O que levar em um cruzeiro? Arrumando a mala em cinco passos

Blog Segue Viagem
|

Amada por uns e odiada por outros, a tarefa de arrumar as malas para uma viagem é sempre bem emblemática porque significa que o tão aguardado embarque está próximo. E para executar essa missão com perfeição, atenção é fundamental, principalmente se o destino da bagagem for o de um cruzeiro marítimo.

Como arrumar a mala para viagens?
Como fazer uma mala para a neve
Cuidados com a saúde durante cruzeiros marítimos

Antes de tudo, é preciso considerar algumas informações básicas, como a quantidade de dias da viagem, o clima predominante nos locais por onde o navio passará, o tamanho da cabine contratada, se existe limite de bagagem determinado pela companhia, se haverá necessidade de pegar avião como traslado e quais serão as atividades de lazer e entretenimento oferecidas a bordo e durante as paradas em terra. Tendo em mente esse procedimento, bora para o passo a passo da parte prática.

Primeiro passo – A escolha da mala

Esse tópico pode já ser familiar para muita gente, mas é bem importante checar. Além dos clássicos: material, espaço interno, número de divisórias, travas de segurança e por aí vai, é preciso estar atento a dois detalhes essenciais, que são o tamanho e a quantidade das malas. Claro que isso varia de acordo com o perfil de cada viagem, mas, segundo orientações da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos, o recomendado são, no máximo, duas malas por pessoa, cada uma pesando em média 20 quilos e medindo até 40 cm de altura, 60 cm de largura e 30 cm de profundidade.

Segundo passo – Lista de objetos  

Caneta e papel a postos, hora de anotar tudo o que não pode ficar de fora da mala. Para evitar esquecimentos, é sempre bom preparar a bagagem alguns dias antes da viagem e, assim que se lembrar de algo que precisa ser levado, incluí-lo de imediato na listinha ou no aplicativo de lembretes do celular. Quer saber o que é imprescindível carregar? Confira só:

O que não pode faltar: roupas e sapatos confortáveis, casacos, chinelo com solado antiderrapante, pijama, roupas íntimas, trajes e saídas de banho, itens de higiene pessoal, protetor solar, boné e/ou chapéu, óculos de sol e um adaptador universal para tomadas. Caso o cruzeiro promova algum evento temático, é sempre bom se informar sobre o dress code recomendado. Além disso, é válido incluir na lista um traje mais social, como vestidos longos e ternos, para as tradicionais festas de gala promovidas no navio.

 O que não precisa: toalhas, roupas de cama, sabonetes, xampu, condicionador e secador são algumas das cortesias que podem ser oferecidas em quase todos os cruzeiros.

O que é proibido: alimentos, qualquer tipo de bebida, ferro de passar roupas, secador, chapinha, velas, incensos, além de substâncias ilícitas ou armas. As restrições também podem variar de uma companhia para outra.

Dica para economizar espaço: uma boa tática para não carregar mais do que o necessário é optar por roupas “coringas” que permitam montar diferentes visuais mudando apenas a combinação entre as peças. Para facilitar a escolha, você pode pensar em todas as atividades que pretende realizar durante a viagem e fotografar sugestões de looks para cada uma delas.

Terceiro passo – Mãos à obra

 Escolheu a mala e já separou tudo o que irá dentro dela? Então a próxima etapa é organizá-la. Praticamente todos os navios oferecem serviços de passadeiras e lavanderias, porém, para tentar amassar as roupas o mínimo possível, coloque as mais resistentes no fundo e as mais delicadas na parte superior, de preferência com poucas dobras e acompanhadas de uma folha de seda branca – que ajuda a protegê-las. Para evitar que as calças fiquem marcadas na região do joelho, coloque-as com as pernas para fora e só dobre-as de volta para dentro depois de preencher o espaço disponível com outras peças.

Quarto passo – Checklist, identificação e segurança

Sabe aquela listinha do segundo passo? Chegou o momento de resgatá-la para conferir se está tudo ok. Caso não falte nada, feche a mala e não se esqueça de identificá-la com o seu nome e um telefone para contato. Se sua bagagem não tiver travas de segurança, basta colocar um cadeado no zíper para travá-la.

Quinto passo – Bagagem de mão

Deixe documentos, voucher de viagem, dinheiro, cartões de crédito, remédios, joias, celulares, câmeras digitais, carregadores de bateria e uma nécessaire com itens pessoais, como escova e pasta de dente, para a bagagem de mão. Em caso de viagens longas, reserve também uma muda de roupa para se precaver de um possível extravio de malas. Ah, se preferir, leve uma pequena bolsa ou mochila para as paradas em terra feitas pelo navio.

De malas prontas, agora é só seguir viagem!


Escrever Comentário

Com um agente de viagens, faça chuva ou faça sol, a sua tranquilidade é garantida.

Véspera de férias? Então bora dormir tranquilo, com a certeza de que o seu aéreo, reservas em hotéis e serviços estão confirmados.

Veja Mais

Os agentes de viagens estão aqui pra te ajudar a ter a viagem dos sonhos com a tranquilidade que você merece ;)

Veja Mais