EUA: fronteiras terrestres ficarão fechadas pelo menos até junho

Estados Unidos EUA

EUA: fronteiras terrestres ficarão fechadas pelo menos até junho | Crédito: Bravo Prince / Unsplash

Estados Unidos EUA

EUA: fronteiras terrestres ficarão fechadas pelo menos até junho | Crédito: Bravo Prince/Unsplash

O Departamento de Segurança Interna (DHS) dos Estados Unidos disse que as fronteiras terrestres com o Canadá e o México permanecerão fechadas pelo menos até 21 de junho para viagens não essenciais, com apenas comércio e viagens essenciais permitidas até a data. As informações são do portal USA Today.

O DHS confirmou a mudança em um tweet feito hoje (20), mas observou que está “trabalhando em estreita colaboração com o Canadá e o México para aliviar as restrições com segurança à medida que as condições melhorarem”. A agência, em conjunto com suas contrapartes canadenses e mexicanas, fechou originalmente as fronteiras norte e sul dos EUA para viajantes a lazer em março de 2020, no início da pandemia. As restrições foram estendidas mensalmente desde então.

No início deste mês, o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau disse à Canadian Broadcasting Corporation que preferia esperar até que 75% de seu país fosse vacinado antes de reabrir totalmente a fronteira. De acordo com os dados do USA Today, 48,1% dos canadenses foram pelo menos parcialmente vacinados até agora. “Meu instinto me diz que as fronteiras ficarão fechadas pelo menos até o outono (setembro/outubro) de 2021”, afirmou Trudeau na semana passada.

Este ano, o Canadá reforçou sua segurança de fronteira, exigindo que qualquer pessoa que entrar por vias aéreas ou terrestres faça um teste de COVID-19. Além disso, qualquer pessoa que viaje dos EUA para o Canadá deve provar que está fazendo isso por motivos essenciais e deve ficar em quarentena na chegada.

Afinal, em quais países voos provenientes do Brasil podem entrar?
Formulário eletrônico: a exigência do México para a entrada no país

Já na fronteira sul, as viagens para as cidades do norte do México ficaram sem controle desde o início da pandemia, e os americanos ainda podem voar para lá. No entanto, na semana passada o governador do Estado de Quintana Roo, lar das cidades turísticas de Cancún, Cozumel e Tulum, alertou que estava sob risco de “bloqueio iminente” devido a um aumento de cinco semanas nos casos de COVID-19 na região.

O governador Carlos Joaquín sugeriu que o aumento do Turismo na época da Páscoa contribuiu para o aumento. Algumas evidências sugerem que os turistas são atraídos para os resorts caribenhos do México em parte porque não houve bloqueio e as medidas sanitárias são amplamente voluntárias. Muitos visitantes deixam suas máscaras de lado quando chegam aos hotéis ou clubes de praia.

Cerca de 12,5% dos mexicanos estão totalmente vacinados, enquanto 8,3% tomaram a primeira dose. Enquanto isso, 38,2% dos americanos estão totalmente vacinados e 48,1% estão parcialmente vacinados.

Fonte: Panrotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0