Gramado: o que fazer na cidade em três dias

Gramado – Rio Grande do Sul | Crédito: Shutterstock

Muitas vezes associamos viagem a férias, pois é o período em que temos mais tempo para explorar outros lugares e relaxar. Mas por que não tirar um fim de semana ou algum feriado prolongado para conhecer um destino diferente nessas brechinhas do dia a dia? Pensando nisso, fizemos um roteiro de 72 horas pela charmosa cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul. Confira:

Primeiro dia

Aproveite o primeiro dia na cidade para conhecer o centro. Partindo da Avenida Borges Medeiros, caminhar até a Rua Coberta é uma ótima ideia para descobrir o que há nos arredores. No trajeto, você passará por muitas lojinhas, bistrôs, bares e cafés.

A Rua Coberta também é palco para eventos e apresentações e uma ótima opção para curtir a noite. Como o próprio nome indica, o lugar dispõe de um telhado, podendo ser visitado mesmo em dias chuvosos.

Na região, você ainda poderá visitar o Palácio dos Festivais e a Igreja Matriz São Pedro, localizados na Praça Major Nicoletti – o primeiro sedia a exibição dos filmes participantes do Festival de Cinema de Gramado – Cinema Brasileiro e Latino. A alguns passos dali ficam a Praça das Etnias, a Rótula das Bandeiras, onde existe uma estátua do Kikito (símbolo e prêmio máximo concedido no Festival de Gramado) e o Lago Joaquina Rita Bier.

Palácio dos Festivais – Gramado – Rio Grande do Sul | Crédito: Dani Villar / Festival de Cinema de Gramado

Depois de uma pausa para o almoço, faça a digestão andando até o Mini Mundo e contemple as réplicas em miniaturas de construções de todo o globo. Os detalhes são impressionantes.

Minimundo Gramado - Rio Grande do Sul | Crédito: Cesar Cardoso

Minimundo Gramado – Rio Grande do Sul | Crédito: Cesar Cardoso

Saindo do Mini Mundo, a cerca de 20 minutos está o Lago Negro, ponto turístico para fazer belas fotos e curtir um passeio de pedalinho.

Lago Negro – Gramado – Rio Grande do Sul | Foto: Divulgação Trend

A noite é propícia para saborear um fondue ou conhecer um dos restaurantes da cidade.

Segundo dia

A sugestão para o segundo dia é conhecer a cidade de Canela. Partindo de carro de Gramado, siga em direção à Avenida das Hortênsias, onde, logo no começo, é possível fazer uma parada no Mirante de Belvedere e fotografar a vista panorâmica do vale.

Mirante Belvedere Vale do Quilombo – Gramado – Rio Grande do Sul | Foto: Ricardo André Frantz

Já na cidade você pode visitar o Parque do Caracol e a casa da Cascata do Caracol, queda d’água com 131 metros de altura cercada por uma bela mata. Há, ainda, no local um elevador panorâmico (pago à parte), mirantes, trilhas e uma escadaria de quase mil degraus que levam até a base da cascata.

Cascata do Caracol – Canela – Rio Grande do Sul | Crédito: Ricardo Varela (Secretaria de Turismo de Canela)

No parque vizinho, o Parque da Serra, rola fazer um passeio de bondinho que dá vista para a Cascata do Caracol.

Em seguida, uma boa ideia é ir ao Alpen Park, parque de diversões com montanha-russa, tirolesas, trenó de montanha, cinema 4D, arvorismo, quadriciclos e mirante. Ou, caso queira continuar com o turismo de natureza, o Parque da Ferradura pode ser uma ótima pedida, já que é ali que fica o cânion do Rio Caí.

Alpen Park – Canela | Crédito: Divulgação Alpen Park

Na região central, você encontrará excelentes opções para almoçar.

Após recarregar as energias, dá para caminhar por ali para conhecer o Castelinho Caracol, uma das primeiras residências da cidade, e a Catedral de Pedra, um dos cartões-postais da Serra Gaúcha.

Catedral de Pedra – Canela – Rio Grande do Sul | Crédito: Tiago Fioreze

Na volta para Gramado, a Avenida das Hortênsias é o endereço de algumas atrações. Você pode passar em uma fábrica de chocolate, como a da Prawer ou da Caracol (Reino do Chocolate), no Museu de Cera Dreamland ou no Hollywood Dream Cars, que expõe modelos antigos de carros.

A dica é encerrar o dia com um café colonial, típica refeição alemã que é um verdadeiro banquete e cujo cardápio conta com bolos, pães, salames, carnes, vinhos e muito mais.

Terceiro dia

No último dia, aproveite para visitar o GramadoZoo, que está a pouco mais de 10 quilômetros do centro da cidade e abriga animais da fauna brasileira. Saindo do zoológico, uma sugestão é fazer uma parada no Le Jardin Parque de Lavanda, que, com uma área aberta e bem cuidada, tem como foco a plantação de espécies de lavanda.

Para quem gosta de vinhos, vale fazer um tour pela propriedade e conhecer de perto o processo de produção da Vinícola Ravanello. Ao final da visita, aproveite uma degustação maravilhosa.

Próximo da vinícola fica o Snowland, parque de neve indoor perfeito para aproveitar as pistas de esqui, snowboarding e patinação no gelo e com lojinhas e restaurantes.

Snowland – Gramado – Rio Grande do Sul | Crédito: Divulgação / Snowland

E é no Snowland, aproveitando a neve artificial e as atividades que ela proporciona, que termina o nosso roteiro de três dias em Gramado.

Já visitou a cidade? Tem alguma outra dica? Conta pra gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0