Goiânia: arte, cultura e arquitetura

Goiânia – Goiás | Crédito: Shutterstock.com

Importante destino de eventos e ponto de referência para quem visita os diversos atrativos turísticos de Goiás, Goiânia – assim como Brasília – é uma cidade planejada. Anterior à capital brasileira, Goiânia foi fundada em 1933 e, quatro anos depois, substituiu a Cidade de Goiás como capital do Estado. Seu projeto previa o crescimento em torno da Praça Cívica. No centro, com avenidas retas e largas, praças e parques espalhados pelo perímetro urbano e construções em art déco.  Por conta disso, inclusive, o destino conta com um acervo arquitetônico deste estilo, que pode ser observado num passeio pelo centro da cidade.

Da Praça Cívica ao MAC

Ela é literalmente o centro de Goiânia: a Praça Cívica. Ali estão alguns dos edifícios que chamam a atenção dos interessados em arquitetura. Como o Palácio das Esmeraldas e o Museu Goiano Zoroastro Artiaga. Inaugurado em 1946 e com um acervo que reúne documentos históricos, utensílios antigos, objetos relacionados aos índios do Brasil Central. Complete o tour arquitetônico no Teatro Goiânia, que integra o conjunto art decó. Projetado pelo arquiteto Jorge Félix, foi inaugurado em 1942.

Para quem busca um programa mais cultural ou quer um passeio diferente em um dia de folga, a cidade conta com dois espaços recentes que rendem homenagem a duas importantes figuras brasileiras: Oscar Niemeyer e Cora Coralina. A poetisa goiana dá nome ao edifício instalado ao lado do Teatro Goiânia e aberto em 2013. Nele estão salões de exposição interativos, o Espaço Sebrae de Artesanato e uma biblioteca. Além de um espaço de convivência ao ar livre, onde aconteces diferentes eventos culturais. Já Niemeyer é homenageado neste complexo inaugurado em 2006. Que abriga um teatro, uma biblioteca, um monumento aos direitos humanos e o MAC (Museu de Arte Contemporânea).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0