Descubra Ilhéus, Itacaré e Maraú, na Bahia

A Bahia foi a porta de entrada dos portugueses no Brasil – foi onde hoje está a cidade de Porto Seguro que o navegador português Pedro Álvares Cabral chegou, em 1500, julgando ser as Índias. Não é surpresa que eles tenham decidido ficar por aqui: as belezas naturais do litoral baiano são únicas e inesquecíveis. Ainda hoje dá para ver, mesmo que um pouquinho só, do que fez os olhos dos portugueses brilharem, percorrendo as regiões chamadas Costa do Dendê e do Cacau, em destinos que esbanjam história, natureza e aventura: Ilhéus, Itacaré e Maraú.

Ilhéus

Ilhéus - Bahia | Crédito: Shutterstock

Ilhéus – Bahia | Crédito: Shutterstock

Considerada por muitos o terceiro maior destino da Bahia, Ilhéus é a capital turística da Costa do Cacau e também a casa de Gabriela, Nacib, Coronel Ramiro Bastos, Mundinho Falcão e tantos outros personagens de Jorge Amado. A vila foi ponto de produção de cana-de-açúcar no século 16, mas foi somente no século seguinte que o cacau chegou por ali e a cidade prosperou. Os casarões erguidos nas avenidas à beira-mar pelos coronéis são a prova da grande fortuna gerada pelo cacau, e os pontos turísticos, como o Bar Vesúvio, na Praça Dom Eduardo, e o Bataclan, contam a história de Ilhéus. Não deixe de visitar a Casa de Cultura Jorge Amado, onde antes funcionou a Faculdade de Direito de Ilhéus; a Igreja Matriz de São Jorge, erguida em 1556 e onde hoje o Museu de Arte Sacra; o Teatro Municipal, inaugurado em 1929, e o Palacete Misael Tavares.

Itacaré

shutterstock 469595912

Itacaré – Bahia | Crédito: Shutterstock

Seguindo para o norte, a próxima dica de destino no litoral baiano é Itacaré, que teve origem em uma aldeia indígena. Entre os séculos 19 e 20, como outras cidades da região, Itacaré também teve na produção de cacau sua base econômica. O destino ficou isolado após o assoreamento de seu porto, e se reergueu com a estrada-parque BA-001, inaugurada em 1998. Hoje, o turismo é uma grande fonte de renda do município. Seu grande atrativo é mesmo a natureza e suas praias, desde as mais desertas até as mais próximas do centro, como a Praia da Concha, e as mais procuradas pelos surfistas, como a Tiririca e Engenhoca. Práticas como rafting, canoagem, rapel e outros esportes radicais nas cachoeiras, e visitas a comunidades remanescentes de quilombos são ouras atividades imperdíveis por ali.

Maraú

shutterstock 532645684 ilhéus

Maraú – Bahia | Crédito: Shutterstock

Por fim, chegamos ao topo de nosso roteiro, já na Costa do Dendê, na cidade de Maraú. Também uma aldeia indígena, o destino foi descoberto em 1705 pelos frades Capuchinhos italianos, mas diz-se que seu habitante mais famoso teria sido o escritor e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, autor de “O Pequeno Príncipe”. Quem sabe? Fato é que Maraú é quase uma Polinésia Baiana, com belíssimas praias, água cristalina e quilômetros de Mata Atlântica para completar a paisagem. Seus povoados costeiros mais conhecidos são: Barra Grande, Saquaíra, Taipús de Fora e Algodões, onde você aproveita essa natureza e ainda conhece mais sobre a cultura e gastronomia locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0