Um passeio pela história de Ouro Preto

Ouro Preto MG shutterstock 1722289108

Ouro Preto – Minas Gerais | Crédito: Shutterstock.com/Luis War

Famosa por sua arquitetura colonial e roteiro quase que obrigatória para quem visita Belo Horizonte, em Minas Gerais, Ouro Preto está em uma das principais áreas do ciclo do ouro. A 95 quilômetros da capital mineira, a cidade, fundada em 1711 e considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO desde 1980. E mantém viva sua rica história através de seus casarões e monumentos para lá de incríveis, que rendem belos cliques. Basta uma caminhada pelo centro e você terá a sensação de ter voltado no tempo.

Seja a lazer ou negócios, o destino tem uma infinidade de atrações que você não pode deixar de conhecer. Confira abaixo o que não podem ficar de fora do seu roteiro e boa viagem 🙂

Praça Tiradentes

Conhecida inicialmente como Morro de Santa Quitéria, e durante quase todo o século 19 como Praça da Independência, a praça recebeu o nome de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, em 1984, após a construção de um monumento em homenagem a ele, o mártir da Inconfidência Mineira. O local é o ponto central e também cartão-postal da cidade.

Dica: de cima do Museu da Ciência você tem um vista linda da Praça 😉

Igrejas em Ouro Preto

Igreja São Francisco de Paula: localizada em um dos pontos mais altos da cidade, a igreja que demorou 94 anos para ficar pronta, e foi inaugurada em 1898 é a “mais nova” de Ouro Preto.

Igreja Nossa Senhora do Carmo: a única com painéis de azulejos português em seu altar. A igreja inaugurada em 1772 é obra de Ataíde, Aleijadinho, além de outros nomes conhecidos da época.

Igreja Nossa Senhora do Pilar: com um Museu de Arte Sacra em seu subsolo, a igreja é a segunda mais rica em ouro do Brasil, e a primeira em Minas Gerais.

Matriz Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias: construída em 1727, uma das mais antigas igrejas do destino marca o nascimento da importante Vila Rica. E abriga atualmente o Museu e o túmulo de Aleijadinho.

Igreja São Francisco de Assis: projetada por Aleijadinho em estilo barroco com decorativos rococó. Essa igreja, que começou a ser construída em 1766 e foi concluída em 1812, é considerada uma das sete maravilhas de origem portuguesa pelo mundo. Seu forro foi pintado por Mestre Athaíde, levou mais de 10 anos para ficar pronto e é o ponto alto da obra.

Museus

Museu da Inconfidência: criado em 1938 com peças recolhidas na região, e obras de Ataíde e Aleijadinho. O museu localizado na Praça Tiradentes, na antiga Cadeia de Vila Rica, é um dos prédios mais importantes do país.

Museu Casa dos Contos: inaugurado em 1787 como uma Residência de Contratos onde se recolhia impostos. O local também serviu como cárcere para inconfidentes. Atualmente é a sede do Museu da moeda, Centro de Estudo do Ciclo do ouro e um dos mais completos museus de Ouro Preto.

Museu do Aleijadinho: com o intuito de reunir peças de arte sacra, foi construído em 1968 pelo pároco Francisco Barroso Filho. Atualmente, são 250 obras espalhadas pela sala da Sacristia, sala da cripta e pela Igreja de São Francisco de Assis.

Compras em Ouro Preto

Feira de pedra sabão: a famosa pedra encontrada na região tem uma feira de artesanato e obras dedicada a ela. Localizada no Largo de Coimbra, em frente à Igreja de São Francisco de Assis, funciona diariamente até às 17 horas.

Rua Conde Bobadela, ou como é conhecida Rua Direita: é a mais movimentada rua de Ouro Preto. E o refugiu ideal para quem quer comprar artesanato local. Repleta de lojas e restaurantes, ideal para descansar das compras e se deliciar com um prato típico mineiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0