12 lugares ao ar livre para curtir em São Paulo

shutterstock 1289148010

Parque Ibirapuera - São Paulo | Crédito: Shutterstock

*Post publicado originalmente em 16/11/2020, mas atualizado às 13h55 de 25/01/2021* 

Por ter uma infinidade de opções culturais, gastronômicas e de lazer, São Paulo é a cidade ideal para todos os tipos de viajantes. E isso inclui quem ama contato com a natureza, claro. Sabe por quê? A capital paulista também é lotada de muitos lugares ao ar livre para curtir. Entretanto, muita gente ainda se pergunta quais são os melhores points. 

O que fazer em São Paulo em 1 dia: dica de roteiro
6 lugares para passear no interior de São Paulo

Sendo assim, se você ama fazer exercícios, piqueniques ou passear com seus bichinhos de estimação, por exemplo, e mora ou está de passagem por Sampa, este post é perfeito pra você.   

Contudo, antes de qualquer coisa, vale a pena ressaltar um ponto: fique sempre atento aos horários de funcionamento de cada um desses lugares, viu? Em 2020 e 2021, por exemplo, eles mudaram bastante por conta da pandemia, visto que seguem os decretos publicados pelo governo estadual. Mas agora, sem mais delongas, vamos juntos descobrir as dicas de lugares ao ar livre em SP? 

12 dicas de o que fazer em São Paulo ao ar livre

1. Parque da Independência 

shutterstock 1608317080

Parque da Independência – São Paulo | Crédito: Shutterstock

A primeira opção da lista é pra lá de histórica: fica na Colina do Ipiranga, às margens do riacho onde Dom Pedro I declarou a independência do Brasil. Para completar, o Parque do Ipiranga está em frente ao emblemático Museu do Ipiranga e é repleto de jardins e bosques. 

Dicas de viagem para praticar esportes: confira 12 destinos no Brasil 

Perfeito para curtir um dia em uma vibe bem tranquila, ali é possível fazer caminhadas, brincar com pets e andar de skate, patins e bicicleta. Aliando história, lazer e natureza, conta com canteiros de rosas, pinheiros, palmeiras, azaleias, buxos, topiarias e muitas outras espécies de plantas. Então já sabe, né? Aproveite para garantir boas fotos. 

Funcionamento: das 5h às 20h, de domingo a domingo.

2. Parque Estadual da Cantareira

Parque da Cantareira - São Paulo | Crédito: Rafael Vianna Croffi

Parque Estadual da Cantareira – São Paulo | Crédito: Rafael Vianna Croffi

Patrimônio da Unesco, o Parque Estadual da Cantareira é uma das maiores áreas de mata tropical nativa de todo o mundo. Abrigando diversos tipos de plantas e animais em extinção, é o habitat de jaguatiricas, gatos-do-mato, bugios e macucos. Ao mesmo tempo, conta com diversas trilhas com diferentes níveis de dificuldade, um museu e anfiteatro. No total, são quatro núcleos de visitação: Águas Claras, Engordador, Cabuçu e Pedra Grande. Logo, se o que você está procurando são lugares ao ar livre em São Paulo, então este aqui precisa entrar pra sua listinha. 

Inclusive, quando estiver por lá, não deixe de visitar a Pedra Grande, um dos points de mais destaque do parque. Entretanto, atenção aos horários: 08h às 13h para caminhada e 15h às 16h para ciclistas. O ingresso custa R$ 19. 

Funcionamento: 08h às 14h, com permanência até as 16h, de quarta-feira a domingo. 

3. Parque Ibirapuera

shutterstock 1289148010

Parque Ibirapuera – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Esse aqui todo mundo conhece ou pelo menos já ouviu falar! Uma das mais importantes áreas de lazer e cultura da cidade, o Parque Ibirapuera tem quase 2 mil km², extensão preenchida por ciclovias, quadras iluminadas, pistas de corrida e muita, mas muita área verde. Fora isso, é um verdadeiro complexo arquitetônicouma vez que tem obras assinadas pelo lendário Oscar Niemeyer. São elas: Palácio das Exposições, Palácio dos Estados, Palácio das Nações (sede do Museu Afro Brasil), Palácio das Indústrias, Auditório Oscar Niemeyer, Museu de Arte Moderna (MAM) e o Palácio da Agricultura. 

9 dicas de parques aquáticos no Brasil para visitar em breve 

E tem mais! O parque compreende, ainda, o planetário e o Pavilhão Japonês, excelentes opções culturais. Também merecem destaque o Monumento às Bandeiras e o Obelisco, ambos em frente ao parque, assim como o ginásio externo, sede de shows e apresentações esportivas. Em outras palavras, o Ibira é perfeito para curtir bons momentos ao lado da família, de amigos ou na companhia do seu pet. Isso sem mencionar que é um dos principais pontos turísticos de Sampa! 

Caso você esteja querendo conhecer o Pavilhão Japonês, fique sabendo que o horário de visitação é das 10h às 12h e das 13h às 17h, de quinta-feira a domingo. Além disso, os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada) .

Funcionamento: das 5h às 00h, de domingo a domingo.

4. Parque Villa-Lobos

shutterstock 1617260647

Parque Villa-Lobos – São Paulo | Crédito editorial: Caio Pederneiras/Shutterstock.com

Este parque também é muito bem equipado. Afinal, exibe ciclovia, quadras, campos de futebol, playground, aparelhos de ginástica e pistas de cooper e street basketball. Portanto, é ideal para a prática de atividades físicas e também para quem curte contato com a natureza, já que dispõe de um bosque com espécies de Mata Atlântica, o qual auxilia na preservação do meio ambiente. Quer mais? Pois saiba que no parque também são realizados shows e outros eventos direcionados a diversos tipos de público. Ou seja, isso significa que é fácil, fácil encontrar algo ali que seja a sua cara. 

Funcionamento: das 5h30 às 19h, de domingo a domingo.

5. Horto Florestal

Horto Florestal - São Paulo | Crédito: Shutterstock

Horto Florestal – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Na zona norte de São Paulo, o Parque Estadual Albert Loefgren, ou Horto Florestal, é mais um importante espaço de lazer e cultura da cidade. Palco para alguns eventos, a enorme área verde, próxima, inclusive, ao Parque Estadual da Cantareira, é outra opção imperdível de lugares ao ar livre. Aproveite para fazer piquenique, praticar algum esporte em suas pistas de corrida ou simplesmente utilizar os equipamentos de ginástica. De quebra, o parque abriga o Museu Florestal e alguns lagos, bem como as sedes da Polícia Militar e da Polícia Florestal do estado. 

São Paulo exigirá comprovante de vacina em todos os eventos 

Funcionamento: das 6h às 18h, de domingo a domingo.

6. Parque do Carmo

shutterstock 790853596

Parque do Carmo – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Em linhas gerais, é o segundo maior parque urbano de São Pauloprotagonista da famosa Festa das Cerejeiras, realizada todos os anos no início de agosto. Quando as cerejeiras estão desabrochadas, verdadeiras multidões se dirigem ao local para apreciar o belo espetáculo. Situado na zona leste da cidade, o Parque do Carmo tem planetário, Museu do Meio Ambiente, lagos, pistas, ciclovias, churrasqueiras, playgrounds e campos de futebol. Enfim, é um legítimo refúgio para quem busca por entretenimento a céu aberto. 

5 opções de hotel-fazenda em São Paulo 

Funcionamento: das 5h30 às 20h, de domingo a domingo.

7. Parque da Água Branca

shutterstock 1069209335

Parque da Água Branca – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Com atrações para todas as idades, o Parque da Água Branca tem uma estrutura e tanto. Mesmo porque inclui um aquário, brinquedoteca e espaço reservado para a melhor idade. Além disso, é a casa de alguns animais, como galinhas, gansos e patos, que chamam a atenção do público. Por ficar perto de diversos pontos turísticos, como o Memorial da América Latina, o estádio Allianz Parque, o Centro de Tradições Nordestinas (CTN) e o Villa Country (casa noturna para fãs de música sertaneja), dá para combinar a visita ao parque e outros passeios em um único dia. 

Funcionamento: das 6h às 20h, de domingo a domingo.

8. Jardim Botânico

Lugares ao ar livre para curtir: Jardim Botânico - São Paulo | Crédito editorial: Felipecbit/Shutterstock.com

Jardim Botânico – São Paulo | Crédito editorial: Felipecbit/Shutterstock.com

Ao contrário dos parques citados anteriormente, muito procurados por moradores e visitantes, o Jardim Botânico costuma ser bem tranquilo. Recanto de bem-estar e sossego, presenteia os(as) visitantes com lindas paisagens e lagos. Também oferece algumas trilhas, que estreitam ainda mais o contato com a natureza e intensificam os sons vindos das árvores, as quais são habitadas por bugios (espécie de macaco) e bichos-preguiça, por exemplo. Portanto, mantenha os ouvidos e os olhos apurados, pois a qualquer momento pode se deparar com um desses bichinhos. 

Feriados de 2022: confira quais são e planeje-se para viajar 

Funcionamento: das 9h às 17h, de terça-feira a domingo. 

9. Praça Pôr do Sol

Lugares ao ar livre: Praça do Pôr do Sol - São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro / Shutterstock.com

Praça do Pôr do Sol – São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Você também ama o pôr do sol? Se a resposta for sim, maravilha, porque esse é um dos melhores endereços para se estar durante o crepúsculo. Situada no bairro do Alto de Pinheiros, a praça costuma ser bem movimentada e descortina uma linda vista do horizonte, tendo como uma de suas características a atmosfera descontraída. Por isso, vale a pena fotografar o contraste desse fenômeno natural com os prédios e as árvores ao redor. 

Funcionamento: das 6h às 20h, de domingo a domingo. 

10. Parque da Aclimação

Lugares ao ar livre para curtir: Parque da Aclimação - São Paulo | Crédito: Shutterstock

Parque da Aclimação – São Paulo | Crédito: Shutterstock

Complementando a nossa relação de lugares ao ar livre para curtir em São Paulo, o Parque da Aclimação é o local ideal para crianças, uma vez que contempla espaços e brinquedos para o público mirim. Além disso, há um “playground da longevidade“, cujos aparelhos ajudam idosos(as) e pessoas de todas as idades a se exercitarem.  

Da mesma forma, conta ainda com campo de futebol com arquibancada e uma pista de cooper de mais de 1 km de extensão. Legal, né? O parque também oferece um lago, Jardim Japonês com espelho d’água, viveiro de animais e viveiro de mudas. Quer mais? Pois a Biblioteca Raul Bopp fica ali, junto a mais de 30 mil exemplares de livros. 

Funcionamento: das 5h às 20h, de domingo a domingo. 

11. Parque Buenos Aires

Lugares ao ar livre: Parque Buenos Aires - São Paulo l Crédito editorial: Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Parque Buenos Aires – São Paulo | Crédito editorial: Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Inaugurado em 1913, o Parque Buenos Aires fica no bairro de Higienópolis e é mais um point para adicionar à lista de lugares ao ar livre, sobretudo para quem estiver na região central de São Paulo. Afinal, é uma excelente opção de área verde, com espelhos d’água, playground, aparelhos de ginástica, esculturas e até mesmo cachorródromo (ou seja, um espaço cercado para cães) 

De quebra, sua estrutura ainda reserva uma área para apresentações culturais e acessibilidade para pessoas com deficiência, inclusive nos sanitários.  

Funcionamento: das 6h às 20h, de domingo a domingo. 

12. Parque Augusta

Parque Augusta, na região central de São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Parque Augusta, na região central de São Paulo | Crédito editorial: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Por ter sido inaugurado em 06/11/2021, o Parque Augusta é uma das mais novas áreas verdes da cidade. Seu nome já entrega a localização: fica no centro de São Paulo, mais especificamente entre as ruas Augusta, Consolação, Caio Prado e Marquês de Paranaguá. De quebra, está bem pertinho – a um quarteirão de distância – da Praça Roosevelt. Quem visita o parque encontra um local sossegado, um ponto de respiro em meio à agitação da região. Ideal para caminhar sem pressa em meio às árvores e curtir as suas bem-vindas sombras ou, então, para levar uma rede e curtir a vibe do redário.

Embora não tenha ciclovia e nem uma pista exclusiva para cooper, por exemplo, há um bicicletário para quem quiser guardar a sua bike e os gramados são um convite para piqueniques tranquilos. Além disso, conta com um parquinho para as crianças, área reservada para os cachorros (o cachorródromo), arquibancada e sanitários. Se você ainda não foi para o Parque Augusta, não deixe de visitá-lo!

Funcionamento: das 5h às 21h, de domingo a domingo.

Como é fazer um passeio de balão em Boituva (SP): veja todos os detalhes desta experiência
13 lugares perto de São Paulo para conhecer o quanto antes

você, já curtiu alguma vez um desses lugares ao ar livre ou conhece outra das 111 áreas verdes da capital? Então fique mais do que à vontade para contar pra gente nos comentários! Dessa forma, ao compartilhar suas experiências, você pode esclarecer as dúvidas de outro usuário! Mais uma coisa: caso esteja planejando uma viagem para Sampa em breve, consulte um(a) agente de viagens. Assim você garante uma trip livre de perrengues 🙂 

6 Comentários

  1. Leandro disse:

    Nada que preste em SP….. negócio é ir para o interior.

    • Segue Viagem disse:

      Poxa, Leandro, não fala assim, não! São Paulo tem muita coisa legal pra se fazer, dá uma chance pra cidade te conquistar!

  2. Adriana do nascimento vilas boas disse:

    Bom dia gostei muito das informações passada por vcs foi muito útil.
    Saber que alguns parques estará abertos nessa pandemia obgd pelas informações

  3. Ana Julia disse:

    Todos os lugares “fechados temporariamente”. Tá foda manter saúde mental nesse ano!!

  4. Gisele disse:

    Amo muito SP! Obrigada pelas dicas!

  5. VANESSA disse:

    AMO SP!!!!! DICAS MARAVILHOSAS, OBRIGADA!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0