Curaçao pede teste antígeno local para permitir entrada de viajantes

Willemstad - Curaçao | Crédito editorial: SirimasB / Shutterstock.com

Willemstad - Curaçao | Crédito editorial: SirimasB / Shutterstock.com

Willemstad - Curaçao | Crédito editorial: SirimasB / Shutterstock.com

Willemstad – Curaçao | Crédito editorial: SirimasB / Shutterstock.com

A partir de hoje (20/04/2021) os visitantes de Curaçao que vierem de países considerados de alto risco para COVID-19 e que não tenham sido infectados com a doença ainda serão obrigados a fazer um teste de antígeno em um laboratório local no terceiro dia de sua estada.

Veja lista de países onde brasileiros têm entrada autorizada

A medida foi adotada como mais uma ação de combate à proliferação da pandemia no destino. Além dessa determinação, as autoridades da ilha informaram que continuam seus esforços para manter o destino seguro para todos os visitantes e a comunidade local.

O teste de antígeno exigido do terceiro dia é solicitado para todos os viajantes que entram em Curaçao e é adicional ao teste de PCR obrigatório. O teste PCR covid-19 deve ser realizado em até 72 horas antes da partida em um laboratório credenciado.

Marcar uma consulta para o teste de antígeno é uma etapa integrada para se registrar com sucesso no Cartão de Localização do Passageiro (Passenger Locator Card).

As informações especificadas sobre os laboratórios que realizam os exames e as normas de combate à pandemia no destino são explicadas pela agência de promoção turísticas da ilha.

Fonte: Panrotas

Os comentários estão encerrados.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0