Alemanha libera conexões de brasileiros em seus aeroportos

Frankfurt Alemanha shutterstock 128455949

Brasileiros já podem fazer conexão nos aeroportos da Alemanha | Na foto, Centro Histórico de Frankfurt | Crédito: Shutterstock

Frankfurt Alemanha shutterstock 128455949

Brasileiros já podem fazer conexão nos aeroportos da Alemanha | Na foto, Centro Histórico de Frankfurt | Crédito: Shutterstock

Desde o último domingo (01/08/2021), a Alemanha voltou a autorizar passageiros provenientes do Brasil para realizar conexões nos aeroportos do país, como Frankfurt e Munique. Contudo, isso só será permitido aos viajantes com voos confirmados para seguir viagem nas 24 horas seguintes, assim como não é possível sair da área de trânsito.

De forma geral, a autorização vale tanto para conexões com destino final em países da área Schengen quanto não-Schengen. A única exceção é a China Continental. Isso porque passageiros com origem no Brasil continuam proibidos de conectar na Alemanha para este destino até pelo menos o dia 12/08/2021.

Tratado de Schengen: o que é e por que é importante conhecer
Pós-pandemia: 12 destinos na Europa que todo mundo precisa visitar

O que diz a companhia aérea Lufthansa 

A Lufthansa, uma das companhias aéreas que ligam Brasil e Alemanha, confirmou a informação. Leia um trecho do comunicado da Lufthansa Experts:

“Reforçamos que as regulamentações de entrada no destino final ainda se aplicam e são fundamentais para definir se um passageiro está de fato autorizado a embarcar. Diante do dinamismo da situação, recomendamos veementemente que consulte as mais recentes instruções na página Lufthansa Travel Regulations. Além disso, você pode usar nosso mapa interativo para verificar quais regras se aplicam a cada situação específica de acordo com a origem do passageiro, nacionalidade e status de vacinação.

Importante: bilhetes já emitidos via Alemanha com destino a um país pertencente à área Schengen saindo do Brasil até/em 05AUG21 cujos voos já tenham sido automaticamente alterados para o status “UN” deverão ser remarcados seguindo a Política de Remarcação Involuntária do Lufthansa Group. Neste caso não há a necessidade de autorização prévia por parte do Lufthansa Group, haja vista que a nova regra não retroagirá sobre os mesmos.”

Fonte: Panrotas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0