O que fazer em Águas de Santa Bárbara, interior de São Paulo

Santa Barbara SP Credito editorial Luiz Maffei Shutterstock.com shutterstock 1040392672

Recorte das Thermas de Águas de Santa Bárbara, em São Paulo l Credito editorial: Luiz Maffei/Shutterstock.com

Antes de qualquer coisa, vale a pena destacar que o município Águas de Santa Bárbara fica a cerca de 280 km da capital de São Paulo e o trajeto é todo feito por uma única rodovia, a Castelo Branco, o que permite muita tranquilidade para os(as) viajantes. Além disso, o percurso tem longas partes retas e uma pista de qualidade, tendo apenas como contraponto os diversos pedágios, que variam de R$ 4,90 a R$ 15. Mas vale a pena!

Onde se hospedar em Brotas (SP): Recanto Alvorada Eco Resort

Em linhas gerais, Águas de Santa Bárbara é uma estância hidromineral, conhecida por suas águas com propriedades terapêuticas, cuja ação medicamentosa foi confirmada pela ciência após diversos estudos e análises. Desde então, o local atrai visitantes que buscam o ecoturismo ou os minerais benéficos das águas da cidade. Quer descobrir o que fazer em Águas de Santa Bárbara? Então se liga!

O que fazer em Santos (SP): 7 atrações imperdíveis 

Confira as melhores dicas de o que fazer em Águas de Santa Bárbara (SP)

1. Conhecer a Paróquia de Santa Bárbara

A paróquia, que homenageia a mesma santa que nomeia o destino, teve sua primeira missa rezada em 1885, quando ainda era apenas uma capela de madeira. Atualmente, é uma bela Igreja Matriz no estilo gótico romano, com vitrais e murais no estilo Beuron que conversam com você sobre a protetora da cidade. Sendo assim, quando estiver por lá, vivencie a tranquilidade, simplicidade do interior e a história de Águas de Santa Bárbara.

2. Relaxar nas águas do Balneário Municipal

Santa Barbara SP Credito editorial Luiz Maffei Shutterstock.com shutterstock 1040392672

Recorte das Thermas de Águas de Santa Bárbara, no interior de São Paulo | Credito editorial: Luiz Maffei/Shutterstock.com

Localizado no Parque das Águas Guilhermina Bernardino de Souza, onde é possível aproveitar trilhas ecológicas, lagos e a beleza das margens do Rio Pardo, o Balneário Municipal Mizael Marques Sobrinho atrai os(as) interessados(a) na água medicinal. Construído ao redor da fonte de água, dá para curtir banhos de imersão, ofurôs, saunas, ducha escocesa, hidromassagem e piscinas. Apesar de a visitação ser gratuita, as atividades de lazer são pagas, OK?

O que fazer em São Paulo: conheça os principais cartões-postais do destino

3. Visitar a prainha do Parque dos Lagos

Com muitos(as) visitantes no verão, a prainha artificial de água doce e sua faixa de areia para banhistas são um dos pontos turísticos mais procurados de Águas de Santa Bárbara. A entrada é gratuita e, além da prainha, a dica é conferir o lago de pesca, uma cachoeira artificial e uma natural, as churrasqueiras e o campo de futebol. Hoje em dia o Parque dos Lagos é foco de investimento por parte da prefeitura para aumentar o conforto da galera e incentivar o turismo na região.

4. Se divertir no complexo turístico Cascata

photo5068977320102046436

Recorte da entrada do complexo turístico Cascata, em Águas de Santa Bárbara (SP) | Crédito: Monique Marie Gargur

O terreno onde fica a Cascata Capão Rico, cachoeira que dá nome ao complexo, possui a infraestrutura ideal para quem quer entrar em contato com a natureza sem, contudo, abrir mão das comodidades da cidade. De quebra, dá um show e tanto no que se refere à acessibilidade. Inaugurado em 24/04/2021, o complexo veio para incrementar o cartão-postal do destino. Com seus 1,7 mil m² de deck que rodeiam os 37 metros de queda d’água da cachoeira e suas seis piscinas naturais, o acesso facilitado à Cascata é a atração principal.

O que fazer em Socorro (SP): conheça a cidade do interior paulista 

Além da natureza exuberante, o local também é um atrativo para aqueles que gostam do turismo de aventura. Com uma tirolesa de 400 metros de queda livre, não vai faltar emoção quando você sentir o vento a 48 km/hora durante a descida. Aumente o desafio e escolha descer deitado(a), ao invés da tirolesa tradicional. A adrenalina vai às alturas! Fora isso, vale se divertir com o passeio de bote, stand-up paddle, escalada e water ball. Por outro lado, se você está a fim de sol e descanso, curtir a prainha é a escolha certa. Ah, e, para segurança de todo mundo, salva-vidas estão em de olho em tudo que acontece.

photo5068977320102046438

Vista de um dos restaurantes presentes no Cascata, em Águas de Santa Bárbara (SP) | Crédito: Monique Marie Gargur

Com as pulseiras de consumo, você consegue se programar para passar o dia na Cascata sem se preocupar em carregar dinheiro ou cartão e para usufruir com calma tudo o que o local oferece. Isso inclui os Bares da Ilha, da Praia e o restaurante do deck, que oferecem deliciosas opções gastronômicas.

6 lugares para passear no interior de São Paulo 

O acesso ao local custa R$ 30 e garante acesso à cachoeira, às piscinas naturais, à prainha e aos restaurantes. As atividades são cobradas à parte. Crianças até 10 anos entram gratuitamente, ao passo que pessoas com deficiência e acima de 65 anos têm 50% de desconto.

photo5068977320102046435

Recorte da cachoeira presente no Cascata, em Águas de Santa Bárbara (SP) | Crédito: Monique Marie Gargur

Dica bônus: o Cascata tem parceria com o Hotel Fazenda Vale das Águas e, portanto, os(as) hóspedes conseguem descontos nos ingressos. Dessa forma, a entrada custa R$ 25 por pessoa. Sendo assim, já anote aí o horário de funcionamento: de sexta-feira a domingo e em feriados, das 10h às 17h. O point conta com estacionamento gratuito e é pet friendly.

O que fazer em Serra Negra (SP): 7 atrações imperdíveis
Afinal, quais são os estados do Sudeste do Brasil? 

E aí, gostou das nossas dicas de o que fazer em Águas de Santa Bárbara, no interior de São Paulo? Se você já incluiu a cidade na sua bucket list, não deixe de entrar em contato com um(a) agente de viagens. Dessa forma você tem acesso às melhores ofertas e resolve tudo com muito mais segurança e conforto! 😉

3 Comentários

  1. Osmar Faria disse:

    Passar o dia na Cascata do Capão Rico com a família é tudo de bom. Existe uma infinidade de atividades que podem ser feitas pode ser em turismo de aventura com a descida da tirolesa que passa por cima da queda d´água, aproveitar as diversas piscinas naturais e ficar aproveitando tudo o que a natureza tem a oferecer. Quando estivemos passeando pela Cascata observamos uma enorme família de quatis que curiosos vieram observar o movimento. Outra coisa interessante é a diversidade de cantos de pássaros que ficam cantando nas árvores do parque. O que me chamou muito a atenção foi a limpeza do local e o excelente restaurante. Indico o Filé a Parmegiana de Tilápia que estava extraordinário. Venham conferir.

  2. Jair de Lima disse:

    Lugar lindo

  3. Jair disse:

    O lugar é lindo, porém a cobrança de taxa e exorbitante por nao poder entrar com seus kits para consumir no local, os preços lá sao carissimos, na minha opniao deveria deixar levar seu consumo e cobrar a entrada, ou entrada gratuita sem entrar com seu kit, pois com certeza o movimento seria muito maior, pois tinha o minimo de visitantes num local tão bonito. Sem placas de aviso para estacionamento de Ré.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0