Reabertura do Egito: o que fazer no destino e medidas de segurança

Rio Nilo - Luxor - Egito | Crédito: Shutterstock

Rio Nilo – Luxor – Egito | Crédito: Shutterstock

O país dos faraós e das pirâmides está na sua listinha de lugares a serem visitados? Pois saiba, então, que o Egito é um dos lugares ao redor do mundo de portas abertas para os brasileiros. E essa reabertura está sendo feita com responsabilidade, a fim de garantir a segurança de todos desde o momento do desembarque.

Sendo assim, visando incentivar você a encarar essa aventura, nós separamos alguns motivos bem especiais para você escolhê-lo como próximo destino. Bônus: neste post você também fica por dentro das medidas de saúde locais, implementadas devido à pandemia.

EGITO: UMA VIAGEM INESQUECÍVEL

Egito | Crédito: Shutterstock

Pirâmides de Gizé – Egito | Crédito: Shutterstock

Riquíssimo quando o assunto são pontos turísticos e cultura, o Egito com certeza te encantará com suas belezas históricas. Mediterrâneo e localizado entre a África e a Ásia, o país é lotado de surpresas e traz traços das culturas grega, persa, romana, árabe, núbia e otomana.

Promovendo uma verdadeira viagem no tempo, desbravar esse território é tarefa das mais gostosas. Isso porque o destino vai muito além de visitar as Pirâmides de Gizé, navegar pelo Mar Vermelho, passear pelo deserto ou mergulhar nos mistérios dos faraós em suas necrópoles. Ou seja: só isso que a gente citou já rende um roteiro fascinante.

A fim de transformar a sua viagem em uma experiência única, aqui vão alguns exemplos do que você precisa ver de pertinho. Anote aí: o Templo de Karnak, o maior do país; o Templo de Abul Simbel, erguido por ordem de Ramsés II às margens do Rio Nilo; o Templo Philae, dedicado à deusa Ísis; o Rio Nilo, que inclusive conta com um cruzeiro que percorre os principais points turísticos das cidades de Aswan e Luxor; e, por fim, o Museu Egípcio, que abriga muitos tesouros arqueológicos milenares, somando mais de 120 mil itens. Em outras palavras, se você gostar de história, vai se sentir em casa no destino.

E acredite, isso é só um pouquinho do que dá para fazer por ali. Cinematográfico como poucos outros lugares, garanta um celular ou uma boa câmera em mãos, pois os cenários são de tirar o fôlego. Definitivamente vale a pena!

COMO ESTÁ FUNCIONANDO O AEROPORTO?

Aeroporto do Cairo - Egito | Crédito: Abdelrahman Hassanein / Shutterstock.com

Aeroporto do Cairo – Egito | Crédito: Abdelrahman Hassanein / Shutterstock.com

Não foi à toa que o Egito ganhou o selo do WTTC: o país está superpreparado para receber visitantes em segurança, a começar pelos aeroportos. Isso porque, nesse local, diversas medidas foram adotadas, como esterilização e desinfecção dos espaços, utilização obrigatória de máscaras, incentivo ao distanciamento físico, verificação da temperatura de viajantes e funcionários e higienização de bagagens, por exemplo. Além disso, todas as pessoas que trabalham no aeroporto seguem à risca os regulamentos de saúde e segurança, portanto pode viajar tranquilo.

Ah, mas fique atento! Desde o começo de setembro todos os passageiros que desembarcarem na região deverão apresentar um certificado de teste PCR negativo para COVID-19. O teste deve ser feito no país de origem, no máximo 72h antes da partida do voo com destino ao país.

E SE O VISITANTE APRESENTAR SINTOMAS NO EGITO?

Está no destino e sentiu algum sintoma de COVID-19? Calma, não precisa se desesperar, pois o governo do Egito está mais do que disposto a ajudar. Entenda melhor a seguir!

Nos empreendimentos hoteleiros

shutterstock 274305575

Crédito: Shutterstock

Se o hóspede apresentar sintomas ou testar positivo durante a estada, o primeiro passo é avisar imediatamente a gerência do hotel. A gerência, por sua vez, notificará o Ministério da Saúde e População. É importante saber que os hotéis contam com um andar designado para quarentena de casos não críticos ou suspeitos.

Mas e os custos? Não grila! O hotel cobrirá todo o custo de hospedagem, alimentação e até refrigerante dos turistas com COVID-19 até sua recuperação. Em seguida, o quarto passará por um processo de limpeza e desinfecção rigoroso, de forma a não ter de colocar o hotel em quarentena.

Caso o viajante esteja acompanhado, as pessoas que tiveram contato próximo serão submetidas a um exame médico gratuito, devendo respeitar todas as medidas cautelares. Inclusive, essas pessoas estão autorizadas a permanecer no hotel sem custos adicionais.

Para os quadros mais delicados…

Agora, se o estado de saúde for crítico, o turista será levado imediatamente ao hospital. Uma vez que isso acontecer, o Ministério da Saúde e da População arcará com o custo da medicação e tratamento até a cura do paciente.

Se o turista quiser ir embora

A situação é um pouco diferente se o viajante resolver retornar ao seu país de origem. Se essa for a atitude tomada, o turista a fará por sua própria responsabilidade, devendo coordenar a viagem com o seu agente e respeitar as medidas estabelecidas pelo governo. Quem tiver desembarcado no país por meio de uma companhia aérea egípcia terá a chance de antecipar a volta para casa sem penalidades – desde que o voo seja pela mesma companhia aérea, cabe ressaltar.

E você, pretende embarcar em breve para o Egito? Então não se esqueça de conversar com um agente de viagens para tirar todas as suas dúvidas e garantir uma aventura tranquila e segura. Depois volte aqui para contar como foi! Dessa forma você acaba ajudando outras pessoas 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0