Como é a segurança nas viagens rodoviárias durante a pandemia?

Como é a segurança nas viagens rodoviárias durante a pandemia? | Crédito: Shutterstock

Como é a segurança nas viagens rodoviárias durante a pandemia? | Crédito: Shutterstock

Com a retomada das atividades econômicas em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, o setor de turismo, como você já sabe, passou a adotar uma série de medidas para garantir a segurança das pessoas. Já conhecemos as medidas tomadas em aeroportos, mas e quanto às viagens rodoviárias, feitas por meio dos ônibus e terminais rodoviários?

Pois a Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (ABRATI) estabeleceu e incorporou diversos protocolos para zelar pela segurança sanitária dos passageiros. Entenda melhor a seguir!

TERMINAIS RODOVIÁRIOS

De acordo com a ABRATI, os passageiros encontrarão mudanças nos terminais rodoviários. Além de medidas mais consagradas, como a disponibilidade de álcool gel em guichês de atendimento e outros pontos dos edifícios, a organização dos fluxos de venda e embarques ganhou cuidados especiais.

O cuidado já começa na compra, com campanhas promovidas pelas viações que incentivam a aquisição de passagens pela internet. A utilização de bilhete eletrônico também é reforçada. Cabe ressaltar ainda que as filas estão mais espaçadas, respeitando o distanciamento social. A temperatura dos passageiros também é medida, sendo que, em caso de febre, o embarque não poderá ser realizado.

Outro ponto é a intensificação dos cuidados tomados por quem trabalha no local: hoje, os colaboradores usam máscaras e até mesmo o faceshield, viseira de acrílico vista mais frequentemente em profissionais da saúde.

Ah, e aqui vai uma informação importante: para evitar aglomerações em ambientes fechados, o uso das salas VIPs foi temporariamente suspenso, OK?

E DENTRO DOS ÔNIBUS?

A segurança dentro dos ônibus é uma das grandes dúvidas de quem opta pela viagem rodoviária. Em termos de limpeza, os cuidados colocados em prática vão na linha da desinfecção do veículo, utilizando desinfetantes em poltronas, cintos de segurança e banheiros.

Mas a grande preocupação que envolve as viagens rodoviárias costuma ser quanto ao ar-condicionado. Segundo a ABRATI, o sistema adotado pelos ônibus é do mesmo modelo usado pelos aviões, capaz de filtrar 99,7% dos micro-organismos no ar. Ou seja: os passageiros não precisam encanar com isso.

Apenas dois pontos são diferentes em relação à segurança em voos: o uso de máscara e o distanciamento entre os assentos. Isso porque não há obrigatoriedade de uso de proteção facial nos ônibus. De toda forma, o melhor mesmo é se cuidar e recomendar ao viajante usar sua máscara durante todo o trajeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0