Pernambuco reautoriza comércio em praias e reabre atrações

Governo autorizou a volta do comércio na faixa de areia do litoral pernambucano | Crédito: Setur PE / Hesíodo Góes

Governo autorizou a volta do comércio na faixa de areia do litoral pernambucano | Crédito: Setur PE / Hesíodo Góes

Governo de Pernambuco autorizou a volta do comércio na faixa de areia do litoral | Crédito: Setur PE / Hesíodo Góes

Governo de Pernambuco autorizou a volta do comércio na faixa de areia do litoral | Crédito: Setur PE / Hesíodo Góes

Às vésperas do feriado de 7 de setembro, quando aumenta o movimento nas praias do Nordeste, o comércio na faixa de areia do Recife e dos municípios dos litorais norte e sul de Pernambuco voltou a ser permitido pelo governo estadual. A autorização veio ontem (31) e fortalece o movimento gradual de retomada das atividades turísticas na região, que luta para virar a página da crise gerada pela pandemia do coronavírus no setor de viagens.

“O Governo do Estado leva em conta sempre a saúde da população, então todas as atividades liberadas seguem rígidos protocolos de segurança. Tudo está sendo feito com muito cuidado”, pontua o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes. “Aos poucos, estamos recompondo nossa malha aérea, que foi bastante afetada, mas mesmo assim seguimos com o Aeroporto do Recife sendo o maior do Nordeste. A volta do comércio na faixa de areia é uma notícia que era muito esperada. Estamos dando passos importantes para o crescimento na atividade econômica de Pernambuco”, completa.

Entre as principais novidades do Plano de Convivência com a covid-19, além da volta do comércio nas praias, está a autorização para o retorno das atividades de museus e espaços de exposições e a reabertura do Arquipélago de Fernando de Noronha, um dos destinos indutores do turismo em Pernambuco, a partir de 1º de setembro.

Quem atua no comércio na beira do mar terá que cumprir protocolo que estabelece o uso de máscara pelos vendedores e clientes e, ainda, distância regulamentada na faixa de areia. Cada conjunto com guarda-sol e quatro cadeiras (o limite máximo permitido) deve ocupar uma área de 4m x 4m. Os vendedores devem portar ainda álcool em gel, para uso próprio e dos consumidores. A fiscalização das medidas será realizada pelos órgãos de vigilância de cada município.

MAIS ATRAÇÕES VOLTARAM EM PERNAMBUCO

Também ontem, foi autorizado o retorno dos museus e espaços de exposições, sempre seguindo novos protocolos de higiene, saúde e comunicação estabelecidos pelo governo estadual. Os museus ligados à Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), localizados no Recife e em Olinda, voltam a contar com visitação pública a partir 16 de setembro. São eles: Museu do Estado de Pernambuco, Estação Capiba – Museu do Trem, Museu de Arte Sacra de Pernambuco, Museu Regional de Olinda, Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco, Museu da Imagem e do Som de Pernambuco (atendimento ao pesquisador), Torre Malakoff e Espaço Pasárgada.

O Centro Cultural Cais do Sertão, localizado no Bairro do Recife e administrado pela Empetur, finaliza as intervenções exigidas pelo protocolo que vai orientar o funcionamento das casas. Uso obrigatório de máscaras, regras de circulação e definição de quantidade de visitantes por ambientes e turnos, além de um rigoroso e contínuo processo de higienização dos espaços, estão entre as normas sanitárias anunciadas.

Todos os museus e espaços de exposições, a exemplo das galerias, devem apresentar sinalização informativa acerca das recomendações e práticas para funcionários e para o público. As atividades de música, teatro, cinema, saraus e outros eventos, com exceção das exposições regulares, permanecem suspensas.

Fonte: Panrotas (https://www.panrotas.com.br/mercado/destinos/2020/09/pernambuco-reautoriza-comercio-em-praias-e-reabre-atracoes_176300.html)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0