O que fazer em Paraty, no Rio de Janeiro

Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

*Atualizado às 09h49 do dia 02/12/2020

Sítio misto – ou seja, região que mescla biodiversidade e patrimônio cultural – reconhecido pela Unesco, Paraty é uma das estrelas do estado do Rio de Janeiro. Cheia de atrações e ideal para eternizar momentos em belas fotografias, a cidade tem tudo para ser o seu próximo destino. Duvida? Pois a gente preparou uma listinha e tanto com sugestões de o que fazer em Paraty.

Confira detalhes da reabertura de Paraty e Angra dos Reis (RJ)
Viajar na quarentena: saiba quais destinos nacionais já reabriram

Atenção: antes de qualquer coisa, é importante ficar a par de como estão as coisas devido à pandemia. Lá vai: hotéis e pousadas já podem reabrir, desde que se limitem a 50% de sua capacidade máxima, ofereçam café da manhã sem buffet e garantam que os quartos fiquem ao menos 24h vazios entre um hóspede e outro. Restaurantes e bares locais também podem funcionar, mas devem respeitar o mesmo limite de lotação dos hotéis, assim como os barcos utilizados para turismo. Lembre-se também de checar se os lugares que você quer visitar estão funcionando, combinado?

1. Tour pelo centro histórico

Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Paraty – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Cultural e extremamente artístico, o centro histórico de Paraty pode ser facilmente definido como encantador. Não à toa, o casario antigo é o principal cartão-postal da cidade. As construções, somadas às ruas de pedra e ao clima bucólico, fazem do local o cenário perfeito para fotos. Uma curiosidade: toda a região foi planejada para viver conforme as marés, por isso as casas foram erguidas um degrau acima. A dica é reservar um tempinho para caminhar com calma por ali e apreciar este riquíssimo conjunto arquitetônico, tombado pelo IPHAN como Patrimônio Nacional. Portanto, use sapatos confortáveis e deixe-se perder pelas vielas.

2. Conheça as praias de Paraty

Praia dos Antigos - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Praia dos Antigos – Paraty – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Quando falamos em Paraty logo imaginamos as praias, não é? Então, se você se amarra em sol e mar, saiba que não vai se decepcionar! A Praia do Sono é uma das mais bonitas, sendo acessada por trilhas ou barcos, enquanto a Praia dos Antigos proporciona uma belíssima vista e tem águas claras e areia branquinha. Já a Praia do Pontal é a mais próxima do centro e conta com uma excelente estrutura.

Tá a fim de praticar esportes? A Praia da Ponta Negra é ótima para snorkeling, ao passo que a Praia do Cepilho, na estrada para Trindade, é ideal para os surfistas. Para curtir uma vibe histórica, a Praia de Paraty Mirim abriga ruínas de vários casarões e a charmosa Capela Nossa Senhora da Conceição.

Cabe ressaltar também as praias de São Gonçalo e São Gonçalinho, acessíveis de carro, já que estão a mais ou menos 30 minutos do centro. Ambas são bem tranquilas: o mar é manso e nenhuma das duas costuma ficar muito cheia. Isso significa que são ótimas opções para curtir um dia inteirinho no maior sossego.

Só vai: cinco rotas litorâneas pelo Brasil que valem a viagem

3. Visite o Forte Defensor Perpétuo

Forte Defensor Perpétuo - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Forte Defensor Perpétuo – Paraty – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Construído com o intuito de proteger o porto na época do escoamento do ouro, o Forte Defensor Perpétuo é o único que restou – ao todo eram seis. Dono de uma vista linda de Paraty e de sua baía, hoje funciona como museu. O local exibe um acervo de peças autênticas vindas da Grã-Bretanha, como canhões que atiravam balas de 6 kg a uma distância de 2 mil metros. E não acaba por aí! Além disso há caldeirões utilizados para a produção de açúcar e uma série de outras peças, como troncos de escravos e tambores de Jongo, por exemplo. Em outras palavras, o forte é imperdível para quem é apaixonado por história.

4. Confira o Museu de Arte Sacra de Paraty

Igreja de Santa Rita - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Igreja de Santa Rita – Paraty – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Parte da Igreja de Santa Rita, o Museu de Arte Sacra de Paraty está aberto desde 1973 e reúne mais de 200 peças datadas dos séculos 18 e 20. O que vai encontrar por lá? Mobiliário, prataria, joias, coroas, cálices e bacias, entre outros objetos litúrgicos. Igualmente rico, seu exterior traz características arquitetônicas em estilo jesuítico. Ou seja: câmeras em mãos, OK?

5. Faça um passeio pela Lagoa Azul

Lagoa Azul - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Lagoa Azul – Paraty – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Um dos points que não podem ficar de fora da listinha de o que fazer em Paraty, a Lagoa Azul é dona de águas azuis e rodeada por uma mata verde inacreditável. Para completar, a orla é formada por rochas e por uma areia dourada. Cenário digno de filme, o local é acessado somente pelo oceano. Para visitá-lo, há duas opções: contratar passeios de escuna ou então locar um barco no porto da cidade. De uma forma ou de outra, acredite, vai valer a pena!

6. Fique em contato com a natureza no Parque Nacional da Serra da Bocaina

Pedra da Marcela - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Deni Williams / Shutterstock

Parte da vista da Pedra da Macela, que fica na divisa entre Cunha (SP) e Paraty (RJ) | Crédito editorial: Deni Williams/Shutterstock.com

Situado na Serra do Mar, o parque fica entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Preocupado tanto com a questão ecossistêmica, quanto em oferecer opções ecoturísticas, foi inaugurado em 1971 e tem diversas atrações para curtir junto à natureza. Anote aí as mais famosas: a Trilha do Ouro, percurso da rota do antigo caminho colonial do século 17; a Cachoeira Santo Isidro e suas duas quedas; e a Pedra da Macela, point que fica exatamente na divisa entre as cidades de Cunha (SP) e Paraty. Ele é imperdível porque proporciona uma vista panorâmica de Ilha Grande, Angra dos Reis e Paraty, por exemplo.

Natureza e ar livre: conheça os principais parques nacionais do Brasil

7. Dê um pulo no famoso Saco do Mamanguá

Saco do Mamanguá - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Saco do Mamanguá – Paraty – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Único fiorde do Brasil, o Saco do Mamanguá tem mais de 6 km de extensão e 2 km de largura. Uma vez por lá é possível conhecer as típicas vilas caiçaras, provar as deliciosas porções de peixes e frutos do mar. Bônus: curtir as praias – são 33 ao todo, então escolha a que tiver mais a ver com você.

8. Curta muito as cachoeiras de Paraty

Cachoeira da Pedra Branca - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Cachoeira da Pedra Branca – Paraty – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Paraty é, sem dúvida alguma, um paraíso quando o tema é contato com a natureza. Para coroar, a cidade também é a casa de diversas cachoeiras. Inclusive, não deixe de conhecer a Cachoeira do Iriri, que foi cenário do filme “Amanhecer – parte 1”, da saga “Crepúsculo”. Ela fica em uma área de preservação ambiental e também abriga uma aldeia indígena Pataxó. Outra que definitivamente vale a visita é a Cachoeira da Pedra Branca, marcada por quedas e piscinas naturais. Caso você esteja procurando o que fazer em Paraty, tenha em mente que as cachoeiras são sempre uma ótima pedida.

9. Relaxe na piscina natural do Cachadaço

Praia do Cachaçado - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Praia do Cachaçado – Paraty – Rio de Janeiro | Crédito: Shutterstock

Esta é mais uma dica de ouro para quem está viajando de carro. Point formado por pedras e piscinas naturais, é acessado por trilhas de nível médio de dificuldade e está localizado no final da Praia do Cachadaço. Fica em Trindade, a quase 30 km de distância de Paraty. O espaço é ideal para ver de pertinho a vida marinha por meio da prática de snorkeling. Contudo, fique atento à profundidade para não se machucar, já que a maior parte não ultrapassa 1 metro, OK? Se quiser fugir de aglomerações, evite finais de semana e feriados. Embora tenda a ficar bem cheio, o lugar é muito bonito.

10. Acompanhe a fabricação da cachaça

Alambique - Paraty - Rio de Janeiro | Crédito: Studio Aline Fernandes / Shutterstock

Alambique – Paraty – Rio de Janeiro | Crédito editorial: Studio Aline Fernandes/Shutterstock.com

Tipicamente brasileira, a cachaça alambique também merece os holofotes. Por isso, não deixe de dar uma passadinha no Alambique para conhecer o processo de fabricação artesanal dessa e de outras bebidas preparadas com cana-de-açúcar.

Viagens curtas para sair da rotina
#Partiu: oito dicas para criar seu roteiro de viagem

E você, tem alguma outra sugestão de o que fazer em Paraty? Então conta pra gente nos comentários! Assim você ajuda outro viajante que estiver em busca de opções no destino! Outra coisa: se estiver pensando em viajar, sempre contrate um agente de viagens. Dessa forma você não passa por perrengues e garante assistência durante toda a trip.

29 Comentários

  1. Sonia Cristina disse:

    Onde hospedar em parati?

    • Segue Viagem disse:

      Que pergunta difícil de responder, Sonia! São muitos os bons hotéis em Paraty. Afinal de contas, a hospedagem precisa fazer jus à cidade, né?!

      De toda forma, se você está pensando em fazer uma viagem, mesmo que seja uma curtinha, nossa dica é que você consulte um agente de viagens. Esse profissional pode te ajudar a encontrar um hotel ou pousada que seja a sua cara e, de quebra, que caiba no seu bolso 😉

      Depois volta aqui pra contar pra gente como foi, viu?

    • Anderson silva disse:

      Pousada Apple House muito boa

    • Paulo disse:

      Casa da Suelen fica em São Roque, a 20 minutos do centro e preto de praias lindas e da cachoeira do Crepúsculo.

    • Luciano disse:

      Pousada Apple house

    • Gerson disse:

      Casas Gerson & Sonia, Centro da Cidade, toda mobiliada, preço justo. 24 99225-9752

  2. Marcos Roberto Geraldo disse:

    Uma ótima referência é a pousada Casa da Colonia.,fica no centro histórico de Paraty estilo colonial aconchegante quarto limpo,as camareiras trocam toalhas e roupa de cama,são simpáticos e o valor não é caro. Café da manhã é bom também.

    • Sueli disse:

      Um detalhe da reportagem…O Pico da Marcela não fica no Rio.,e sim em Cunha estado de S.Paulo,a cidade que fica mais próxima de Paraty…

      • Segue Viagem disse:

        Fala, Sueli! O Pico da Macela fica na divisa entre Cunha (SP) e Paraty (RJ), então há lugares que o retratam como sendo em terras paulistas, enquanto outros o colocam como sendo no Rio de Janeiro. De toda forma, atualizamos essa informação no post. Muito obrigada pela sua participação!

  3. Maria Inês dos Santos disse:

    Como eu sempre viajo sozinha, já prefiro os hostels, e uma ótima opção também para pequenos ou grandes grupos. Eu gosto muito do Geko, do Chill Inn Paraty Hostel & Pousada, do Che Lagarto Hostel Paraty, Hostel Sereia do Mar e muitos outros. Esses eu já me hospedei e gostei muito. Alguns tem até quarto para famílias.

    • Rodrigo disse:

      Bom dia.
      A Pedra da Macela fica sim em Paraty.
      O acesso de carro é feito por Cunha, mas da porteira para cima é estado do RJ

  4. Paulo Trindade disse:

    Fui recentemente com minha família. Não conhecia Paraty e Trindade e me apaixonei por tudo lá.
    Praias, cachoeiras e a hospitalidade do povo da região.
    Ficamos hospedados na Pousada Chácara das Acácias.
    Pra quem gosta do sossêgo de estar em uma chácara e ao mesmo tempo próximo da praia, recomendo esse lugar sem medo de errar.
    Café da manhã excelente e atendimento desde a recepção e todos os demais funcionários, simplesmente excepcional.

  5. Jorge Luis Ribeiro Mourão disse:

    Gostaria muito de conhecer mais não tenho condições no momento, mais a qualquer momento o meu Deus vai me dar condições em nome de JESUS

  6. Carmen Lúcia de oliveira disse:

    Gostaria de ver preço de hospedagem para uma pessoa do 16 ao dia 21

    • Segue Viagem disse:

      Oi, Carmen! Como não intermediamos nenhum tipo de reserva, não estamos por dentro dos valores cobrados pelos hotéis. De toda forma, nossa dica é que você procure um agente de viagens! Esse profissional sabe te indicar os melhores hotéis (incluindo aqueles que cabem no seu bolso) e, de quebra, compartilha contigo as melhores dicas de roteiros pra que a sua viagem seja fenomenal!

  7. Irineia santos de souza disse:

    Boa tarde ,alguém me poderia indicar uma pousada ou hotel bom em Paraty que seja no centro.

    • Segue Viagem disse:

      Sabe quem pode te ajudar? Um agente de viagens! Não tem pessoa melhor para indicar um hotel ou pousada, daqueles que têm tudo a ver com o seu perfil! Além disso, o agente tem todas as informações necessárias pra você fazer um passeio incrível por Paraty. Ah, e depois fique bem à vontade pra voltar aqui e contar pra nós como foi sua experiência!

    • Claudia varela disse:

      Estive semana passada em Paraty e me hospedei na pousada dos contos, bem no centro. Lugar é simples mas bem aconchegante, limpo e o pessoal muito simpático.

      • Quitério Roberval Farias Cavalcanti disse:

        Eu tive o prazer de conhecer paraty centro histórico e mim hospedar na pousada sol nascente super recomendo

    • Sheila disse:

      Indico sim o hostel do Dudu
      Tel:+55 24 99213-5688

    • Darlene disse:

      Este ano fiquei com a minha família no Flat dos Navegantes! Um lugar fantástico!!! Com uma limpeza impecável, piscina muito boa, uma anfitriã maravilhosa, próximo do centro!

  8. Estive por 6 dias na região de Paraty, simplesmente fantástico. Dei preferência em ficar em pousadas afastado do centro. Os valores variam muito, paguei de 150 a 200 reais quarto duplo. Fiquei em três mas só optei por café da manhã em uma. Paguei 180 reais. Super barato.

  9. Sebastião Santos Silva da Bahia disse:

    PARATY

    Tu és encantadora,
    uma obra de arte!
    Tão romântica,
    um paraíso à parte!

    Tão bela,
    impressionante!
    Singular,
    parece flutuante!

    Tão graciosa
    com tanta beleza!
    O mar passeia na rua
    nessa Nova Veneza!

    A natureza no seu capricho,
    me seduz e não resisti!
    Esse paraíso em meio à natureza
    é um presente para ti!

    Autor: Sebastião Santos Silva da Bahia

  10. Helena disse:

    Estive em Paraty neste último fim de semana, fiquei em uma pousada simples, mas bem aconchegante, pessoal muito atencioso. Fomos em 4 pessoas da familia. Dividimos as despesas, ficou bem em conta. Lá alugamos um barco e fomos em 3 ilhas lindas. Não deu para ver tudo, tem muitos passeios por lá. Ficamos na Pousada Brisa Mar.

  11. Rodrigo disse:

    O Saco do Mamamguá, ficou internacionalmente conhecido como “Fjord” tropical, devido a semelhança. Mas é uma erro afirmar que é um Fjord.
    Fjords são formados por geleiras, que descem as montanhas, erodindo por onde.passam.
    Ali o processo de formação foi outro, nada parecido com um Fjord.
    Ali é uma RIA, baia longa.

  12. Regina Rodrigues disse:

    Alguém conhece a pousada Meu Sonho? Poderia me informar??

  13. Vicente Gonçalves Sampaio disse:

    Estou procurando uma casa ou pousada para 8 pessoas que seja de um preço bom . 17 a 19 de dezembro.

    • Segue Viagem disse:

      Vicente, é claro que você vai conseguir boas indicações com pessoas que já foram pra Paraty, mas nossa dica é que você consulte um agente de viagens, viu? Dessa forma, além da hospedagem que mais tem a ver com você e com o grupo com o qual você vai viajar, você ainda pode ter acesso a um roteiro bem bacana! De uma forma ou de outra, depois conta pra gente como foi sua trip! Paraty é apaixonante <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0