Puno e Paracas, uma reserva de tesouros naturais

Lago Titicaca | Crédito: Shutterstock

Lago Titicaca | Crédito: Shutterstock

Situada ao sul do Peru, San Carlos de Puno, ou apenas Puno, é célebre por ser mais um cenário que serviu de lar aos incas. Um povoado de ilhas naturais e artificiais, a área situada sobre a Chapada Andina era considerada sagrada devido à forte presença do Lago Titicaca, maior símbolo local.Cheia de atrativos que vão muito além de sua grande estrela, a cidade tem alguns pontos que merecem atenção especial, como a Plaza das Armas, que está no coração de Puno. Construída em 1901, em seus arredores estão a Catedral de Puno, com sua bela arquitetura, e o monumento erguido em homenagem a Francisco Bolognesi Cervantes, herói nacional.A Casa del Corregidor, entre as mais antigas da cidade, é o endereço certo para respirar a cultura do lugar, comprar artesanato e se deliciar com a saborosa culinária peruana. Já o Mirante de Kuntur Wasi e o Morro Huajsapata proporcionam vistas panorâmicas da região.

AS ILHAS FLUTUANTES

Parece até coisa de filme, pois a área de Uros foi inteiramente construída em cima de totora, planta típica muito resistente que serve também para a construção de casas e barcos. Ao todo são mais de 80 ilhas espalhadas pelo lago. Vale mergulhar na cultura do povo, que vive nas ilhas flutuantes, fazer os tours de barco e levar para casa pelo menos um dos itens de artesanato vendidos por lá.

PARACAS, O ENCONTRO DO DESERTO COM A PRAIA

Ilhas Ballestas | Crédito: Shutterstock

Ilhas Ballestas | Crédito: Shutterstock

Esta reserva peruana guarda uma das mais belas paisagens de todo o continente sul-americano. Repleta de ilhas abundantes em fauna e cenários deslumbrantes, Paracas está no território da cidade de Ica.

Aves marinhas e flamingos-andinos são facilmente encontrados pelo seu litoral, caracterizado também pelas enormes falésias. Passear pela Playa Roja, que combina perfeitamente o verde do mar com a areia composta por pedrinhas vermelhas; conhecer a Playa de la Mina, emoldurada por grandiosos rochedos, e ver de pertinho a formação rochosa de La Catedral são passeios mais do que imperdíveis.

A Ilha Ballestas é outro destaque. Acessada de barco pela Baía de Paracas, nela é possível ficar frente a frente com várias espécies aquáticas, como, por exemplo, golfinhos, lobos-marinhos e pinguins. Além disso, são encontrados alguns sítios arqueológicos seculares das nações pré-incas da cultura de Paracas.

AS MISTERIOSAS LINHAS DE NAZCA

Próximo dali, as enormes Linhas de Nazca aguçam a curiosidade dos viajantes. Chamados de geóglifos, estes desenhos gravados na superfície do deserto há mais de dois mil anos têm entre 50 e 300 metros de comprimento. As figuras lembram animais (aranha, macaco e colibri) e uma delas se assemelha a um astronauta. Ocupando cerca de 350 km², há passeios para sobrevoar a região e também mirantes para melhor visualizá-las.

Os comentários estão encerrados.

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0