Como levar remédios em viagens de avião?

como levar remedio na bagagem shutterstock 1426005965

Se for despachar o remédio junto com a bagagem, guarde-o de forma isolada | Crédito: Shutterstock

Diz aí: você sabe como levar remédios em viagens de avião ou nunca parou pra pensar nisso? Pois esse não é nenhum bicho de sete cabeças, apesar de as companhias aéreas terem algumas regras específicas que precisam ser seguidas. Independentemente de você estar se preparando para voar pela primeira vez ou ser um passageiro assíduo, este post vai te ajudar bastante. Portanto, continue lendo!

8 erros que devem ser evitados em viagens de avião
O que fazer quando chegar ao aeroporto: confira o passo a passo

Bônus: além de descobrir quais remédios podem ir na bagagem de mão e o melhor jeito de portar cada um deles, você também vai ter acesso a dicas para viagens no exterior. Vem com a gente!

Para começar: quais remédios são essenciais?

Todo mundo sabe: os remédios fazem toda a diferença em caso de dores de cabeça, febre, indigestão ou alergias, por exemplo. Justamente por isso, é muito importante ter alguns deles durante a sua aventura, seja ela para destinos frios ou de muito calor. Mas quais são os remédios essenciais? Bom, essa resposta é fácil, fácil. Dá só uma olhada!

1. Antialérgicos;
2. Antitérmicos;
3. Antiácidos;
4. Analgésicos;
5. Medicamentos de uso contínuo.

Posso levar algum remédio na bagagem de mão?

remedio em viagem de aviao shutterstock 1691203459

Leve remédios na bagagem de mão, pois eles podem ajudar bastante em caso de desconforto durante o voo | Crédito: Shutterstock

Não só pode como deve levar remédios para eventuais desconfortos durante o voo. Entre os mais comuns estão aqueles para enjoo, dores de ouvido e cabeça, insônia e os de uso contínuo. No entanto, não se esqueça de consultar um médico antes de embarcar, viu? Assim você faz um check-up da sua saúde e garante que vai ter com você todos os remédios de que precisa.

Regras para bagagem de mão: dicas de como organizá-la

Além disso, considere sempre as seguintes regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre como levar remédios em viagens de avião:

  • os remédios devem estar dentro da embalagem original e também de um saco plástico (de preferência em estilo zip lock), transparente e lacrado;
  • os frascos devem conter no máximo 100 ml;
  • líquidos devem respeitar o limite de 1 litro.

Por último, caso algum remédio só seja vendido sob prescrição médica, é necessário portar ela com você, combinado?

Posso colocar os remédios na bagagem despachada?

como levar remedio na bagagem shutterstock 1426005965

Se for despachar o remédio junto com a bagagem, guarde-o de forma isolada | Crédito: Shutterstock

Nada te impede de colocar os seus remédios na bagagem despachada. Porém, o ideal é que estejam na sua mala de mão, principalmente os de uso contínuo. Isso porque dessa forma o seu tratamento vai poder continuar caso ocorra algum imprevisto, como extravio de bagagem.

Vai viajar de avião? Confira perguntas e respostas mais frequentes

Contudo, se mesmo assim você optar por despachá-los, é importante seguir as seguintes dicas:

  • guarde-os dentro da embalagem original e de forma isolada dentro da bagagem;
  • opte por frasqueiras exclusivas para os remédios;
  • caso os medicamentos exigem refrigeração específica, informe a companhia aérea com antecedência.

Por fim: como levar remédios em viagens de avião para o exterior?

como levar remedio em viagens de aviao shutterstock 1177367386

Usa remédio com prescrição médica? Então, se for para o exterior, leve a receita em inglês e registrada em seu nome | Crédito: Shutterstock

Finalmente o bônus deste post. Bom, ao realizar uma viagem para o exterior é fundamental ter o seguinte em mente: cada país tem regras específicas. Ou seja, o que é permitido aqui no Brasil pode não ser em outros destinos. A dipirona sódica, por exemplo, não é permitida nos Estados Unidos.

Sendo assim, vale verificar antes qual é a legislação do destino para evitar possíveis problemas por transportar substâncias ilegais. Inclusive, anote aí os canais onde essa informação está disponível: sites oficiais de turismo e embaixadas e/ou consulados. Isso, claro, sem mencionar os agentes de viagens, que podem te dar uma força e tanto com isso, já que acompanham essas regras de perto.

Ah, não se esqueça: receitas nacionais não valem em destinos internacionais. Então, caso você tome algum remédio de uso contínuo, você precisa levar a quantidade certa para o período juntamente com uma prescrição médica registrada em seu nome e traduzida para o inglês.

#Partiu: 8 dicas para planejar sua próxima viagem

E você, tem mais alguma sugestão de como levar remédios em viagens de avião? Conhece alguma outra regra? Então fique mais do que à vontade para deixar um comentário. Dessa forma você dá uma força e tanto para outros viajantes 😉

Que tal uma última dica? Se a ideia for viajar no futuro, consulte sempre um agente de viagens, uma vez que essa é a melhor solução para garantir uma trip de boas do começo ao fim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0