A história da Páscoa

Páscoa

A Páscoa é, para muitos, movito de alegria pelos ovos de chocolate e pela possibilidade de dar um tempo na rotina ou dar uma escapada para algum destino diferente. Mas, para muitos, é uma data santa, de celebração e renovação da fé. De uma maneira ou de outra, o feriado é cheio de tradições e histórias.

O nome Páscoa deriva do Pessach, data do calendário judaico que relembra o êxodo dos israelitas do Egito, libertando-se da escravidão. A simbologia da passagem aparece na festa cristã como celebração da ressurreição de Jesus Cristo depois da sua morte pela crucificação, que teria ocorrido no ano de 30 ou 33 da Era Comum. É uma das datas mais importantes do calendário cristão e tem diferentes celebrações – uma delas é a encenação da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, que já comentamos.

Hoje, quem figura em todas as comemorações de Páscoa é o coelho, que é associado sempre à fertilidade, trazendo os ovos de presente. Esta tradição vem da Idade Média, quando os povos pagãos europeus celebravam Ostera, a deusa da Primavera. Sua representação é de uma mulher que segura um ovo em uma mão enquanto observa uma lebre pulando ao seu redor. Esta lebre daria origem ao Coelho da Páscoa que conhecemos hoje.

#PartiuFeriado: pacotes para a Páscoa

Muito antes das diferentes combinações de chocolates, os ovos eram decorados com desenhos, formas abstratas e gravuras. Aproximando-se da cultura cristã, os ovos começaram também a ser pintados com motivos religiosos, como imagens de Jesus Cristo e sua mãe, Maria. Entre os nobres e reis, a modesta decoração era substituída por ouro e pedras preciosas, como os conhecidos ovos ingleses ou os russos Fabergé. Com o passar dos tempos, algumas culturas começaram a furar os ovos e substituir o seu conteúdo por objetos ou até mesmo outros recheios.

E assim chegamos ao chocolate! No século 17, os franceses tiveram a ideia de fabricar os primeiros ovos de chocolate da história. A primeira fábrica de chocolates surgiu em 1819, criada por François Louis Cailler, e somente em 1960 surgiram os primeiros ovos industrializados, feitos de plástico, recheados de bombons. Hoje, você pode escolher entre as mais variadas opções, desde a sua marca de chocolates até os deliciosos ovos caseiros para comer de colher. Aproveite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0