O que fazer em Florianópolis: do centro até as praias do Norte

A ilha Florianópolis consegue agradar a todos. Aqueles que querem relaxar, curtir a vida em família, os que gostam de esportes de praia ou badalação encontram o seu canto na capital de Santa Catarina. Além disso, ela tem um centro histórico pequeno, mas conservado e cheio de oportunidades de compra. Para contribuir com a beleza da cidade, não dá para deixar de comentar de um de seus símbolos, a Ponte Hercílio Luz, sua ligação com o continente.

Comece por aqui

Catedral Metropolitana - Florianópolis - Santa Catarina | Crédito editorial: Alena Zharava / Shutterstock.com

Catedral Metropolitana – Florianópolis – Santa Catarina | Crédito editorial: Alena Zharava / Shutterstock.com

Para ter uma visão geral de Floripa e como é o cotidiano da cidade, comece seu tour pelo centro histórico. A Praça Fernando Machado, com o Memorial Miramar, é um bom ponto de partida. Siga para a Praça XV de Novembro, onde está a figueira centenária da cidade e alguns monumentos. Ali também fica a Catedral Metropolitana de Florianópolis, erguida em 1678 e patrimônio tombado pelo Município e pelo Estado.  Por fim, antes de sair do centro, não deixe de passar pelo Mercado Público de Florianópolis.

Foto, foto, foto!

shutterstock 111267044

Ponte Hercílio Luz – Florianópolis – Santa Catarina | Crédito: Shutterstock

Em direção à orla da cidade – que tem um bonito calçadão, mas não tem praias de fato –, vá ao Mirante da Ponte Hercílio Luz. Ele foi revitalizado no início de 2014 e tem até parquinho para crianças. É um dos melhores pontos da cidade para fotografar a ponte, que foi inaugurada em 1926 e tem 820 metros de extensão, ficou um tempo fechada e, em 2015, passou por restauração.

Subindo em direção ao Norte da Ilha, não dá para ignorar a sua região central. É nela que fica a Lagoa da Conceição. Para começar, o local agrada os olhos. Fica em uma área com bonitas casas antigas, é pontilhada por barquinhos de pescadores e a cor da água é linda. Se quiser comprar artesanato, fica ao redor da lagoa a Rua das Rendeiras. À noite, tudo se transforma e a região vira um point de bons bares e restaurantes.

É hora de praia em Florianópolis

O que fazer em Floripa - Praia da Joaquina - Florianópolis - Santa Catarina | Crédito: Shutterstock

Praia da Joaquina – Florianópolis – Santa Catarina | Crédito: Shutterstock

Depois de ver o ponto central da ilha, é hora de partir para o que mais interessa em Floripa: as praias. Ali no centro de Floripa, do lado leste, há algumas praias bem interessantes. É o caso da famosa Joaquina, conhecida por ser boa para surfe, cheia de gente bonita e que ainda tem dunas ótimas para passeios. Logo depois, rumo ao norte, outra praia que vale a visita é a Mole. Ela também é point do público GLS. Ambas têm boa infraestrutura com diversos bares e restaurantes.

A Praia de Barra da Lagoa não passa despercebida e é o maior núcleo pesqueiro da ilha, proporcionando aquela vista gostosa do mar cheia de barquinhos de pescadores.  Apesar de, oficialmente, ter apenas 650 metros, nada a separa da Praia de Moçambique, então parece que ela é muito mais extensa do que é de fato. Ela é boa para banho, o Canal da Barra suaviza as ondas do mar aberto.

Chegando ao Norte, há algumas praias dignas de uma parada ou até de hospedagem. A Praia dos Ingleses, por exemplo, é bem popular, tem um centro com shopping e supermercado e a praia é boa para banho, além de ter boa insfraestrutura. Seguindo em frente, tem a Praia Brava é cheia de casas de alto padrão. Por fim, rumo ao oeste está a Praia de Canasvieiras que é bem conhecida por ter uma grande concentração de turistas argentinos.

Coisa chique em Florianópolis

Jurerê Internacional - Florianópolis - Santa Catarina | Crédito editorial: Wagner Santos de Almeida / Shutterstock.com

Jurerê Internacional – Florianópolis – Santa Catarina | Crédito editorial: Wagner Santos de Almeida / Shutterstock.com

Na ponta oeste, fica Jurerê Internacional. É o pedaço mais caro e de alto-padrão de Floripa. A praia é cheia de bares, há lojas de marcas internacionais em seu centro. E a noite é a mais animada da ilha, ainda mais no verão. Tem baladas conhecidas até no exterior, e o Réveillon por lá também é bem concorrido.

Fale com seu agente de viagem para fazer um tour por Florianópolis e também para escolher o melhor local para se hospedar. Há bons hotéis no centro e nas áreas de praia. Porém, é um pouco difícil se locomover na ilha de transporte público ou táxi. Alugar um carro é uma ótima pedida, seu agente de viagem também pode fazer a reserva para você. Se for no verão, só tenha paciência com o trânsito. E, não se assuste se algum desconhecido te pedir ou te oferecer carona, é uma pratica comum no destino, já que é bem difícil se locomover de forma eficiente e econômica por lá.

E você, conhece a capital do estado de Santa Catarina ou pretende visitar o destino em um futuro próximo? Conta pra gente nos comentários! Isso porque, ao compartilhar suas experiências, você aumenta as chances de ajudar outro viajante. E não se esqueça: se estiver planejando viajar, consulte um agente de viagens. Dessa forma você garante uma trip livre de perrengues!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0