Espetáculo da natureza: os melhores destinos para ver a aurora boreal

Blog Segue Viagem
|
Tromso – Noruega | Crédito: Leonardo Barreiros Rocha

Se existe um sinônimo para deslumbrante, a aurora boreal é um deles. A dança de luzes ou a chamada “Dama Verde” é simplesmente fascinante e um dos maiores espetáculos da natureza. Predominante nas regiões polares, a aurora toma conta do céu habitualmente durante o inverno, no período entre outubro e o final de março.

Confira abaixo alguns dos endereços para admirar esse fenômeno de pertinho e corra até a agência mais próxima para planejar este momento mágico!

Alasca

Perfeito para quem procura a combinação de panoramas extraordinários e muita diversão, o estado norte-americano do Alasca promete realizar todos os sonhos de quem está viajando pela primeira vez em busca do fenômeno. Além de ótima infraestrutura turística, o destino dispõe de variadas opções de passeios ao longo do dia.

Cruzeiro pelo Alasca

Para ver as Luzes do Norte, Fairbanks é um dos principais pontos escolhidos, já que a região é propícia para o surgimento da aurora. Vale acompanhar os sites de previsão, como o da Universidade do Alasca, e alugar um carro para ir até as colinas mais próximas da cidade, como Murphy Dome e Easter Dome.

Noruega

Conhecida mundialmente como “Capital da aurora boreal”, a cidade de Tromso, fixada no extremo norte da Noruega, é uma escolha pra lá de acertada se o objetivo é cair de amores pela aurora.

6 motivos para visitar a Noruega

Para encontrá-la, o mais indicado é contratar os serviços de um guia ou de uma agência de viagens, uma vez que eles conseguem acompanhar as condições climáticas com precisão e conhecem os pontos mais propícios para o fenômeno. Bônus: bebidas quentinhas, como chocolate e chá, costumam ser servidas nos passeios para amenizar o frio intenso, e os guias dão dicas de fotografia para quem quiser captar com a câmera as vibrantes cores da aurora.

Pequena em tamanho e gigante em infraestrutura turística – o local esbanja restaurantes, hotéis e baladas –, a região é dona de uma extraordinária beleza natural e reúne fiordes, ilhas e montanhas. Além disso, quem viajar para o destino entre maio e julho se depara com o sol da meia-noite, momento em que os dias podem ter até 24 horas de luz.

Tromso é, também, ponto de partida para Ersfjordbotn, Alta, Nordkapp e Kirkenes e para as Ilhas Lofoten, regiões próximas e também muito visitadas por turistas.

Islândia

A Islândia é um dos países mais isolados do globo, mas sua posição geográfica é muito favorável à aparição das luzes, motivo que faz o destino ter uma das maiores temporadas de todas neste quesito, entre setembro e meados de abril. Vulcões, cachoeiras, lagos de icebergs e termais, gêiseres e outros elementos espetaculares ajudam a compor este cenário de contos de fadas.

À noite, para contemplar a aurora boreal, é interessante percorrer a Ring Road, uma rodovia que segue por toda a costa do país e dá acesso aos melhores pontos para observação, entre eles a capital Reykjavik e a segunda maior cidade, Akureyri.

Canadá

Paisagens inigualáveis, estradas cinematográficas e lagos de águas transparentes são apenas algumas das características deste país que é o segundo maior do mundo. Dispondo de tantas alternativas de tirar o fôlego, o fenômeno pode ser avistado entre o outono, o inverno e um pedacinho da primavera canadense, principalmente entre setembro e outubro e entre março e abril.

Por que visitar o Canadá?

No total são mais de 20 pontos ideais para curtir a aurora espalhados por toda a região, mas entre os mais procurados estão a cidade de Whistler e o território de Yukon.

Finlândia

O que acha de acompanhar a aurora boreal diretamente de um iglu? Na Finlândia, em meio a florestas e picos nevados, isso é mais do que possível. A região da Lapônia Finlandesa é a mais buscada por conta da grande incidência de luzes dançantes. Prepare o casaco, uma vez que as temperaturas chegam a cerca de 30 graus negativos. Congelante!

A aldeia de Nellim também é uma excelente alternativa e dá para admirar a Dama Verde sobre o Lago Inari, o terceiro maior da Finlândia, e da ponte de Paatsjoki. A região dispõe de vários hotéis com teto de vidro, permitindo que você admire o céu de qualquer lugar.

Groenlândia

Maior ilha do mundo e região já habitada por vikings, a Groelândia é mais um lugar ideal para ver a aurora boreal. O povoado de Kangerlussuaq, na costa oeste, conta com aproximadamente 300 dias de céus límpidos, o que garante chances de observação durante o ano inteiro. Contudo, a probabilidade costuma ser maior nos meses de outubro e março.

Vale aproveitar a viagem e fazer uma visita a Ilulissat: localizado no extremo da baía de Disco, é neste povoado que fica o fiorde gelado de mesmo nome que, inclusive, figura como Patrimônio Mundial da Unesco.

E você, já viu a aurora boreal? Conta pra gente!


Escrever Comentário

Com um agente de viagens, faça chuva ou faça sol, a sua tranquilidade é garantida.

Véspera de férias? Então bora dormir tranquilo, com a certeza de que o seu aéreo, reservas em hotéis e serviços estão confirmados.

Veja Mais

Os agentes de viagens estão aqui pra te ajudar a ter a viagem dos sonhos com a tranquilidade que você merece ;)

Veja Mais