Visita a Machu Picchu: conheça as novas regras

Blog Segue Viagem
|

Desde o dia 1º de julho de 2017 está em vigor uma série de restrições impostas pelo governo do Peru aos turistas com destino a Machu Picchu, a cidade perdida dos incas, eleita Patrimônio Mundial da Humanidade em 1983 e uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno em 2007. O objetivo das medidas é atender a uma determinação da UNESCO que visa proteger as riquezas dessa milenar herança dos impactos causados pela ampliação do turismo na região. E para você ficar por dentro de todas as novidades, o Segue Viagem Digital preparou um descritivo com todas as mudanças.

Exigências para entrada

Para conhecer o ponto turístico, visitantes estrangeiros precisarão estar acompanhados de um guia de turismo, oficial ou licenciado, devidamente registrado. Além disso, precisarão, ainda, apresentar o ingresso adquirido e um documento de identidade.

Horários

A partir de agora, a visitação será dividida em dois turnos: um matinal, que vai das 6h às 12h, e outro vespertino, das 12h às 17h30.

Capacidade limitada de visitantes

O número máximo de turistas aceitos por dia será de 5.940, sendo permitido, por turno, de 2.673 a 3.627 visitantes.

Visita guiada

Os grupos acompanhados por guias deverão ser compostos por, no máximo, 16 pessoas.

Roteiros

A visitação a Machu Picchu poderá ser realizada por meio de três circuitos diferentes que devem ser seguidos à risca, tanto pelos guias quanto pelos turistas.

O circuito 1, que tem duração estimada de 3 horas, é o mais completo e contorna toda a cidade, incluindo setores da parte superior e inferior. No circuito 2, que, em geral, é feito em torno de 2h30, o visitante opta por explorar mais a parte inferior e não sobe até a plataforma de 241 metros, de onde se tem uma vista panorâmica da região. Já o circuito 3, voltado para pessoas com mobilidade reduzida, tem menos escadas e pode ser feito em aproximadamente 2 horas.

Rotas alternativas

A visita pode incluir, ainda, outras rotas alternativas, as quais também possuem horários de permanência definidos:

Rota 1 – Montanha Huayna Picchu

Há dois turnos de ingresso, um das 7h às 8h e outro das 10h às 11h. O percurso pode durar de 3 a 4 horas, se incluir a Gran Caverna, e o horário limite para retorno é às 13h. Todos os visitantes devem se registar na entrada e na saída no setor de controle.

Rota 2 – Montanha Machu Picchu

Assim como na Montanha Huayna Picchu, na Montanha Machu Picchu também há dois turnos de ingresso: das 7h às 8h e das 9 às 10h. Podem fazer o tour no máximo 400 pessoas por vez. O horário limite para retorno é às 15h.

Proibições

Fique atento ao que não é permitido por lá:

– mochilas ou bolsas com tamanho superior a 40x35x20 cm;

– alimentos;

– bebidas alcoólicas;

– guarda-chuva ou sombrinha;

– tripés para câmeras fotográficas;

– sapatos ou sapatilhas com sola dura. Neste caso, opte por opções esportivas e/ou de borracha;

– subir ou apoiar-se nos muros e demais estruturas;

– fumar;

– alimentar os animais;

– ingressar em áreas proibidas.


Escrever Comentário

Com um agente de viagens, faça chuva ou faça sol, a sua tranquilidade é garantida.

Véspera de férias? Então bora dormir tranquilo, com a certeza de que o seu aéreo, reservas em hotéis e serviços estão confirmados.

Veja Mais

Os agentes de viagens estão aqui pra te ajudar a ter a viagem dos sonhos com a tranquilidade que você merece ;)

Veja Mais