Cuenca e Ilhas Galápagos: uma volta pelas maravilhas equatorianas

Cuenca - Equador | Crédito: Shutterstock

Cuenca - Equador | Crédito: Shutterstock

Cuenca - Equador | Crédito: Shutterstock

Cuenca – Equador | Crédito: Shutterstock

Uma joia do período colonial no continente sul-americano, Cuenca, localizada na província de Azuay, a aproximadamente 480 km da capital equatoriana, é a terceira maior cidade do país e foi fundada no ano de 1577.

Seu nome completo é Santa Ana de los Ríos de Cuenca e é caracterizada pela grande quantidade de ruelas e antigos prédios muito bem conservados. O centro histórico foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, ostentando construções com arquitetura dos séculos 18 e 19 refletida em seus parques, igrejas, museus e prédios. Por ali, a dica é admirar a zona arqueológica, bairros fortes no artesanato e mercados centrais. Destaque para Catedral de Cuenca, situada nos entornos da Plaza Mayor e famosa por suas cúpulas azuis avistadas de toda a região.

Uma esticadinha no roteiro

A cerca de 40 km de Cuenca está o Parque Nacional El Cajas, dono de uma paisagem estonteante e constituído por lagos, montanhas, mirantes e também por algumas ruínas dos antigos caminhos incas.

 Ilhas Galápagos: um paraíso de belezas naturais

Galápagos - Equador | Crédito: Shutterstock

Galápagos – Equador | Crédito: Shutterstock

As Ilhas Galápagos estão em torno de mil quilômetros de distância do Equador e abrigam rica variedade de fauna e flora. Somando mais de 170 zonas de visitação terrestres e marinhas, 97% de sua superfície está sob o domínio e a proteção do Parque Nacional de Galápagos. Confira algumas das ilhas imperdíveis a seguir:

 Ilha Santa Cruz

Principal porta de acesso, Santa Cruz concentra a maior infraestrutura comercial e alguns dos lugares mais tradicionais do arquipélago, como a cidade de Puerto Ayora, a Estação Científica Charles Darwin, a Baía das Tartarugas e a reserva El Chato, habitat de tartarugas-gigantes.

Ilha Bartolomé

De beleza inenarrável, a ilha Bartolomé é casa da célebre rocha do pináculo. Cheia de formações vulcânicas, apresenta vista maravilhosa e uma praia que possibilita o nado com pinguins-das-Galápagos e leões-marinhos, além da prática de esportes como snorkeling.

Ilha Seymour

A Ilha Seymour possui terras mais planas e é lar da maior comunidade de aves fragatas. Com variadas alternativas litorâneas, conhecer Las Bachas é uma excelente pedida. A praia fica na parte norte da ilha e é ótima para mergulho e para conferir de pertinho a desova das tartarugas.

 Ilha Isabela

Maior de todas as ilhas e também o ponto mais alto da região, abriga cinco vulcões ativos. Passeios incluem visitar a cratera vulcânica Islote Tortuga, conhecer as fendas rochosas Las Tintoreras, observar tartarugas-gigantes em Urbina Bay, fazer a trilha até o vulcão Sierra Negra e ver o Muro de las Lágrimas, erguido em 1946 por prisioneiros levados ao destino, por exemplo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0