Panamá impõe restrições a quem esteve na América do Sul

Cidade do Panamá - Panamá | Crédito: Shutterstock.com

Cidade do Panamá - Panamá | Crédito: Shutterstock.com

Cidade do Panamá - Panamá | Crédito: Shutterstock.com

Cidade do Panamá – Panamá | Crédito: Shutterstock.com

As autoridades do Panamá anunciaram um conjunto de novas medidas e restrições de entrada no país para passageiros que tenham permanecido ou transitado por qualquer país da América do Sul. O objetivo é evitar a proliferação da COVID-19 no destino.

Quais países não exigem passaporte?

A medida, que passa a valer a partir de amanhã (31), será por tempo indeterminado.

Com isso, apenas cidadãos e residentes do Panamá provenientes da América do Sul poderão entrar no país e, mesmo assim, deverão cumprir o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde panamenho.

“Recomenda-se a todos os panamenhos que evitem fazer qualquer tipo de viagem aos países sul-americanos”, disse o ministro da Saúde Luiz Sucre.

Companhia aérea panamenha, a Copa Airlines informou que essas novas restrições não afetarão os passageiros que farão conexões no país.

Para quem for ficar no Panamá será necessário teste negativo PCR feito até 48 horas antes da chegada; novo teste feito ao chegar ai país, no aeroporto, com custo pago pelo passageiro; e quarentena para passageiros que testaram negativo (cinco dias) ou positivo (14 dias).

Fonte: Panrotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0