Festeje o aniversário de Rio Branco nesse tour

Rio Branco – Acre | Crédito: Leonardo G

A capital do Acre está de parabéns! E não só por conta do seu aniversário, comemorado dia 28 de dezembro. Mas, principalmente, por sua incrível capacidade de manter-se cada vez mais singela, natural e encantadora com o passar do tempo.

Fundada em 1882, a partir de um seringal implantado pelo cearense Neutel Maia, além de ocupar o terceiro lugar no pódio das maiores capitais em extensão territorial do país – com 8,8 mil km² –, Rio Branco ostenta ainda outros atributos exclusivos que a fazem um destino turístico, definitivamente, surpreendente, como você pode conferir neste tour guiado pelo Segue Viagem pela capital mais ocidental do Brasil.

Do lado direito do rio

Entrecortada pelo Rio Acre – que nasce no Peru –, Rio Branco pode ser dividida em dois distritos centrais: o Primeiro, mais moderno e localizado à margem esquerda, e o Segundo, situado à direita, que compreende a região do centro histórico e abriga dois dos cartões-postais mais famosos da capital: o Parque Ambiental Chico Mendes e o Calçadão da Gameleira.

Abrangendo uma área superior a 50 hectares, o maior parque da cidade é um verdadeiro refúgio protagonizado pela natureza, onde é possível encontrar uma grande diversidade da flora regional, visitar o zoológico com animais nativos da Floresta Amazônica, como onças e macacos, conhecer o Memorial Chico Mendes, que retrata a biografia do seringueiro e ambientalista acreano, fazer trilhas ecológicas, entre outras experiências simplesmente indescritíveis.

Já às margens do rio, o calçadão, batizado informalmente com o nome da árvore centenária que testemunhou todo o processo de criação e crescimento de Rio Branco, se apresenta como uma ótima pedida para uma caminhada descompromissada, com vista para os charmosos casarões coloridos que compõem a região, cercada ainda de bares, restaurantes e centros culturais com atividades para todas as idades.

Durante um passeio pela via, vale a pena dar uma passadinha no monumento à bandeira acreana e no Cine Teatro Recreio (o antigo Cine Éden), inaugurado originalmente em 1948 e considerado patrimônio histórico do estado.

Do lado esquerdo do rio

Seguindo mais adiante, nossa próxima parada é na Passarela Joaquim Macedo, uma passagem para ciclistas e pedestres que liga o Segundo Distrito a um dos principais símbolos do Primeiro Distrito, o Novo Mercado Velho, um espaço histórico-cultural – construído em 1929 e revitalizado em 2002 – que reúne beleza arquitetônica, deliciosos pratos da culinária local e uma grande quantidade de artigos e artesanatos locais.

Bem próximo ao Mercado, outros lugares que fazem parte da rota e merecem uma visita são a Praça Povos da Floresta, instituída também em homenagem a Chico Mendes; o Palácio Rio Branco, sede do governo do Acre; o Memorial dos Autonomistas e o Theatro Hélio Melo; e a Catedral Nossa Senhora de Nazaré, construída ao estilo romano basilical em 1948, inaugurada em 1959 e restaurada em 2007.

Ah, e se você curte passeios culturais que contemplem também natureza e esportes ao livre, dá para incluir no roteiro o Parque da Maternidade, uma área de lazer e entretenimento que conta com ciclovias, pista de skate, quadras de esporte, anfiteatro, biblioteca, museu, lanchonetes e mais atrativos perfeitos para quem deseja um dia inteiro repleto de diversão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0