Negócios: uma especialidade de Belo Horizonte

Blog Segue Viagem
|

Responsável por 25% dos motivos que norteiam as viagens à cidade, o turismo de negócios se consolidou como uma especialidade da capital mineira

Pampulha – Belo Horizonte | Foto: Marcelo Rosa

Saúde, tecnologia, meio ambiente, esportes, design, educação, gastronomia… Tão extensa quanto a lista de segmentos econômicos que respondem por uma a cada quatro viagens para Belo Horizonte – isso de acordo com uma pesquisa realizada no final de 2017 pela Fecomércio MG e pela Belotur (Empresa Municipal de Turismo da cidade) –, só mesmo a infraestrutura de primeira linha da capital mineira, considerada um dos mais importantes polos corporativos do país.

24 horas em Belo Horizonte

Bela no nome e na natureza, além de concentrar vasta rede de hotéis, bares, restaurantes e atrativos histórico-culturais, Beagá orgulha-se ainda dos inúmeros espaços preparados para receber feiras, congressos, convenções e reuniões de todos os tipos e formatos. Aqui vão alguns exemplos: o Expominas, com capacidade para 45 mil pessoas; o complexo executivo do Mineirão (ou Estádio Governador Magalhães Pinto), que acomoda até 62 mil visitantes; a Serraria Souza Pinto da Fundação Clóvis Salgado, onde cabem cerca de 4 mil participantes; e o Palácio das Artes, ideal para encontros que reúnam em torno de 1,7 mil convidados.

Mineirão – Belo Horizonte | Crédito: Shutterstock

UM HORIZONTE DE OPORTUNIDADES

Sede para mais de mil eventos MICE (sigla em inglês para Encontros, Investimentos, Conferências e Feiras), no ano passado, segundo dados da Belotur, salvo a clara vocação para o turismo de negócios, Belo Horizonte destaca-se também como o principal hub para outros destinos mineiros, como Governador Valadares, Juiz de Fora, Ouro Preto, Poços de Caldas, Uberaba e Uberlândia, todos eles referências no segmento corporativo.

UM CHECKLIST PARA FECHAR NEGÓCIO

  • Localização privilegiada, a aproximadamente 1h30 de voo de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Brasília;
  • Mais de 31 mil leitos em hotéis, apart-hotéis, pousadas e albergues;
  • Mais de 18,5 mil bares e restaurantes;
  • Dois aeroportos com operação comercial regular, sendo um internacional (Aeroporto Internacional de Confins – Tancredo Neves) e um doméstico (Aeroporto de Belo Horizonte – Carlos Drummond de Andrade).

*Fontes: Belotur e Setur-MG


Escrever Comentário

Com um agente de viagens, faça chuva ou faça sol, a sua tranquilidade é garantida.

Véspera de férias? Então bora dormir tranquilo, com a certeza de que o seu aéreo, reservas em hotéis e serviços estão confirmados.

Veja Mais

Os agentes de viagens estão aqui pra te ajudar a ter a viagem dos sonhos com a tranquilidade que você merece ;)

Veja Mais