Turismo animal: 10 dicas de destinos selvagens

Morcegos, baleias, lêmures, tartarugas, renas… Que tal viajar pelo mundo e se maravilhar com esses animais? A diversidade da fauna é algo que impressiona e apaixona muitos turistas, e não é por menos. Já imaginou presenciar migração de aves, ficar pertinho de gorilas e conhecer o divertido papagaio-do-mar? Embarque numa aventura e aproveite para se inspirar com dez destinos ideais para mergulhar e se fascinar com a vida selvagem. A lista é da National Geographic.

1. Albatroz-de-sobrancelha, Ilhas Malvinas


Na curta temporada entre o nascimento e o primeiro voo, 70% da população mundial do albatroz-de-sobrancelha migra para os penhascos das Ilhas Malvinas. Quando levantam voo, ficam meses ou até anos sem pousar novamente, o que faz o espetáculo ser ainda mais impressionante.

2. Tartarugas marinhas de Leatherback, Trinidad

Tartarugas marinhas de Leatherback – Trinidad | Crédito: Jeroen Looyé

Mais de 10 mil desses gigantes cascudos vêm a terra em Trinidad, trazendo uma concentração impressionante das maiores espécies de tartarugas existentes. Os animais podem pesar até 900 quilos e as fêmeas chegam a colocar cerca de 80 ovos de uma vez, repetidamente, nos seis meses de reprodução.

3. Baleias Jubarte, Havaí

Baleias Jubarte – Havaí | Crédito: Courtesy E. Lyman

Passar o verão no sudeste do Alasca e o inverno no Havaí não é nada mau. A jubarte, que não é boba, nem nada, escolhe esse roteiro. E um dos melhores pontos para observá-las é na ilha havaiana de Maui, perto de Wailea e Lahaina. Nada mais bonito do que assistir uma mãe (de 27 toneladas) ensinando seu filhote (30 toneladas) a saltar na água.

4. Desova de salmão, Alasca

No final do verão, milhões de salmões voltam ao local onde nasceram para desovar e… morrer. É o ciclo da mãe natureza e vale a pena assistir. Aproximadamente 250 mil peixes e cem ursos aparecem em Anan Wildlife Observatory, perto da cidade de Wrangell.

5. Borboleta-monarca, México

Milhões de borboletas-monarca migram até quase cinco mil quilômetros para o inverno na Monarch Butterfly Biosphere Reserve, a 100 quilômetros da Cidade do México. São tantas que as árvores ficam com seus troncos cobertos de asas laranja e preta.

6. Lêmures, Madagascar

Mais de 100 espécies de lêmures vivem em Madagascar – e apenas lá. Esses bichinhos carismáticos não são encontrados em nenhum outro lugar na Terra. Fique atento para encontrar olhos enormes, caudas longas e um rosto parecido com um esquilo e um gato.

7. Migração de renas, Canadá

No Parque Nacional Vuntut, e do outro lado da fronteira com o Alasca, renas migram em rebanhos enormes. Cerca de 130 mil animais se deslocam por 2,4 mil quilômetros todo ano.

8. Morcegos-de-cauda-livre, Novo México

A cada crepúsculo de verão, cerca de meio milhão de morcegos saem da Carlsbad Caverns, no sul do Novo México, nos Estados Unidos. Eles primeiro formam um redemoinho, depois começam a se orientar e, em seguida, formar um rio negro no céu.

9. Montanha dos Gorilas, Uganda

Parque Nacional Impenetrável de Bwindi – Uganda | Crédito: Tracy Hammond

O Parque Nacional Impenetrável de Bwindi é o lar de cerca de metade dos 750 gorilas da montanha restantes na selva. Você pode enfrentar mata fechada e suar muito na caminhada, mas depois será recompensado com o milagre de ficar cara a cara com um destes gigantescos animais.

10. Papagaio-do-mar, Escócia

Papagaio-do-mar – Escócia | Crédito:

Pense numa mistura de pinguim com alguma outra ave. Esse é o simpático papagaio-do-mar. As Ilhas Shetland têm sete principais colônias da espécie, onde eles cobrem o penhasco mais alto da Grã-Bretanha.

Fonte: Panrotas (http://www.panrotas.com.br/viagens-corporativas/destinos/2015/11/turismo-animal-10-dicas-de-destinos-selvagens_121129.html?related)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0