115 motivos para visitar as Ilhas Seychelles

Blog Segue Viagem
|

Não existe bem uma lógica para escolher um destino de viagem. Cultura, gastronomia, pontos turísticos, enfim, cada passageiro tem um gosto em particular. Mas para quem é da turma dos números, ou apenas quer ter na ponta da língua a resposta para a pergunta “por que Seychelles?”, nós do Segue Viagem Digital temos uma fórmula! Aliás, uma não, mas 115, que é o número de ilhas que fazem parte deste país que até parece um quebra-cabeça do paraíso, criado pela natureza.

Seychelles | Crédito: The Seychelles Islands

Cercado pelo Oceano Índico, o arquipélago de Seychelles pode ser separado em dois grupos de ilhas: 41 de granito e 74 de coral, que estão subdivididas em interiores e exteriores. Nas interiores, compostas por todas as ilhas de granito e por duas das de coral, reside a maior parte da população seychellois e nelas estão localizadas as principais estâncias turísticas. Já nas exteriores, são os arrecifes de corais, praticamente intocados pelo homem, que dominam a cena. Nesse ambiente, somente as ilhas de Alphonse e Desroches oferecem serviços de hospedagem, com opções de acomodações superluxuosas.

Entre as regiões mais famosas de Seychelles estão as ilhas de Mahé, Praslin e La Digue. Quer saber alguns detalhes sobre cada uma delas? A gente te conta!

Mahé

Mahé – Seychelles| Crédito: Jean Marie Hullot

Com mais de 60 praias e enseadas deslumbrantes, coloridas por águas de diversos tons de azul, Mahé ainda encontra espaço em seus 28 km de comprimento para ser o centro cultural, econômico e turístico do arquipélago. Repleta de belezas naturais, como picos de granito, cachoeiras e florestas tropicais, a ilha oferece inúmeras atividades do tipo caminhadas, escaladas, mergulhos, passeios de caiaque e de barco e visitas aos seus monumentos arquitetônicos e culturais, representados pela construção La Bastille, pelo mercado municipal Sir Selwyn Selwyn-Clarke, pelo templo hinduísta, pelo Museu Nacional, pelo Clock Tower (Torre do Relógio), entre outras atrações. Além disso, a cidade de Victoria, capital do país, é considerada a melhor rota para exploração de outros locais em Seychelles.

Praslin

Praslin – Seychelles| Crédito: The Seychelles Islands

A ilha de praias como Anse Lazio e Anse Georgette, que sempre figuram no ranking das mais lindas do mundo, também serve de abrigo para outros dois tesouros nacionais: o Vallée de Mai e o coco de mer. Tombada como Patrimônio Mundial pela Unesco, a reserva natural do Vallé tem uma natureza tão rica e bela que, não por acaso, é comparada por muitos ao Jardim do Éden. Inclusive, até fruto dos desejos há por lá e chama-se coco de mer (coco-do-mar), a maior semente do mundo tida como um símbolo nacional de Seychelles.

La Digue

La Digue – Seychelles| Crédito: The Seychelles Islands

Rústica e graciosa, La Digue é um lugar no qual o tempo caminha no ritmo dos charmosos carros de boi e bicicletas, que são os meios de transporte mais comuns em suas terras. Com praias cinematográficas, como Anse Source d’Argent, Grand Anse, Petite Anse, entre outras, a ilha de 10 km² possui ainda florestas com uma vasta diversidade de fauna e flora, plantações de baunilha e áreas perfeitas para piqueniques, caminhadas, prática de mergulhos e passeios de barco.


Escrever Comentário

Com um agente de viagens, faça chuva ou faça sol, a sua tranquilidade é garantida.

Véspera de férias? Então bora dormir tranquilo, com a certeza de que o seu aéreo, reservas em hotéis e serviços estão confirmados.

Veja Mais

Os agentes de viagens estão aqui pra te ajudar a ter a viagem dos sonhos com a tranquilidade que você merece ;)

Veja Mais