El Salado”, ao norte do Rio Cuale; e se entregar às surpresas da Ilha Cuale, a qual, às margens do rio responsável por dividir a cidade nas zonas norte e sul, é a mais pura expressão do oeste mexicano, traduzindo-se em uma combinação de cores, sabores, segredos e aromas, capazes de aguçar simultaneamente todos os sentidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0