Pelas vinícolas de Santorini, na Grécia

Mais do que uma atividade meramente econômica, a produção de vinhos é uma forma de expressão da identidade histórico-cultural de determinada região. Por isso, uma visita às vinícolas de um destino famoso pelo seu talento na arte de fabricar a bebida é sempre válida e enriquecedora, até mesmo para quem não é tão fã assim. E um dos lugares mais apropriados para explorar belíssimas vinícolas e vinhedos é Santorini, tida como uma das ilhas mais bonitas do país de Dionísio, o deus da mitologia grega que representa o vinho.

 Vinícolas

shutterstock 1632658063

Crédito: Shutterstock

 Além de conhecer todo o processo que envolve a produção do vinho local, a começar pelas plantações, para os amantes da bebida a melhor parte é, sem dúvida, poder experimentá-la e sentir o sabor, sobretudo da uva “Assyrtiko”, própria da região. Para tornar o passeio ainda mais encantador, em algumas vinícolas, como a de Santo Wines, por exemplo, é possível desfrutar esse elixir dos deuses sentado a uma mesa com vista para um maravilhoso pôr do sol.

Vinhedos

Uma das principais peculiaridades dos vinhedos de Santorini está logo no começo do processo de fabricação do vinho: o cultivo das uvas. Devido à sua origem vulcânica e às características singulares de sua terra, em vez de serem plantadas em parreiras sustentadas por pilares ou postes verticais, na ilha as uvas crescem emaranhadas ao solo, em um formato que lembra o de uma cesta. Além disso, por conta dos minerais existentes nessa terra, as uvas de Santorini possuem resistência natural a pragas, o que, além de garantir um sabor único às frutas, também permite que o cultivo seja realizado de maneira artesanal, sem o uso de agrotóxicos.

 Museu de Vinho

shutterstock 258832631

Museu de Vinho Koutsoyannopoulos | Crédito: Shutterstock

 Instalado em uma caverna subterrânea a oito metros de profundidade, o Museu de Vinho Koutsoyannopoulos é um verdadeiro santuário para os fãs de história, da própria bebida e de paisagens arrebatadoras. Fundado por uma família de vinicultores, o local conta com um acervo de objetos datados do século 17 que ajudam a contar a história do vinho até os dias de hoje. Ao final do circuito, todos os visitantes são convidados a degustar quatro tipos da bebida produzida na própria vinícola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0