7 dicas para ter um dia a dia mais sustentável

andar de bike shutterstock 295971926

Andar de bike faz bem pra saúde e pro meio ambiente | Crédito: Shutterstock

Sustentabilidade é, sem dúvida alguma, a palavra da vez. O tema traz consigo uma série de debates e vertentes: envolve desde a maneira como as grandes empresas lidam com o meio ambiente, por exemplo, a mudanças de atitudes simples, que qualquer pessoa consegue colocar em prática. Não à toa, o termo consciência geralmente aparece como uma palavra-chave relacionada.

O despertar para a sustentabilidade não precisa ser radical, daqueles que acontecem de uma hora pra outra e viram de ponta-cabeça o nosso estilo de vida. Muito pelo contrário: ele pode fazer parte da rotina de todo mundo e começar com uma mudança aqui e ali. Apesar de poderem parecer pequenas em um primeiro momento, essas pequenas ações ajudam a construir um mundo melhor e têm um potencial enorme de transformação. Positiva, é claro!

Natureza e ar livre: conheça os principais parques nacionais

Tá a fim de descobrir o que você pode fazer para ajudar? Pois então leia este post até o fim. Ao terminar, você vai ver como é fácil ter um dia a dia mais sustentável.

COMO TER UM DIA A DIA MAIS SUSTENTÁVEL?

1. Reduza o uso de itens descartáveis

Como ter um dia a dia mais sustentável: substitua as garrafinhas de água por opções mais duradouras, que possam ser reutilizadas várias vezes | Crédito: Shutterstock

Substitua as garrafinhas de água por opções mais duradouras, que possam ser reutilizadas várias vezes | Crédito: Shutterstock

Em primeiro lugar, que tal substituir aqueles itens descartáveis por outros e manter o mesmo nível de qualidade? A gente sabe que eles são uma mão na roda e surgiram para adicionar praticidade à nossa vida. A ideia não é abolir eles definitivamente, não! O problema está no fato de que sua utilização se dá em uma escala que beira o surreal, o que gera um descarte enorme de plástico, principalmente. E, como nem sempre este material passa pelo processo de reciclagem, ele acaba se perdendo na natureza.

Em vez de comprar diversas garrafinhas de água, por exemplo, que tal adquirir uma que você poderá encher novamente no futuro? A mesma coisa vale para os copinhos, que na maioria das vezes nem são utilizados mais de uma vez. Hoje em dia o que não falta são opções estilizadas de copos de silicone, ferro, vidro e aço, assim como de canudos.

Ah, e, já que estamos falando nisso, vale a pena reduzir também o uso de guardanapos de papel e adotar os paninhos feitos com cera de abelha, que são laváveis e duráveis. Inclusive, esses paninhos podem substituir o filme plástico utilizado para proteger os alimentos na geladeira. Bônus: por não serem feitos de petróleo, não repassam qualquer tipo de toxina aos alimentos e os preservam por mais tempo.

Pode parecer pouco, mas acredite: essas simples mudanças de atitude ajudam demais o meio ambiente. Viu como é fácil ter um dia a dia mais sustentável?

2. Economize no consumo de água

Uso consciente da água: um dos pilares para um dia a dia mais sustentável | Crédito: Shutterstock

Uso consciente da água: um dos pilares para um dia a dia mais sustentável | Crédito: Shutterstock

Lavar o quintal ou o carro com frequência, passar horas no chuveiro, usar a máquina de lavar um pouco por dia, deixar a torneira aberta enquanto ensaboa a louça ou escova os dentes… Responda sinceramente: você costuma fazer essas coisas? Caso a resposta seja sim, chegou o momento de mudar isso e passar a utilizar a água de forma consciente.

A maior parte do nosso planeta é composta por água, é verdade. No entanto, pouco mais de 97% do total é de água salgada, enquanto 2,5% da água doce está concentrada nas calotas polares. Em outras palavras, apenas uma pequena parcela está disponível para consumo. E esse recurso não é infinito, não, apesar de extremamente necessário a todos os tipos de vida.

Aqui vão algumas dicas valiosas para maneirar no consumo: tomar banhos curtos, guardar a água da chuva e do chuveiro, certificar-se de que as torneiras estão bem fechadas, reutilizar a água da máquina de lavar e retirar todo o lixo dos pratos antes de lavá-los. Experimente fazer essas coisas hoje mesmo! Até porque você vai sentir essa mudança também no bolso 😉

3. Separe o lixo reciclável

Como ter um dia a dia mais sustentável: fazer o descarte correto do lixo tem tudo a ver com a preservação da natureza | Crédito: Shutterstock

Fazer o descarte correto do lixo tem tudo a ver com a preservação da natureza | Crédito: Shutterstock

Separar vidro, papel, metal e plástico, ou seja, os materiais recicláveis dos orgânicos, já é um pontapé e tanto para ajudar a natureza e para ter um dia a dia mais sustentável, uma vez que eles podem ser recuperados e reutilizados.

De acordo com os dados da edição de 2020 do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública, os brazucas produzem algo em torno de 1,52 milhão de toneladas de lixo por semana. Por incrível que pareça, somente de 3% a 4% desse total é reciclado.

Se onde você mora não tiver a coleta seletiva, não se preocupe, porque alguns apps dão uma força com isso. Esse é o caso do Cataki e do Reciclaê!, que visam encontrar o catador de materiais recicláveis mais perto de você. A iniciativa é muito bacana, visto que, além de ajudarem no sustento dessas pessoas (afinal, os serviços são pagos), contribuem para o descarte correto do lixo.

Por falar nisso, lembre-se: nada de jogar lixo fora da lixeira. Isso vale no Brasil e em qualquer outro lugar do mundo, OK? Se você tiver que descartar algo, mas não souber onde, dê um jeitinho de guardar no bolso, na mochila ou no porta-luvas do carro, por exemplo, até encontrar o lugar apropriado.

4. Sempre que possível, troque o carro por caminhadas ou bikes

andar de bike shutterstock 295971926

Andar de bike faz bem pra saúde e pro meio ambiente | Crédito: Shutterstock

Para combater o aquecimento global e a emissão de gases que causam o efeito estufa, que tal ir de bike ou caminhando? Se o lugar para onde você quiser ir for próximo de onde você já está – e se tiver a infraestrutura adequada, é claro –, experimente investir em uma dessas duas formas de locomoção.

Assim você não só colabora para a redução da poluição, como ainda pratica uma atividade física. Inclusive, estudos indicam que quem costuma se exercitar tem menos chances de desenvolver doenças cardíacas e diabetes tipo 2. Portanto, dessa forma você também garante mais saúde pra você.

5. Evite o uso de sacolas plásticas

ecobags shutterstock 1519935926

Troque as sacolinhas plásticas pelas ecobags sempre que possível | Crédito: Shutterstock

Não tem como falar em ter um dia a dia mais sustentável sem mencionar elas: as sacolas plásticas. Embora sejam muito úteis, estima-se que mais de 13 bilhões sejam distribuídas todos os anos nos supermercados do país. Pois é, um volume elevadíssimo. Além disso, o plástico pode levar até 500 anos para se decompor completamente, prejudicando tanto a vida no solo quanto a vida marinha. Nos oceanos, aliás, o plástico é um dos grandes vilões: a Organização das Nações Unidas divulgou, em 2018, que, por ano, oito milhões de toneladas do material flutuam nos mares do planeta inteiro. Consegue imaginar o mal que isso faz para os animais?

Mas ninguém tá dizendo que você precisa carregar todas as suas compras nas mãos, não! Muito provavelmente você já ouviu falar nas ecobags, né? Opção ideal e ecológica para substituir as sacolinhas plásticas, as ecobags são fáceis de levar para qualquer lugar – mesmo porque dá para amassá-las e guardá-las na bolsa ou mochila quando estiverem vazias – e são igualmente práticas.

Geralmente produzidas com fibras de origem vegetal (caso da juta e do linho), as ecobags podem ser lavadas e duram cerca de cinco anos, período em que uma pessoa usaria aproximadamente mil sacolas plásticas. Para coroar, uma única ecobag consegue suportar o peso de oito sacolinhas plásticas juntas.

6. Planeje suas compras

evite desperdicios shutterstock 1928486615

Evitar desperdícios é uma forma de ser sustentável | Crédito: Shutterstock

Sabe como? Faça uma listinha e compre somente aquilo que você precisa. Assim você evita desperdícios e também não gasta dinheiro à toa. E isso vale pra tudo, viu? Idas ao supermercado, feiras, shopping…

Se pintar alguma dúvida, você pode se nortear por algumas perguntas, tais como: por que estou comprando isso? Tenho como pagar? De quem vou comprar? Inclusive, se você está a fim de adotar um dia a dia mais sustentável, ponderar sobre esta última questão é fundamental. Afinal, não faz muito sentido ser um consumidor assíduo de uma marca que polui o meio ambiente ou que oferece condições de trabalho precárias para os funcionários, né?

7. Valorize os pequenos produtores

feira de rua shutterstock 1961496976

Tá a fim de comprar dos pequenos produtores? Aposte nas feiras de rua | Crédito editorial: casa.da.photo/Shutterstock.com

Por fim, mas ainda falando sobre as compras: você conhece algum pequeno produtor? Tem o hábito de comprar com ele? Muito provavelmente o seu bairro oferece algumas opções, como mercadinhos e feiras. Quando a gente prioriza os pequenos produtores, os benefícios podem até não ser óbvios em um primeiro momento, porém trazem consigo um potencial gigantesco, capaz de transformar muita coisa para melhor.

Isso porque fazem o dinheiro circular na região, fortalecendo a economia local, e facilitam bastante a vida de quem quer saber a procedência de um alimento, por exemplo. Ao mesmo tempo, a produção se dá em uma escala menor, o que significa menos impacto na natureza, e suscita um sentimento de comunidade entre os moradores. E todo mundo sabe: pessoas unidas têm chances de conquistar muitas vitórias juntas!

Ecoturismo no Brasil: confira lista com 10 destinos

E você, tem mais alguma dica a acrescentar? Então conta pra gente nos comentários, pois seu depoimento pode ajudar muita gente que está buscando formas de deixar o seu dia a dia mais sustentável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your compare list

Compare
REMOVE ALL
COMPARE
0