Viagem durante a gravidez: dicas práticas

Blog Segue Viagem
|

Uma das dúvidas mais comuns entre as mulheres que viajam é sobre pegar um avião quando se está grávida. Pode? Não pode? É seguro? E se acontecer alguma coisa? A primeira dica, e mais infalível, é: consulte sempre seu médico. Cada caso é um caso, e vale a pena bater um papo com um profissional da sua confiança antes de tomar qualquer decisão. Marque uma consulta pensando em planejar tanto sua ida quanto sua volta, preferencialmente algumas semanas antes do término da gestação.

5 dicas para tornar sua viagem mais confortável 

As companhias aéreas também têm algumas regras, então fique atenta. A restrição para embarque em voos internacionais é para mulheres com mais de 32 semanas de gestação. Para voos nacionais, 36 semanas. Em geral, entre 14 e 28 semanas de gestação não há razão para uma mulher saudável sem complicações em gestações passadas ou na atual, não poder pegar qualquer tipo de voo. Após esse período, e também durante o puerpério (as primeiras semanas após o parto), a viagem não é recomendada. Isso porque a gravidez e puerpério são períodos de alto risco para tromboembolia e o voo aumenta ainda mais este risco, especialmente no terceiro trimestre e após cesariana.

Fora isso, as grávidas também passam pelas mesmas dificuldades dos passageiros comuns: ficam longas horas sentadas na mesma posição, alimentação diferente da sua rotina, jet lag. O ideal é tomar alguns cuidados básicos: procure consumir alimentos leves e bastante água; levante-se a cada duas horas e caminhe pelo avião; evite roupas apertadas e saltos altos; prefira dos assentos no corredor, para facilitar sua movimentação. Nos momentos em que o cinto de segurança é exigido, coloque-o preferencialmente na parte baixa do abdome, logo acima da pelve, onde é seguro tanto para a mãe quanto para o feto.

Dica: viajar sozinha, por Thaise Salzgeber

Quando você for viajar, lembre-se de levar um atestado médico informando o tempo de gravidez e outras informações que o obstetra julgue necessárias, além de uma listinha com os princípios ativos dos remédios que você toma. Seu médico pode te ajudar com isso também. Assim, caso precise de alguma ajuda, já tem todos esses dados em mãos. Informe-se com seu agente de viagens quais as exigências específicas da companhia aérea que você vai utilizar, para já chegar no aeroporto com tudo certo.

Palm Beachs para crianças 


Escrever Comentário

Com um agente de viagens, faça chuva ou faça sol, a sua tranquilidade é garantida.

Véspera de férias? Então bora dormir tranquilo, com a certeza de que o seu aéreo, reservas em hotéis e serviços estão confirmados.

Veja Mais

Os agentes de viagens estão aqui pra te ajudar a ter a viagem dos sonhos com a tranquilidade que você merece ;)

Veja Mais