Colômbia ganha selo de biossegurança; vem ver

San Andrés - Colômbia | Crédito: Shutterstock

San Andrés – Colômbia | Crédito: Shutterstock

Reconhecida por sua população carismática, ritmo caliente, praias paradisíacas, Cordilheiras dos Andes e por algumas das mais interessantes cidades históricas da América do Sul, a Colômbia conquista rapidamente os corações de todos os seus visitantes e, agora, também é sinônimo de segurança quando o assunto é COVID-19. Entenda o porquê a seguir!

CONHEÇA O CHECK IN CERTIFICADO

Criado pelo Ministério do Comércio, Indústria e Turismo com o apoio da ProColombia e do Instituto Colombiano de Normas Técnicas e Certificação (Icontec), o Check in Certificado, COVID-19 Bioseguro é um selo de segurança que tem como objetivo principal gerar confiança entre os viajantes para incentivar o turismo no país e, ao mesmo tempo, minimizar os riscos de contágio local do vírus.

Baseada nas medidas de biossegurança contempladas na Resolução 666 de 2020 e nos protocolos específicos de cada um dos setores do turismo, a certificação tem validade de dois anos. Todos aqueles que contam com ela – prestadores de serviço, atrações e destinos turísticos – terão seus registros mantidos pelo Ministério do Comércio, Indústria e Turismo.

Vale informar que a ação conta com o apoio da Organização Mundial do Turismo e garante o cumprimento de todas as exigências emitidas pelo governo para evitar novas ondas de contaminação e disseminação da doença.

A SEGURANÇA DO AEROPORTO DE BOGOTÁ

Um dos maiores da América Latina, o Aeroporto Internacional El Dorado, em Bogotá, está com a sua reabertura agendada para o dia 01/09/2020 para voos internacionais e já conta com diversas medidas para comprovar as autoridades e aos viajantes que, apesar da pandemia, é seguro, sim, viajar de avião. Confira as regras:

  • Controle nas portas de entrada para garantir que apenas passageiros acessem o aeroporto;
  • Demarcação de áreas para que veículos deixem os passageiros;
  • Distanciamento obrigatório de dois metros e obrigatoriedade da utilização de máscaras faciais;
  • Higienização das mãos antes da entrada ao aeroporto e verificação do QR Code do cartão de embarque;
  • Verificação de temperatura por meio de uma sofisticada câmera térmica (importada do Reino Unido). Em caso de febre, encaminhamento para as autoridade de saúde;
  • Limpeza dos sapatos em um tapete de desinfecção especial;
  • Passageiros que saírem do país a partir setembro terão acessos automáticos na imigração e, se tiverem o registro de íris, não precisarão entregar o passaporte aos agentes, pois dez máquinas automáticas de verificação já estarão funcionando;
  • Para intensificação da prevenção no quadro de funcionários, o aeroporto contratou o renomado laboratório Synlab para realizar exames e análises periódicas em colaboradores e superfícies de contato.

E você, pretende viajar para fora do país? Caso a resposta seja sim, confira agora mesmo os destinos que estão de portas abertas para receber os brasileiros e não deixe de contratar os serviços de um agente de viagens para evitar contratempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0