Roteiro: 72h na cidade de Cusco, no Peru

Situada na região sul do Peru, a cidade andina de Cusco, que em português significa “umbigo”, nasceu há muitos séculos como centro administrativo e cultural da civilização inca e, depois, passou a ser colonização espanhola.

Peru: um roteiro para desbravar o país

Destino certo para fãs de história, é a cara da cultura latino-americana. Por isso, preparamos um roteiro completinho para desfrutar um pouquinho do que ela tem a oferecer em apenas três dias. Bora embarcar nesta aventura milenar?

Dia 1: centro histórico de Cusco

Bairro de San Blas Cusco Peru shutterstock 370770203

Bairro de San Blas – Cusco – Peru | Crédito: Shutterstock

Instalado no hotel, hora de aproveitar a cidade! Para começar o primeiro dia com o pé direito, a Praça San Cristóbal vai proporcionar uma das melhores vistas do destino. Afinal, dali é possível ter um panorama geral de Cusco e eternizar o charme e as cores em fotos dignas de porta-retratos. Em seguida, por que não fazer uma paradinha para provar comidas típicas? O Mercado de San Pedro é recheado de sabor e permite conhecer de pertinho os produtos que abastecem a cidade inteira.

San Blas, o bairro de Cusco que é sinônimo de cultura

Depois, o Templo de Qorincancha, conhecido como Templo do Sol, merece toda a atenção graças à sua magnificência e por mostrar a fusão das culturas inca e hispânica. Além disso, logo ao lado fica a Igreja de Santo Domingo, mais um valioso monumento de Cusco. A dez minutos de caminhada dali, no bairro dos artesãos (chamado de San Blas), está a Calle Hatun Rumiyoc. A rua conduz até o Palácio Inca Roca, atual Palácio Arzobispal, e é sede da mundialmente famosa pedra de 12 ângulos.

Para finalizar, a Praça de Armas fica localizada no centro histórico e abriga a Catedral de Cusco. Trata-se da principal igreja da arquidiocese católica na cidade, a qual concentra obras coloniais de incrível valor.

Dia 2: heranças seculares

Sacsayhuamán Peru shutterstock 1191784417

Sacsayhuamán – Cusco – Peru | Crédito: Shutterstock

A cidade de Sacsayhuamán é a próxima parada do roteiro. A atração é repleta de colossais construções e está rodeada por belíssimas paisagens que, juntas, formam um cenário incrível. Ali também é o lugar onde se comemora o Inti Raymi, a popular Festa do Sol. Seguindo o roteiro, o centro de adoração incaico de Qenqo é surpreendente e era usado para mumificações e sacrifícios. A fortaleza vermelha de Pukapukara também é dona de uma notável arquitetura, enquanto o sítio arqueológico de Tambomachay é o local dos famosos banhos incas. Como os banhos correspondiam a rituais para se purificar de maus espíritos, o point é considerado um dos pilares da cosmovisão andina. Ou seja: vale muito a pena conhecer!

Dia 3: Machu Picchu

Machu Picchu - Peru | Crédito: Pedro Szekely

Machu Picchu – Peru | Crédito: Pedro Szekely

Dia de finalmente conhecer o tão fascinante complexo de Machu Picchu. Uma última parada antes disso é Aguas Calientes, também chamada de Machu Picchu Pueblo. Aproveite a oportunidade para relaxar em banhos termais e fazer compras nos mercados artesanais. A partir dali, e percorrendo um caminho com uma vista espetacular do Rio Urubamba, o viajante pode chegar a Machu Picchu. Isso, claro, tendo à sua frente incríveis terraços, escadarias, recintos cerimoniais e áreas urbanas. Em outras palavras, essa é, definitivamente, uma viagem inesquecível!

Machu Picchu: história e misticismo peruanos

Agora a gente te pergunta: se animou a visitar Cusco? Então não perca tempo, não, e consulte agora mesmo um agente de viagens! Assim você pode começar a programar sua próxima viagem e, de quebra, tem acesso a um roteiro pra lá de personalizado. Depois não se esqueça de vir contar pra gente como foi, viu? Dessa forma você ajuda a esclarecer as dúvidas de outras pessoas 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0