Campinas: a força do interior paulista

Catedral Metropolitana - Campinas - São Paulo

Catedral Metropolitana - Campinas - São Paulo | Crédito: Rubens Chiri

Catedral Metropolitana – Campinas – São Paulo | Crédito: Rubens Chiri

Situada a cerca de 100 km de São Paulo, Campinas foi fundada em 1774 e, hoje, se destaca como um importante polo econômico e agroindustrial do interior do Estado. Atualmente, atrai empresas, investidores e novos moradores por aliar qualidade de vida e oportunidades de desenvolvimento. Isso porque ela já foi apontada como a décima cidade mais rica do Brasil pelo IBGE, tendo somado um PIB de R$ 40,5 bilhões em 2011, e ainda a quinta cidade brasileira com melhor infraestrutura.

A força de Campinas deve-se ao fato da cidade ser um centro urbano circundado por uma região metropolitana igualmente próspera. A RMC (Região Metropolitana de Campinas) é formada pelos municípios de Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara D’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo, e soma mais de 3 milhões de habitantes, ou pouco mais de 6% da população total do Estado.

Polo de desenvolvimento de tecnologia, educação, saúde, indústria e agronomia. Além de um centro de pesquisas, a cidade está entre os principais destinos de eventos do País. Anualmente, Campinas e sua região metropolitana recebem uma média de 8,5 mil eventos de pequeno, médio e grande porte. Que levam para o destino cerca de 2 milhões de participantes. Para receber e atender estes visitantes, a RMC conta com cerca de 9.000 leitos hoteleiros de diferentes categorias e mais de 500 estabelecimentos gastronômicos, entre bares e restaurantes.

Destaque também para o Aeroporto Internacional de Viracopos, instalado a 15 quilômetros de Campinas, e atende toda a região e outros municípios do interior paulista. Como alternativa, o acesso rodoviário à cidade é igualmente procurado. A região de Campinas é cortada pelas principais rodovias do Estado como, por exemplo, a Anhanguera, Bandeirantes, Dom Pedro I e Fernão Dias. Então, no terminal rodoviário de Campinas circulam uma média de cem mil pessoas por dia.

Aqui tem diversão!

Mas nem só de negócios vive a cidade. De festivais gastronômicos a eventos esportivos. De caminhadas nos parques aos grandes rodeios, a região oferece a seus moradores diversas opções de lazer. Por fim, quem está por lá pode, inclusive, conhecer o roteiro das Sete Maravilhas de Campinas, eleitas pela própria população da cidade. São elas: o Mercado Municipal, a Catedral Metropolitana, o Jóquei Clube, a Estação Cultura, a Torre do Castelo, a Escola de Cadetes e a Lagoa do Taquaral

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0