8 passeios em São Paulo para fazer durante a quarentena

Passeios em São Paulo Beco do Batman - São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro / Shutterstock.com

Beco do Batman - São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro / Shutterstock.com

*Atualizado às 10h57 do dia 26/04/2021*

Por acaso você está se perguntando como curtir os dias de forma diferenciada mesmo em meio à pandemia? Se a resposta for sim e você estiver em São Paulo ou com viagem marcada para a capital paulista, este post com dicas de passeios foi feito para você.

Cheia de atrativos imperdíveis, daqueles que todo mundo já ouviu falar ao menos uma vez, Sampa tem alguns points seguros e perfeitos para quem quer aproveitar esse período de quarentena – mas claro que seguindo todas as medidas necessárias. Ah, mas, antes de qualquer coisa, vale a pena ressaltar um ponto: fique sempre atento aos horários de funcionamento de cada um desses lugares, viu? Eles mudam com bastante frequência, visto que seguem os decretos publicados pelo governo estadual.

Máscaras de proteção no rosto e álcool gel na bolsa? Então vamos lá!

24 horas em São Paulo
Destinos para viagens bate-volta pelo Brasil

Passeios em São Paulo para fazer durante a quarentena

1. Jardim Botânico

Passeios em São Paulo - Jardim Botânico - São Paulo | Crédito: Shutterstock

Jardim Botânico – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Opção de passeio para os amantes de natureza e tranquilidade, o Jardim Botânico oferece ampla e bem conservada área verde, com lindas paisagens e lagos. Superconvidativo para caminhadas e lanchinhos, ele é bem diferente dos outros parques da cidade, que normalmente são agitados e permitem a prática de esportes. Bônus: preste atenção às árvores, pois, se você tiver sorte, poderá se deparar com bugios (espécie de macaco) e bichos-preguiça.

Funcionamento durante a pandemia: das 9h às 17h, de terça-feira a domingo.

2. Parque Ibirapuera

Passeios em São Paulo Parque do Ibirapuera - São Paulo | Crédito: Shutterstock

Parque Ibirapuera – São Paulo | Crédito: Shutterstock

O mais famoso parque de São Paulo é também uma das mais importantes áreas de cultura e lazer da capital. Com ciclofaixa, quadras iluminadas e pistas de corrida, também tem museus, auditório e muito verde, além de ser um verdadeiro complexo arquitetônico com obras do lendário Oscar Niemeyer. Cenário para shows, exposições e eventos, o Parque Ibirapuera é o lugar perfeito para relaxar e curtir bons momentos ao lado da família, de amigos ou com seu pet.

Funcionamento durante a pandemia: das 6h às 18h, todos os dias.

9 lugares ao ar livre para curtir em São Paulo

3. Beco do Batman

Passeios em São Paulo Beco do Batman - São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro / Shutterstock.com

Beco do Batman – São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Localizado no badalado bairro de Vila Madalena, o Beco do Batman esbanja grafites de artistas conhecidos e anônimos. Uma verdadeira galeria de arte ao ar livre, é ideal para fotografias diferentonas, daquelas bem instagramáveis, e se tornou um dos principais points turísticos da região. Em outras palavras, reserve um tempinho para admirar muros e paredes e mantenha a câmera sempre em mãos.

Atualização importante: desde o dia 30/11/2020, grande parte dos muros do Beco do Batman foi pintada de preto, em homenagem a um artista plástico negro morto por um Policial Militar. Além disso, frases exigindo justiça e respeito também foram acrescentadas.

Funcionamento durante a pandemia: acesso liberado a qualquer hora do dia, seja durante a semana ou aos finais de semana.

4. Avenida Paulista

Avenida Paulista – São Paulo | Crédito: Shutterstock

A avenida mais movimentada de São Paulo conta com vários tipos de entretenimento. Isso porque, seja durante o dia ou à noite, a Paulista oferece um mar de possibilidades aos visitantes. Casa das Rosas, Museu de Arte de São Paulo (MASP), Japan House e Parque Trianon são apenas alguns dos pontos distribuídos pela avenida mais conhecida da capital, cuja extensão é de 2,7 mil metros. Ah! Ela também é palco para as principais festas da cidade, como o Réveillon, a Parada do Orgulho LGBT e a largada da tradicional Corrida de São Silvestre, realizada anualmente no dia 31 de dezembro. Ei, não se esqueça de conferir se os locais que você quer visitar estão abertos e quais são as medidas de segurança adotadas por cada um deles. Afinal de contas, segurança vem em primeiro lugar, certo?

Funcionamento durante a pandemia: acesso liberado a qualquer hora do dia, seja durante a semana ou aos finais de semana. Porém, a fim de evitar aglomerações, a via não está fechada para uso exclusivo dos pedestres aos domingos.

5. Parque Estadual da Cantareira

Parque da Cantareira - São Paulo | Crédito: Rafael Vianna Croffi

Parque da Cantareira – São Paulo | Crédito: Rafael Vianna Croffi

Compreendendo uma das maiores florestas urbanas do mundo, o parque abriga grande parte da Mata Atlântica e Serra da Cantareira, sendo o habitat de diversas espécies de animais e plantas ameaçadas de extinção. Tá com saudade de ficar em contato com a natureza? Então essa é a oportunidade perfeita, já que ali dá para fazer caminhadas e trilhas, bem como piqueniques, praticar atividades físicas e curtir o dia com os pequenos.

Funcionamento durante a pandemia: de quarta-feira a domingo, das 10h às 13h, com permanência até as 14h (a trilha da Pedra Grande segue o mesmo horário). Os ingressos custam R$ 16 e podem ser comprados na bilheteria do parque. Pagamento somente em dinheiro.

6. Parque Villa-Lobos

Parque Villa-Lobos – São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Megaindicado para a prática de atividades físicas, o Villa-Lobos é bem equipado, exibindo ciclovia, quadras (incluindo street basketball), campos de futebol, playground, aparelhos de ginástica e pistas de cooper. Além disso, quem o visita tem a chance de passear por um bosque com espécies de Mata Atlântica, o qual auxilia na preservação do meio ambiente. No parque também são realizados shows e outros eventos direcionados a diversos tipos de público. Ou seja: caso esteja preparando um roteiro com os melhores passeios por São Paulo, inclua o parque na sua programação 😉

Funcionamento durante a pandemia: das 6h às 18h, todos os dias.

7. Zoo Safári

Zoo Safari - São Paulo | Crédito: Leonardo Barreiros Rocha

Zoo Safári – São Paulo | Crédito: Leonardo Barreiros Rocha

Com o passeio realizado em veículos próprios, o Zoo Safári tem uma área de 80 mil m² povoada por animais silvestres. Quer alguns exemplos de bichinhos que vai encontrar? Pois saiba que a estrutura do parque permite observar de pertinho cervos, macacos-prego, macacos-aranha, avestruzes, camelos, lhamas, leões, emas, jacarés-de-papo-amarelo e outros animais da fauna nativa e exótica. Alguns macaquinhos sobem até no carro! Aí vai uma dica: é importante chegar cedinho para evitar filas.

Funcionamento durante a pandemia: todos os dias, das 11h às 17h. A bilheteria fecha às 16h.

8. Praça Pôr do Sol

Praça do Pôr do Sol - São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Praça do Pôr do Sol – São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Para fechar o dia com chave de ouro, que tal conferir um magnífico pôr do sol? Situada no bairro do Alto de Pinheiros, essa praça costuma ser bem movimentada e descortina uma linda vista do horizonte, tendo como uma de suas características a atmosfera descontraída. Por isso, vale a pena fotografar o contraste desse fenômeno natural com os prédios e as árvores ao redor.

Funcionamento durante a pandemia: acesso liberado a qualquer hora do dia, seja durante a semana ou aos finais de semana.

São tantas opções de passeios em São Paulo que fica difícil saber por qual começar, né? Mas, independentemente de sua escolha, não se esqueça de verificar todas as normas e protocolos de segurança que cada um está seguindo. Dessa forma você curtirá o dia tranquilamente e sem nenhum imprevisto.

Você já foi para um desses lugares ou tem alguma outra dica para compartilhar? Então fique à vontade para contar pra gente nos comentários!

Importante: cuidados durante a pandemia

Lembre-se: as coisas estão voltando ao normal aos pouquinhos, mas ainda é fundamental que você pense primeiro na sua segurança e na segurança da sua família. Portanto, evite sair de casa sem necessidade, mesmo que seja para ir a lugares ao ar livre, combinado?

– Lave bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão por pelo menos 20 segundos e, de preferência, utilize toalhas descartáveis para secá-las;

– Utilize máscaras faciais;

– Cubra o nariz e a boca com um lenço de papel sempre que espirrar ou tossir e, em seguida, jogue-o no lixo. Caso não tenha um lenço à disposição, cubra os mesmos com o antebraço;

– Evite tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas;

– Se quaisquer sinais suspeitos aparecerem (tosse e febre leve, por exemplo), fique em casa, evite contato próximo com familiares e procure um médico.

19 Comentários

  1. Carla disse:

    Amei o post 🙂

  2. Gilmara disse:

    Curti as dicas!!!

  3. Kaka disse:

    Que porcaria! Incentivando aglomeração.

    • Segue Viagem disse:

      Kaka, a maioria das nossas sugestões de passeios envolve lugares ao ar livre, já que esses lugares favorecem o respeito ao distanciamento social. Além disso, uma das nossas dicas é o Zoo Safari, onde você nem precisa sair do seu carro pra ver e curtir a presença dos bichinhos. Ou seja: é totalmente seguro!

      Em nenhum momento queremos incentivar a aglomeração, não! Só reunimos algumas dicas que podem ser úteis pra quem quiser tomar um ar fresco e sair um pouquinho de casa – sabemos, por exemplo, o quanto o isolamento por muito tempo pode ser prejudicial pra uma criança. Não há dúvidas de que o principal objetivo deva, sim, ser cuidar da saúde – a nossa e a das pessoas de quem a gente ama. Tanto que, ao final do post, ressaltamos que é importante evitar sair sem necessidade e listamos uma série de cuidados que precisam ser respeitados. Não nos leve a mal, não, nossas dicas são apenas para atenuar um pouquinho os momentos tensos que estamos vivendo 🙂

      • Sandra Alencar disse:

        Ficou bem claro que a intenção do artigo era essa mesmo, pelos lugares indicados e pelo título.

        • GD disse:

          “8 passeios em São Paulo para fazer durante a quarentena”
          Confesso que quando comecei a ver os posts, logo no 3º Post, indica o Mercado Municipal tive a mesma impressão de KAKA.
          como sugestão, seria melhor tirar a indicação do Mercado Municipal, sei que é um excelente lugar para visitar, mas não na quarentena.

          Mas valeu dica!

      • Letícia disse:

        só para lembrar que quarente é para ficar DENTRO de casa, obrigada

        • Segue Viagem disse:

          Concordamos muito com você, Letícia! A situação ainda está muito séria e realmente o ideal é só sair de casa quando for necessário, sobretudo agora. O intuito do nosso post não é bater de frente com as medidas de segurança, não. Nossas dicas são apenas pra quem sente que precisa espairecer um pouquinho e quer fazer isso com segurança (por isso algumas dicas para cuidar da saúde ao final do post). Às vezes, quem tem crianças ou um pet, por exemplo, precisa sair de casa. Quem mora sozinho também pode sentir a necessidade de trocar de cenário de vez em quando, apesar de a internet ajudar demais a quebrar distâncias e a minimizar a solidão.

          A maioria das nossas dicas são em lugares a céu aberto – no Zoo Safári, inclusive, você nem precisa sair do seu carro para curtir um passeio. Acreditamos muito que cada um tenha que fazer a sua parte para vencermos a pandemia. Estamos juntos nessa!

        • Rodeito disse:

          Não , querida.
          Quarentena é para fazer atividades com restrições.
          Talvez vc não saiba a diferença entre quarentena e lockdown.
          Obrigado

          • Sandro disse:

            Muito comentário de alguns hipócritas aí, duvido que nesse mais de um ano de pandemia alguém ficou totalmente dentro de casa , impossível ninguém aguenta tá para ir a vários passeios como os citados aí no post é só se precaver tomar todas medidas preventivas e evitar aglomerações e vida que segue apesar dessa pandemia ser terrível temos que viver, trabalhar ,fazer compras passear viver .

      • Tamires disse:

        Vamos completar 1 ano de pandemia, não vejo mal algum em fazer passeios seguros e ao ar livre 👏🏻 Obrigada pelas dicas

      • Carolina G.R. disse:

        Parabéns pela resposta, super pertinente e de muita boa educação, diferente do comentário ao qual vcs tiveram q responder.

  4. Clô disse:

    Adorei as dicas.
    Pena que alguns estarão fechados neste e no outro fim de semana,mas o que importa é a vida,a saúde e a segurança de cada um.
    Passado esse período,poderemos desfrutar do ar livre, da natureza…

  5. sol disse:

    O cenário que nós estamos vivendo é muito triste milhares de pessoas morrendo inúmeros problemas um deles quem não tem criança não sabe, apesar que não precisa ser criança pra preocuparmos com a saúde mental só quem tem criança sabe como é triste e quanto danoso pode ser se essa área não for cuidada se não pensarmos também no futuro com precaução aqueles que sobreviverem ao Corona podem ter danos e sequelas terríveis mentais podemos ter uma geração com grandes sequelas obrigada porque sei que a intenção dos passeios foi ótima continuemos nos cuidando

  6. USF disse:

    Obrigado pelas dicas, temos dois filhos de ate 2 anos e optamos por nao fazer o isolamento.
    Seguimos distanciamento social e evitamos aglomeracao.
    Fizemos todos os passeios, grato.

  7. Kelly Ferreira Moreira disse:

    Excelentes dicas! Obrigada pelas dicas!

  8. laura disse:

    obrigada belas dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0