4 dicas para vender viagens internacionais

Crédito: Shutterstock

Quer dicas para vender viagens internacionais? Então se liga neste conteúdo que o Segue Viagem preparou para você | Crédito: Shutterstock

Seja para rever aqueles lugares do coração ou conhecer novos destinos, viagens são sempre um “trending topic”, como diriam no Twitter. Para quem procura por bons momentos no exterior, por exemplo, opções para onde ir é o que não falta. E, como agente de viagens, cabe a você oferecer tudo o que o passageiro precisa para que, em sua mala, não haja espaço para inseguranças e receios. Para auxiliar você neste desafio, o Segue Viagem selecionou algumas dicas infalíveis para você vender viagem internacionais.

Como abrir um MEI e empreender no turismo; tire todas as suas dúvidas 

1. Ofereça opções personalizados

Antes de qualquer coisa, identifique o perfil do(a) cliente para poder oferecer o estilo de viagem mais indicado para ele. Lembre-se de que, ao procurar a agência, ele(a) já tem uma expectativa do que deseja e quer sair com algo parecido ou exatamente igual ao que havia imaginado.

Independentemente de ser uma viagem de lua de mel, férias ou focada em intercâmbio, fundamental mesmo é formatar um roteiro personalizado, que esteja de acordo com os desejos e as condições financeiras do(a) consumidor(a). Chegue o mais próximo possível da “perfeição” – sem desconsiderar o orçamento disponível, é claro.

2. Venda tranquilidade

Com certeza o viajante não quer enfrentar dificuldades, sobretudo quando está fora do país, momento em que tem de lidar com idiomas e culturas diferentes. Para garantir sua segurança, coloque ao seu alcance todas as ferramentas que o ajudarão a remediar quaisquer eventualidades.

Diretor de Vendas da CVC Corp dá dicas para os(as) agentes de viagens; confira

Não deixe de apresentar o seguro-viagem e explicar que ele tem diversas utilidades, desde cobertura relacionada à saúde até extravio de bagagem. Para visitar alguns países, como Alemanha, Portugal e Espanha, a contratação do serviço é obrigatória. Além disso, é interessante também ofertar traslados e passeios a pontos turísticos, zelando pela seu conforto e segurança durante toda a permanência no exterior.

3. Transmita pró-atividade

Pró-atividade é sempre bem-vinda, e, no caso de vendas de viagem, então, nem se fala. O principal para fechar uma venda é fazer com que o cliente se sinta completamente assistido e, acima de tudo, confie em seu trabalho. Mostre que você conhece suas necessidades e seja rápido em trazer todas as informações extras de que ele necessita, como troca de dinheiro, passaporte e visto, entre outras.

Importante: tenha em mãos as respostas e as soluções para todas as dúvidas que surgirem.

6 competências de um(a) bom(a) agente de viagens

4. Seja uma “fada-madrinha”

Empolgação é tudo! Não existe nada melhor do que chegar a um lugar com uma ideia e a outra pessoa acompanhar o seu entusiasmo, né? Quando trabalhamos em cima da realização do sonho de outra pessoa, este tipo de atitude conta muito. Viva com ela todos os minutos desta aventura, indique lugares para conhecer e vibre com cada nova informação ou descoberta.

Fazendo isso, você demonstrará que domina o assunto e o(a) consumidor(a) sentirá que você realmente se importa com ele e com suas ambições.

Salas VIP dos aeroportos: o que são e como ter acesso a elas

Já utilizou alguma outra estratégia ou conhece mais dicas para vender viagens internacionais? Compartilhe suas experiências com a gente! Entre em contato para esclarecer suas dúvidas sobre o assunto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0